Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Posts com a tag "cinturão"

Robson New derrotou Wagner Noronha no 50º Jungle Fight, em Novo Hamburgo

08 de abril de 2013 0

Foi um sucesso o 50º Jungle Fight, em Novo Hamburgo. Na luta principal da noite, Robson New derrotou Wagner Noronha por finalização (chave de braço), no primeiro round, conquistando o cinturão interino dos moscas.

Dois nocautes avassaladores, Itamar Rosa (Nogueira Team) venceu Douglas Del Rio aos 2 minutos e 30 segundos do primeiro round.

Gabriel Gabito Silva, 18 anos, irmão do lutador do UFC, Erick Silva, passou o rodo em Vinícius “Astro Boy”, em apenas 30 segundos. Foi um cruzado de esquerda seguido por diversos socos no chão.

Outros resultados:

Fabrício Aréval venceu Uziel Martínez por decisão dividida
Renato Moicano derrotou Mauro Chaulet por finalização (mata leão)
Tiago Trator venceu Dimitry Zebroski por decisão dividida
Yuri Maia passou por Leandro Frois , decisão unânime dos jurados

Na Suécia, Gerard Mousasi, em uma luta morna, venceu por pontos Ilir Latifi. Robson Pearson não tomou conhecimento de Ryan Couture (filho da lenda Randy Couture), aplicando um nocaute. Matt Mitrione nocauteou de forma rápida o inglês Philip de Fries. Brad Picket derrotou Mike Easton. O brasileiro Diego Brandão finalizou Pablo Garza, com um Katagame no primeiro round. Outro destaque foi a vitória Reza Madadi finalizando Michael Johnson.

* Por Sérgio Boaz

Fique por dentro de tudo o que acontece no esporte que mais cresce no mundo. Acompanhe entrevista com os grandes campeões, previsões de lutas, calendários no programa Trocação Pura, aos sábados, às 14h10min.

Perdeu algum programa? Clique aqui.

Brasileiro defende cinturão na categoria dos galos neste sábado

15 de fevereiro de 2013 0

O brasileiro Renan Barão defende, neste sábado, 16, em Londres, o cinturão interino da categoria dos galos contra o norte-americano Michael McDonald. O campeão da categoria é Dominick Cruz que recupera-se de lesão. Barão é treinado por Dedé Pederneiras, o mesmo técnico do campeão dos penas José Aldo Júnior.

* Por Sérgio Boaz.

Fique por dentro de tudo o que acontece no esporte que mais cresce no mundo. Acompanhe entrevista com os grandes campeões, previsões de lutas, calendários no programa Trocação Pura, aos sábados, às 14h10min.

Perdeu algum programa? Clique aqui.

Fevereiro promete ser empolgante em Vegas

10 de janeiro de 2013 0

Será empolgante o UFC marcado para o dia 2 de fevereiro, em Las Vegas, nos Estados Unidos. A luta principal reunirá o campeão José Aldo Júnior colocando seu cinturão em disputa contra o ex-campeão dos leves, o norte-americano Frankie Edgar.

Como perdemos o cinturão dos pesados recentemente, Aldo terá uma responsabilidade maior: defender o seu título e, evitar mais um tropeço brasileiro. Uma outra luta que está aguçando minha curiosidade será entre Demian Maia diante de Jon Fitch, penso que, se o brasileiro vencer este duríssimo adversário, poderá ser contemplado com uma disputa de cinturão da categoria dos meio-médios, dominada pelo canadense Georges St-Pierre.

Ainda teremos entre outros duelos, Minotouro medindo forças contra Rashad Evans e, principalmente, o tão aguardado combate na categoria dos pesados reunindo Antônio “Pezão” Silva e o marrento holandês Alistair Overeem.

* Por Sérgio Boaz.

Cigano merece a revanche

02 de janeiro de 2013 4

Foi um verdadeiro passeio de Cain Velasquez sobre Júnior Cigano. O brasileiro foi irreconhecível, não conseguiu imprimir seu jogo, foi totalmente anulado e, o pior, provou do próprio veneno quando recebeu um duro golpe que o levou à lona.

Na realidade, vendo e revendo o combate, chega-se à conclusão de que Velasquez portou-se como um verdadeiro lutador de MMA (mistura de artes marciais), no início da luta, Cain tentou colocar Cigano para baixo, porém, não obteve sucesso.

Neste momento, surgiu o lutador completo, se utilizou do boxe para surpreender Cigano.

Já passou, os técnicos vão refletir, e Cigano pode voltar melhor. Como cada um venceu uma de forma contundente, Dana White, deve dar nova chance ao brasileiro. Imaginem o que seria esta trilogia.

* Por Sérgio Boaz.

Em combate dramático, Cigano é massacrado, e Velasquez resgata cinturão

30 de dezembro de 2012 0

Em combate dramático, Cigano é massacrado pelas mãos ferozes de Velasquez, que comemora a recuperação do cinturão dos pesos-pesados, título perdido para o brasileiro em novembro do ano passado.

Já passava das 3h da manhã quando o brasileiro Júnior Cigano entrou no octógono sob a incessante pressão das vaias da torcida mexicana, presente em peso para prestigiar o norte-americano Cain Velasquez na luta que marcou a revanche pelo cinturão dos pesos-pesados no UFC 155, em Las Vegas, nos Estados Unidos.

Cigano estava completamente irreconhecível em uma luta atípica, deixando o caminho livre para as investidas de Velasquez. O primeiro round foi decisivo para determinar o resultado final. O norte-americano surpreendeu o brasileiro com seu wrestling e sua pressão incessante dentro do octógono. Mas o golpe fatal veio com um soco direto de direita no primeiro round, mostrando que Velasquez também pode dominar o boxe.

- Eu me preparei o ano inteiro. Esta foi a luta mais difícil, eu estava muito cansado – disse Cain.

No segundo round, Cigano já se mostrou bastante abalado e os sinais de cansaço foram se tornando mais e mais visíveis. No terceiro round, com o rosto bem castigado, Cigano se deixou levar pelos golpes do adversário, sem se defender, nem ao menos atacar, e o desgaste físico dos dois lutadores tomou conta do octógono. No quarto round, Cigano começa a mostrar sinais de recuperação e melhor trocação, mas o domínio de Velasquez é eminente. No último round, o treinador do brasileiro bem que tentou levantar o moral do lutador, lembrando do cinturão e de toda a trajetória para chegar até lá, mas o resultado já estava selado: a volta de um velho novo campeão.

Esta foi considerada por especialistas a pior luta de Cigano. O brasileiro perdeu os cinco rounds. O resultado oficial por decisão unânime do jurados foi 50 a 45, 50 a 43 e 50 a 44.

- Nesta noite, ele foi melhor do que eu. Ele foi em frente o tempo todo. Ele foi muito eficaz. O jogo dele é bastante efetivo, mas eu aprendi na minha vida que nenhuma derrota vai me vencer. Cain Velasquez, eu vou voltar e pegar o meu cinturão de novo – reconheceu Cigano.

Com a vitória de Velasquez, os Estados Unidos passam a ter cinco títulos do UFC. Cain Velasquez, Jon Jones, Ben Henderson, Dominick Cruz e Demetrious Johnson são os representantes. E o Brasil, por sua vez, agora tem três cinturões: Anderson Silva, José Aldo e Renan Barão.

Confira os outros resultados da noite:

- Jim Miller venceu Joe Lauzon por decisão unânime (29 a 28, 29 a 28 e 29 a 28)

- Costa Phillipou venceu Tim Boetsch por nocaute técnico

- Yushin Okami venceu Alan Belcher por decisão unânime (30 a 27, 30 a 27 e 29 a 28)

- Derek Brunson venceu Chris Leben por decisão unânime (29 a 28, 29 a 28 e 29 a 28)

- Eddie Wineland venceu Brad Pickett por decisão dividida (30 a 27, 28 a 29 e 30 a 27)

- Erik Perez venceu Byron Bloodworth por nocaute técnico

- Jamie Varner venceu Melvin Guillard por decisão divida (30 a 27, 27 a 30 e 30 a 27)

- Myles Jury venceu Michael Johnson por decisão unânime (30 a 27, 30 a 27 e 30 a 27)

- Todd Duffee venceu Philip De Fries por nocaute

- Max Holloway venceu Leonard Garcia por decisão dividida (29 a 28, 28 a 29 e 29 a 28)

- John Moraga venceu Chris Cariaso por finalização (guilhotina)

Boxe vs Wrestling

29 de dezembro de 2012 0

Será o boxe afiadíssimo e de mãos rápidas de Júnior Cigano diante de um wrestling não menos afiado de Cain Velasquez.

Na primeira vez o boxe venceu fácil, com um nocaute devastador ainda no primeiro round. O próprio Velasquez reconhece que o brasileiro tem as mãos mais poderosas do UFC. Desta vez, porém, o norte-americano, filho de mexicanos, garante estar mais preparado do que nunca para botar Cigano para baixo e jogar no seu território. O brazuca, por sua vez, afirma que para ele não tem tempo ruim: “Onde a luta se desenrolar eu estarei pronto”.

Façam suas apostas! A madrugada será tensa. Eu não me atrevo a dar palpites, mas também faço parte do bando de loucos que confia em Cigano.

* Por Sérgio Boaz.

Júnior Cigano e Cain Velasquez travam duelo pelo título dos pesados

27 de dezembro de 2012 0

A luta entre Cigano e Cain Velasquez no próximo sábado, 29, em Las Vegas, nos Estados Unidos, pelo UFC 155 está sendo aguardada como uma revanche cheia de alternativas. Quando tirou o cinturão de Velasquez, Cigano não tomou conhecimento do adversário, e o massacrou com um nocaute espetacular.

Cain, sonha com uma luta no chão, porém, Júnior Cigano garante estar bem preparado para desenvolver seu jogo em qualquer situação.

Acredito numa luta eletrizante, contudo, se as mãos rápidas e afiadas entrarem, Velasquez será difícil para o norte-americano.

O maior perigo que corre Cigano é se Velasquez encurtar a distância e conseguir colocá-lo no chão, embora o brasileiro tenha recebido recentemente sua faixa preta de jiu jitsu. Luta será transmitida exclusivamente pelo Canal Combate.

* Por Sérgio Boaz.