Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Deu

23 de setembro de 2007 11

Deu. É o que eu conheço de mais curto e definitivo para dizer que o Inter não tem mais qualquer possibilidade de alcançar qualquer um dos seus objetivos iniciais no Brasileirão. Ser campeão, esqueça. Libertadores, idem.

Porque o resultado do domingo contra o Atlético Mineiro é o retrato fiel de tudo que o Inter tem sido desde o início do seu primeiro ano como campeão do mundo. Uma falta generalizada de idéias, uma incapacidade imensa de gerenciar projetos, uma sequência interminável de atitudes discutíveis. Verdade que a direção não pecou por inação. Pelo contrário, apontou em várias direções. E aí está a origem do insucesso, do fiasco do ano colorado. Em futebol, você aponta uma direção e a persegue.

Depois de fazer dois a zero no fraco time atleticano, o Inter teve o controle do jogo e a chance de marcar ainda um terceiro gol. A oportunidade caiu no pé de Luciano Henrique, e ele não tem nenhuma culpa por ter desperdiçado. Fez o seu melhor, que está longe de ser o melhor que o Inter precisa. Aí, em dois minutos, o time de Abel Braga afrouxou, desconcentrou e cedeu o empate. E pior não aconteceu nos dois minutos subsequentes porque Renan, o melhor jogador em campo, evitou a virada mineira. Agora, o Inter precisa, para chegar à Libertadores, nove vitórias em onze jogos. Nem o São Paulo líder e virtual campeão vai conseguir tanto.  Como disse no início desta coluna, deu.

Hoje, o time gaúcho tem vaga na Sul-Americana. Mas está a três pontos da linha do rebaixamento.

= O Grêmio deu outra mostra de competência e força no sábado. Goleada de um a zero sobre o Santos no Olímpico, o que leva os azuis à zona de Libertadores de onde saiu o Santos. Diego Souza foi especial outra vez, mas todo o meio-campo deu resposta. Eduardo Costa, Sandro e Tcheco estiveram muito bem, e foi pela ação conjunta do setor que o Grêmio dominou o jogo e acabou por vencê-lo. Para fechar a tardinha do sábado com boa notícia a mais, o gol da vitória foi de Marcel que reestreava depois da cirurgia de apêndice. Se conseguir melhorar sua performance fora de casa com pelo menos uma vitória nos seis jogos que terá longe do Olímpico – contra o América de Natal, por exemplo – e vencer os cinco que terá em Porto Alegre, o time de Mano Menezes vai estar de novo na Libertadores ano que vem.

Com total merecimento.

Postado por Maurício Saraiva

Comentários (11)

  • JOSÉ FERNANDO CARDOSO diz: 24 de setembro de 2007

    O pior é que, além de ter jogado fora este ano, em que só valeu a RECOPA, é difícil acreditar que 2008 será muito melhor: a direção que contrata bons jogadores não faz nada quando o “técnico” mantém seus bruxos (o Clemer vai voltar) e caras ruins como o Magal e concorda com suas “idéias” de futebol!

  • Roberto Coiro diz: 24 de setembro de 2007

    Quando o começo é errado no final acontece isso,nao poderia ser diferente.Um time infantil que apesar de nao merecer estava vencendo apos milagres do renan entrega um jogo facil para um adversario ruim.Sou colorado mas é bem feito pois esse time nao merece nada.

  • Amauri diz: 24 de setembro de 2007

    EU TO LOCO será que o Abel esqueceu de como se é treinador de futebol o Adriano é 100 vezes melhor que Luciano Henrique e o cristian mesmo que esteja machucado ainda assim seria melhor o Adriano jogar. parece que oAbel não gosta de goleador prefere perna de pau jogando no time do inter(Clemer ainda é mais seguro que Renan não podemos contar com sorte)Renan ano que vem. para o Mauricio e jader muito bom programa de voces tendencia azul. mesmo assim um abraço.

  • PAULO TRICOLOR diz: 24 de setembro de 2007

    ABEL É IGUAL AO ESPINOSA EM 83, PRECISA DE UM LÍDER JUNTO. EM 83 TINHA KOFF, EM 2006 ABEL TINHA FERNANDO CARVALHO. O TIME DO INTER NÃO EXISTE, É BRINCADEIRA.O PIOR DE TUDO QUE AINDA FALEI PARA 2 AMIGOS COLORADOS AOS 35 DO SEG. TEMPO QUE O GALO IRIA EMPATAR. O INTER NÃO É TIME, MAS SIM AMONTOADOS.

  • José Maurício Teixeira da Silva diz: 24 de setembro de 2007

    É triste acabar 1 ano como campeão do mundo e, no outro, levar pau de todo mundo. Bem que a direção poderia ter um momento de lucidez e contratar um técnico que puxe para si o vestiário e não fique dividindo funções que são suas com jogadores. Só rezando mesmo.

  • Francielle Casagrande (Gremista) diz: 24 de setembro de 2007

    Quero dar os parabéns ao Jader,ao Maurício e a “Rafaelinha” e a todos que colaboram para fazer o blog e o programa,que assisto todos os dias,estão ótimos!”Comentario com oferecimento,Paqueta Esportes,vc esporte clube,Sisnema Informatica,Bauru Trianon,Erva Mate Rei Verde,o sabor da tradição…”hehehe

  • Cristiana Souza diz: 24 de setembro de 2007

    O inter está preocupado demais com o peso da Fifa e esquece que a todo ano temos campeonatos a disputar. Sou gremista com orgulho que não deixo de lembrar que fui campeã da segundona, sim. Eles podem chegar lá…bjssss

  • Breno Cesar diz: 24 de setembro de 2007

    Realmente,aquela do penalti foi esquisito,só fui entender que éra penalti quando vi o jogador cobrando.Quanto ao Inter ele não teve um bom começo de ano e não conseguiu arrumar a casa durante a temporada.Esta evidente que existe um desconforto entre os jogadores e creio que há problemas de vestiario

  • Jorge Garcia diz: 23 de setembro de 2007

    É de doer Maurício ter de agüentar tu, Brito e Nando. Vão ser ruins prá lá. Nunca tinha visto a transmissão esportiva em que o narrador não teve a capacidade de constatar e narrar um penalty. Vocês poderiam ser mais discretos como colorados enrustidos. Mais profissionais. Comentar Dunga e dose!

  • Alexandre diz: 24 de setembro de 2007

    Oi Maurício, boa tarde!!! Gostaria de fazer uma perguntinha pra vcs da imprensa, Vcs continuam achando que o Inter Fifa tem um plantel melhor que o do Grêmio?? Mesmo estando a km de distância do Tricolor neste ano, em todos os campeonatos que disputaram??
    Acho que não né????

  • Eduardo Meurer diz: 24 de setembro de 2007

    Maurício: Acredito que estejas certo em seu comentário a respeito dos objetivos da direção do Inter para este ano de 2007. Mas não concordo quando diz que o Inter não tem mais chances de ir à Libertadores. Acredito ainda no time. Jogamos muito bem em BH, e não ganhamos por erros banais.

Envie seu Comentário