Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Posts com a tag "Renan Barão"

Brasil vai disputar cinco cinturões em cinco meses no UFC

04 de março de 2015 0

FW

As últimas disputas de cinturão no UFC com lutadores brasileiros não vêm animando o público local. Júnior Cigano, Anderson Silva e Renan Barão perderam seus títulos. Glover Teixeira, Lyoto Machida e Antônio Pezão foram derrotados em seus desafios. Anderson e Cigano perderam suas revanches. Só José Aldo conseguiu se manter intacto como campeão.

Mas, tudo isso pode mudar nos próximos meses. Até julho, o país vai disputar cinco cinturões do UFC. Além de mais uma defesa de Aldo, os lutadores Vítor Belfort, Fabrício Werdum, Renan Barão e Rafael dos Anjos vão ter a chance de trazer um título para os brasileiros.

Veja os confrontos

Anthony Pettis x Rafael dos Anjos – Peso Leve

UFC-185-poster

A luta ocorre em 14 de março, no UFC 185, em Dallas. O americano Pettis vem de ótima fase, mas o brasileiro surge como principal rival pelo cinturão. Com a decadência da carreira de Ben Henderson e o afastamento por lesão de Khabib Nurmagomedov, o duelo do dia 14 foi sendo desenhado e se concretizou após a vitória de ambos os atletas no mês de dezembro.

TJ Dillashaw x Renan Barão – Peso Galo

UFC_186_pre_sale

Barão vai ao Canadá encarar o atleta que tirou seu título dos galos em 2014. Depois de problemas no corte de peso e uma vitória convincente pra cima de Mitch Gagnon, Barão ganhou mais uma chance do UFC e vai pra cima do americano. O mesmo card reserva o grande retorno de Rampage Jackson à companhia. Ele encara Fábio Maldonado.

Chris Weidman x Vítor Belfort – Peso Médio

ufc_187_belfort_weidman_jones_johnson

O duelo está marcado para o dia 23 de maio em Las Vegas. Mas nada garante que vá mesmo acontecer, visto que a luta já foi desmarcada outras tantas vezes por problemas com os atletas. Até por isso, Jon Jones e Anthony Johnson farão o combate principal do card, para evitar um evento em Vegas sem a disputa de cinturão. Caso o duelo se confirme e ocorra, Belfort vai enfim ter a chance de voltar a ser campeão do UFC contra Weidman que tirou o cinturão de Anderson Silva, venceu o brasileiro pela segunda vez e depois derrotou Lyoto Machida.

Cain Velasquez x Fabrício Werdum – Peso Pesado

maxresdefault

Vai ter gaúcho no octógono do UFC 188, em 13 de junho, na Cidade do México. O duelo deveria ter acontecido em novembro do ano passado. O palco foi montado para os mexicanos mas Velasquez sentiu uma lesão e deu lugar a Mark Hunt. A luta valeu o cinturão interino dos pesados e foi vencida por Werdum. Agora, um novo duelo no México vai unificar os títulos.

José Aldo x Conor McGregor – Peso Pena

maxresdefault (1)

No UFC 189, será a vez de Aldo defender o único cinturão que está atualmente no Brasil.  O duelo ocorre em 11 de julho, em Las Vegas. Será a chance de o brasileiro calar o falastrão irlandês que já prometeu levar o título dos penas do UFC para a Europa.

Além de Renan Barão, outro brasileiro surge com chances na categoria dos galos do UFC

07 de outubro de 2014 0
Divulgação

Divulgação

A categoria dos galos do UFC já foi dominada pelo Brasil por um bom tempo. Renan Barão, precisou conviver com o cinturão interino da categoria por quase dois anos até Dominick Cruz finalmente ter seu título revogado pela companhia por conta de lesões. Mas na segunda defesa de cinturão, Barão perdeu para TJ Dillashaw o posto de melhor da categoria.

Uma revanche foi marcada, mas Barão teve problemas na perda de peso e acabou de fora do card. Uma luta entre os dois, não está descartada, mas um outro brasileiro vem ganhando espaço entre os galos e deve estar próximo de uma luta pelo título. Ele é Raphael Assunção que venceu suas últimas sete lutas, após estrear com derrota no UFC. Entre os triunfos está, inclusive, vitória sobre Dillashaw, em combate eleito a luta da noite no UFC em Barueri, ocorrido em outubro de 2013.

A última vitória foi contra Bryan Caraway, 10º do ranking, no último sábado. Circula nos bastidores do UFC, que Barão e Dominick Cruz, que já voltou a lutar, devem realizar uma luta para definir um futuro adversário para Dillashaw. Mas, nesse tempo, Assunção pode ser escolhido como o próximo desafio do campeão.

Hospitalização de Renan Barão reacende polêmica do corte de peso no UFC; entenda os riscos

30 de agosto de 2014 0
Divulgação

Divulgação

No Trocação Pura deste sábado você confere informações importantes sobre a rotina de perda de peso dos atletas do UFC. Uma destas práticas causou o afastamento de Renan Barão do UFC 177 onde disputaria o cinturão dos galos contra TJ Dillashaw. Barão precisou ser atendido por médicos após passar mal durante sua preparação.

O Dr. Eduardo de Rose, especialista na área, afirma que normalmente os atletas usam meios artificiais, como diuréticos, para chegar a marca desejada. Com isso o corpo perde componentes importantes. “A eliminação de água reduz peso. Quando é obrigatória a perda muito grande de água, junto vão eletrólitos importantes para a função muscular e cardiovascular, como sódio e potássio. As consequências podem ser tremor e contração forte da musculatura”, disse.

O médico garante ainda que os atletas que precisam exigir muito de seu corpo correm riscos. “Um máximo dessa perda pode causar uma parada cardíaca em atletas que nós já observamos por falta de sódio e potássio para o músculo cardíaco”.

Confira o Trocação Pura deste sábado, que ainda tem uma entrevista exclusiva com Fabrício Werdum:

Renan Barão está fora do UFC 177

29 de agosto de 2014 0

renan_barao

Renan Barão passou mal antes da pesagem e está fora da disputa de cinturão dos pesos-galo do UFC 177. O brasileiro teria que atingir 61,2 kg, porém, quando faltava perto de um quilo para bater o peso, sentiu-se mal, perdeu os sentidos e foi levado para o hospital pelo médico da organização, Burt Watson.

Acompanhado de seu treinador de Muay Thai, Alex Chadud, o lutador recebeu soro intravenoso, recobrou os sentidos, mas foi cortado do evento por precaução. O substituto será Joe Soto, que vai enfrentar o atual campeão TJ Dillashaw neste sábado (30), em Sacramento (EUA).

Renan Barão fala sobre luta: "vou partir para o nocaute"

24 de maio de 2014 1

Divulgação

No programa deste sábado, Renan Barão concede entrevista sobre a luta de hoje, quando irá defender o cinturão dos galos contra TJ Dilashaw.

Ouça a entrevista:

Renan Barão rebate provocação de rival, "falar até papagaio fala"; Confira entrevista com o campeão

21 de maio de 2014 0
Foto: Eduardo Gabardo/Rádio Gaúcha

Foto: Eduardo Gabardo/Rádio Gaúcha

*Eduardo Gabardo, direto do Rio de Janeiro

Com uma ascensão meteórica, Renan Barão se tornou em pouco tempo em um dos principais nomes do badalado UFC. Hoje, somente ele e José Aldo são os brasileiros campeões na organização. Curiosamente os dois treinam na mesma academia, a Nova União, no Aterro do Flamengo, no Rio de Janeiro. Neste sábado em Las Vegas, Barão defenderá mais uma vez o seu cinturão. O seu adversário, TJ Dillashaw, não deverá ser páreo. Aos 27 anos, o potiguar manda nos pesos-galo (até 61kg), já venceu todos os principais concorrentes e está invicto no UFC. É o terceiro do ranking peso-por-peso, contando todas as categorias, atrás apenas de Jon Jones e José Aldo. Antes de embarcar para os EUA, ele atendeu a reportagem da Rádio Gaúcha para uma entrevista exclusiva.

Trocação Pura - De que maneira você pode qualificar a preparação feita para essa defesa de cinturão?

Renan Barão – Foi a melhor possível, fizemos um grande trabalho. Vou chegar lá e dar um grande show para todos.

Trocação Pura - O Dillashaw deu entrevistas dizendo que o fôlego não é seu forte. E aí?

Barão – Vamos ver, falar até papagaio fala. O que eu sempre digo é que nunca demonstrei cansaço nas minhas lutas, não vai ser diferente agora.

Trocação Pura – Como você imagina a sua vitória no sábado?

Barão – Com nocaute, eu sempre procuro isso. E vai terminar assim. Vou nocautear ele.

Trocação Pura - Tem que perder muito peso ainda para bater nos 61kg?

Barão – Todo lutador sofre para perder peso na reta final, quando falta 1kg dou uma “ralada”, mas sempre bati o peso, sempre deu tudo certo.

Trocação Pura - Pelo UFC você ainda não lutou no Brasil, e desta vez o combate será em Las Vegas. Faz muita diferença lutar fora?

Barão – Gostaria muito de lutar aqui, mas não tem problema, sei esperar. Vou lá fazer bem o meu trabalho.

Trocação Pura - Atualmente são dois brasileiros campeões no UFC, você e o José Aldo. A curiosidade é que vocês treinam juntos aqui na mesma academia. O que isso representa?

Barão – É o ótimo trabalho que fazemos, já vem de bastante tempo, com dedicação cada vez maior. É fruto de muito trabalho. Simples, essa é a explicação.

Trocação Pura - Para ser um lutador completo, como funciona a divisão de treinos?

Barão – É dureza, de manhã wrestling, jiu-jitsu, muay thai e preparação física. De tarde boxe e a parte de MMA mesmo. Aqui no Brasil conseguimos ter ótima estrutura.

Renan Barão se prepara para duelo contra Dillashaw

09 de abril de 2014 0

O lutador brasileiro Renan Barão se prepara para encarar TJ Dillashaw no dia 24 de maio, em Las Vegas, na defesa do seu título dos pesos-galo do UFC. Em evento no Rio de Janeiro ele declarou que espera uma grande luta contra o adversário e, por isso, está fortalecendo seu wrestling. A estratégia para luta já está desenhada pelo seu treinador Dedé Pederneiras.

Confira imagens do treinamento e a entrevista coletiva com Barão:

Confira sábado, no Trocação Pura, uma entrevista exclusiva com o lutador.

*Informações e imagens direto do Rio de Janeiro, com Eduardo Gabardo

Popó reforça equipe de Barão e José Aldo para o UFC 169

21 de janeiro de 2014 0
Foto: Divulgação/Instagram

Foto: Divulgação/Instagram

Os brasileiros campeões do UFC, Renan Barão e José Aldo treinam juntos na Academia Nova União há muito tempo. Sendo assim, a preparação de ambos para o UFC 169, onde os dois defendem seus cinturões é feita em conjunto. Mas a partir de agora, os dois atletas ganham um reforço nos treinamentos. Trata-se do ex-campeão de boxe Acelino Popó Freitas. Em entrevista ao portal Combate.com, o líder da equipe, Dedé Pederneiras, disse que os ensinamentos de Popó podem ser o diferencial tanto para José Aldo quanto para Barão nas lutas contra Ricardo Lamas e Urijah Faber, respectivamente.

Barão defende pela primeira vez seu cinturão linear dos galos contra Faber. Após a lesão de Dominick Cruz, o brasileiro que era o campeão interino foi declarado como o dono do cinturão. Na mesma noite, José Aldo defende o título dos penas contra Ricardo Lamas.

O UFC 169, ocorre no dia 1º de fevereiro em Newark (EUA). Vale lembrar que as lutas ocorrem no mesmo final de semana do Super Bowl, final do campeonato nacional de futebol americano. Por isso, o UFC investiu alto na formação do card, visando um grande lucro em pey-per-views.

 

 

Renan Barão tem novo adversário

07 de janeiro de 2014 0
Divulgação / UFC

Divulgação / UFC

O brasileiro Renan Barão é o campeão da categoria peso-galo do UFC. Ele enfrentaria Dominick Cruz em fevereiro, contudo, o adversário voltou a se machucar. De campeão interino, Barão é o campeão incontestável.

A defesa de título será dia 1º de fevereiro no UFC 169, em Newark. O adversário será Urijah Faber, foi contra ele o “Califórnia Kid”, que Barão conquistou o cinturão interino. No mesmo card, José Aldo coloca seu título em jogo diante de Ricardo Lamas.

Urijah Faber esteve em Las Vegas para assistir ao UFC 168

Urijah Faber esteve em Las Vegas para assistir ao UFC 168

UFC confirma combate entre Renan Barão e Dominick Cruz para fevereiro

30 de outubro de 2013 0
Fotos: Divulgação

Fotos: Divulgação

O UFC anunciou, enfim, a data para o combate que unificará o título provisório de Renan Barão com o título dos galos que pertence a Dominick Cruz. Lesionado desde 2011, o americano se recuperou de lesão no joelho e poderá lutar no início do ano que vem. A luta ocorrera no dia 1º de fevereiro, no UFC 169. A companhia já havia sido criticado por fãs e especialistas que não entendiam o fato de  Barão não receber o cinturão definitivo com o afastamento de 2 anos do adversário, visto que Frank Mir, ex-campeão dos pesados, perdeu esta condição ficando afastado pouco mais de um ano da companhia, por conta de uma lesão.

A última luta de Cruz no UFC foi no dia 1 de outubro de 2011, contra Demetrious Johnson. A título de curiosidade, desde esta luta, Johnson já enfrentou cinco concorrentes e se sagrou campeão dos moscas, categoria criada ao final de 2012. No mesmo período, Renan Barão derrotou, também, cinco adversários, conquistando o título interino ainda em 2012.

José Aldo x Ricardo Lamas

O brasileiro José Aldo fará o Main Event da noite contra o americano Ricardo Lamas. Com um cartel de 23 vitórias e apenas uma derrota, Aldo vem de cinco defesas de cinturão e mirava uma superluta contra Anthony Pettis, campeão dos leves. Mas os planos do brasileiro vão ter que esperar, pois o UFC viu no segundo colocado do ranking dos penas o adversário ideal para o campeão. Lamas tem 31 anos, lutou quatro vezes no UFC, ainda sem derrotas.

O UFC 169

O encontro de campeões e a defesa de cinturão de José Aldo ocorrem em um evento nobre para o UFC. O dia 1º de fevereiro marca a véspera do Super Bowl(final da liga de futebol americano) nos EUA e a companhia espera um recorde em arrecadação.  Já foi confirmado também o embate entre Frank Mir e Alistair Overeem.