Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.

Seterb volta a cobrar área azul no Victor Konder em Blumenau

15 de maio de 2014 9

Correção

Ao contrário do veiculado até as 15h desta sexta-feira no blog Trânsito no Vale, as pessoas que não pagarem a notificação no bairro Victor Konder poderão ser multadas. A diferença em relação aos outros espaços de área azul da cidade, durante este período de adaptação, é que as monitoras não estão autorizadas a multar, nem solicitar o guinchamento dos veículos que excederem o prazo máximo de estacionamento de duas horas. Cabe aos motoristas a regularização da notificação, adquirindo o talão para carros ou motocicletas. Caso contrário, após 15 dias, poderá ser revertido em multa leve no valor de R$ 53.

Quem estacionou na manhã desta quinta-feira na rua Paraíba, no bairro Victor Konder em Blumenau, e não pagou pela hora de estacionamento, levou uma notificação do Seterb. Mesmo com as placas que indicam a Área Azul na extensão da rua, a fiscalização não era feita, o que facilitava que os condutores estacionassem sem pagar a taxa. Com a mudança de horário das monitoras, a cobrança voltou a ser executada. O Seterb afirma que a comunidade do bairro solicitou que as placas não fossem retiradas.

Notificações foram colocadas em diversos veículos da rua

Notificações foram colocadas em diversos veículos da rua

Em fevereiro deste ano, o Seterb divulgou que iria desativar a Área Azul na Itoupava Norte e no Victor Konder. No entanto, ao final de um estudo, desistiu da ideia de liberar o Victor Konder do estacionamento rotativo. Somente as placas da Itoupava Norte foram retiradas. O diretor de Trânsito do Seterb, Fábio Campos da Silva, explica que a comunidade do bairro pediu que o sistema rotativo fosse mantido no bairro.

- Como é um bairro de muito comércio e movimento, as pessoas optaram pela Área Azul para que possam ter um local para estacionar o carro – explicou o diretor.

Ele explica que a atividade nunca foi suspensa e as placas na rua indicam que a rua faz parte da Área Azul. Ao total, 20 monitoras que tiveram seus horários de trabalho remanejados realizam o trabalho de fiscalização.

Cobrança desagrada condutores
Os que estacionaram desprevenidamente terão de arcar com o valor cobrado pela notificação. Como na região estacionam diariamente pessoas que trabalha no bairro, algumas foram pegas de surpresa.

- Nesta quinta-feira pela manhã amanheceu todo mundo multado. Eles poderiam ter nos avisado – reclamou o condutor André Felipe Machado, que trabalha em uma loja de piscinas da região e estaciona na rua Paraíba.

Comentários (9)

  • Fábio Ricardo diz: 15 de maio de 2014

    Na realidade o que o Seterb anunciou em fevereiro era a retirada da Área Azul da Itoupava Norte. Lembro de ler a matéria na época que dizia que a Área Azul do Centro e do Victor Konder continuaria mantida.

  • Raio X diz: 15 de maio de 2014

    Procedimento normal, para arrecadar a PMB tem UMA AGILIDADE, agora para fazer as OBRAS, sente num cadeira bem confortavel e espere……
    Blumenau MERECE algo muiiiiito melhor do que multas, aumentos de valores do IPTU pois ninguem recebe nada de retorno. CHEGA DE DESCULPAS ESFARRAPADAS….

  • Alexandre diz: 15 de maio de 2014

    Se há placa de estacionamento regulamentado e se despreza essa circunstância, mesmo com eventual comentário de que não se está fiscalizando, reclamam aqueles que gostam do ‘jeitinho brasileiro’. Não corro o risco de deixar meu carro sem o ticket de estacionamento quando em zona de área azul, ainda que seja por poucos minutos.

  • Walfrido diz: 15 de maio de 2014

    Realidade de uma cidade com poucos investimentos em novas ruas, com um transporte publico de baixa qualidade, com carros demais em nossas vias…
    Temos que adaptar a um novo tempo de mudanças, pois se todos que forem ao centro a trabalho, de carro, não haverá lugar nem para estacionar bicicletas…
    Enquanto se arrecadam pesados impostos, nada se faz para melhorar a situação. Parece-me que agora em épocas de pré-campanhas para eleições está surgindo algum verba de maneira tímida de Brasília, com se fossem esmolas.

  • Rosana diz: 15 de maio de 2014

    Sou moradora da rua Paraíba e trabalho no comércio na mesma, não estou ciente de nenhum acordo realizado pela população / comerciantes do bairro para a permanência da área azul.
    PMB – Sejam mais claros, baseados em documentos, não em afirmações de caráter duvidosos. Já pagamos bem caro por vias de boas condições e nem isso recebemos, é simples extrair dinheiro do povo, díficil, já quase impossivel, é reverter em melhorias para população.

  • Vigilante do Bairro Victor Konder diz: 15 de maio de 2014

    É bom mesmo que voltem a cobrar, pois placas sem cobrança de nada servem. Já não se podia mais circular nem estacionar nas ruas do bairro Victor Konder, e os estacionamentos pagos estavam todos vazios. Agora fica mais justo para todos, quem parar por uma hora usa a área azul, quem ficar mais tempo usa os estacionamentos disponíveis……!!!
    Nasci, cresci e moro aqui…..

  • Danilo diz: 16 de maio de 2014

    Isso é choque de gestão. choque na população.

  • Luis diz: 16 de maio de 2014

    É aquela história que virou piada:
    “- A placa eu vi, só não vi o guarda”.
    Ou seja, a sinalização é bem clara e estava lá o tempo todo: Estacionamento Máximo 2 horas. Obrigatório Uso do Cartão.
    Uma proposta divulgada no jornal não anula o que está regulamentado. E a Área Azul é um sistema regulamentado em lei municipal.
    Mas aí entra o velho jeitinho brasileiro: se não tem ninguém monitorando, então não precisa obedecer. São só 5 minutinhos, vou ali e já volto, tava com pressa. E assim vão ignorando placas de Área Azul, de Estacionamento Proibido, de Regulamentação de Velocidade, Faixas de Pedestres….
    Geralmente são os mesmos que usam a expressão “indústria da multa”, quando a fiscalização é eficiente.

  • Antonio diz: 29 de maio de 2014

    Sim e etm o pessoal das igrejas que estaciona em cima da calçada,fica horas na area azul e ninguem faz nada…..

Envie seu Comentário