Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.

Lesionado, Rafael dos Anjos está fora de luta contra Conor McGregor

23 de fevereiro de 2016 1

12439215_1028162073893592_7902291110471042016_n

O fantasma das lesões parece que seguirá atormentando o UFC em 2016. Assim como no ano passado, mais uma grande luta precisará ser alterada por conta de uma lesão. Rafael dos Anjos quebrou o pé e foi retirado do card do UFC 196. Conor McGregor, em princípio está mantido no evento.

Leia mais notícias sobre Rafael dos Anjos
Leia mais notícias sobre Conor McGregor

Lutadores como Anthony Pettis e Donald Cerrone já se ofereceram para encarar Conor, mas o Ultimate ainda não se pronunciou sobre o assunto. Uma luta contra José Aldo, claro, é muito solicitada pelos fãs via redes sociais, mas como o irlandês preparou todo o seu camp para lutar entre os leves, baixar o peso para penas, pouco tempo antes da luta, seria arriscado.

Ainda nesta semana a nova luta principal do UFC 196, em 5 de março, deve ser anunciada. Vale lembrar que na mesma noite Holly Holm e Miesha Tate duelam pelos galos femininos. A luta pode se tornar a principal do evento caso Conor McGregor seja retirado do card.

Opinião de Sérgio Boaz

Sérgio Boaz fala sobre a grande carga de treinos no UFC, algo que pode estar levando tantos lutadores de elite a lesões.

Atualização

Por volta das 14h o Combate publicou uma fala de Dedé Pederneiras sobre a possibilidade de José Aldo lutar: “O Dana (White, presidente do UFC) me ligou de madrugada, contando do ocorrido e perguntando se o Aldo estava em “shape” para poder lutar. Eu disse que não estava e que não tinha tempo hábil, era muito pouco, e infelizmente ele não podia lutar na semana seguinte.”

Comments

comments

Comentários (1)

  • Alvaro RG diz: 24 de fevereiro de 2016

    Bom dia Sergio Boaz! Concordo plenamente com o excesso de treinos. Quantas lutas os fãs perderam devido a lesões. O nosso TUF Brasil é um exemplo disso. Por lesão não ocorreu a histórica e esperada luta entre Belfort e Wanderlei. O Vitor quebrou a mão. Depois Chael Sonnen e também Wanderlei, duelo ainda mais aguardado, não rolou por lesão. Essas lesões às vésperas, que eu lembre, raramente ocorreu nos áureos tempo do Boxe ou do antigo Pride. Abração!

Envie seu Comentário