Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Posts com a tag "Vítor Belfort"

Brasil vai disputar cinco cinturões em cinco meses no UFC

04 de março de 2015 0

FW

As últimas disputas de cinturão no UFC com lutadores brasileiros não vêm animando o público local. Júnior Cigano, Anderson Silva e Renan Barão perderam seus títulos. Glover Teixeira, Lyoto Machida e Antônio Pezão foram derrotados em seus desafios. Anderson e Cigano perderam suas revanches. Só José Aldo conseguiu se manter intacto como campeão.

Mas, tudo isso pode mudar nos próximos meses. Até julho, o país vai disputar cinco cinturões do UFC. Além de mais uma defesa de Aldo, os lutadores Vítor Belfort, Fabrício Werdum, Renan Barão e Rafael dos Anjos vão ter a chance de trazer um título para os brasileiros.

Veja os confrontos

Anthony Pettis x Rafael dos Anjos – Peso Leve

UFC-185-poster

A luta ocorre em 14 de março, no UFC 185, em Dallas. O americano Pettis vem de ótima fase, mas o brasileiro surge como principal rival pelo cinturão. Com a decadência da carreira de Ben Henderson e o afastamento por lesão de Khabib Nurmagomedov, o duelo do dia 14 foi sendo desenhado e se concretizou após a vitória de ambos os atletas no mês de dezembro.

TJ Dillashaw x Renan Barão – Peso Galo

UFC_186_pre_sale

Barão vai ao Canadá encarar o atleta que tirou seu título dos galos em 2014. Depois de problemas no corte de peso e uma vitória convincente pra cima de Mitch Gagnon, Barão ganhou mais uma chance do UFC e vai pra cima do americano. O mesmo card reserva o grande retorno de Rampage Jackson à companhia. Ele encara Fábio Maldonado.

Chris Weidman x Vítor Belfort – Peso Médio

ufc_187_belfort_weidman_jones_johnson

O duelo está marcado para o dia 23 de maio em Las Vegas. Mas nada garante que vá mesmo acontecer, visto que a luta já foi desmarcada outras tantas vezes por problemas com os atletas. Até por isso, Jon Jones e Anthony Johnson farão o combate principal do card, para evitar um evento em Vegas sem a disputa de cinturão. Caso o duelo se confirme e ocorra, Belfort vai enfim ter a chance de voltar a ser campeão do UFC contra Weidman que tirou o cinturão de Anderson Silva, venceu o brasileiro pela segunda vez e depois derrotou Lyoto Machida.

Cain Velasquez x Fabrício Werdum – Peso Pesado

maxresdefault

Vai ter gaúcho no octógono do UFC 188, em 13 de junho, na Cidade do México. O duelo deveria ter acontecido em novembro do ano passado. O palco foi montado para os mexicanos mas Velasquez sentiu uma lesão e deu lugar a Mark Hunt. A luta valeu o cinturão interino dos pesados e foi vencida por Werdum. Agora, um novo duelo no México vai unificar os títulos.

José Aldo x Conor McGregor – Peso Pena

maxresdefault (1)

No UFC 189, será a vez de Aldo defender o único cinturão que está atualmente no Brasil.  O duelo ocorre em 11 de julho, em Las Vegas. Será a chance de o brasileiro calar o falastrão irlandês que já prometeu levar o título dos penas do UFC para a Europa.

Jacaré passa Anderson Silva no ranking dos médios; Pezão despenca ente os pesados

25 de fevereiro de 2015 0

1017565_10153399358043998_5682412192924510078_n

O UFC divulgou no final da terça-feira a atualização de seus rankings. Como já se esperava, Anderson Silva perdeu o posto de número um dos médios para Ronaldo Jacaré. Vítor Belfort, desafiante ao título, é apenas o quarto, vendo Lyoto Machida no terceiro posto. Entre os pesados, a fraca exibição de Antônio Pezão em Porto Alegre o fez cair quatro posições. Frank Mir subiu duas.

Ainda não se sabe o futuro de Anderson Silva no UFC. Enquanto isso não é definido, Jacaré aparece como provável adversário do vencedor do duelo entre Weidman e Belfort, que ocorre no UFC 187, em 23 de maio, na cidade de Las Vegas. Para isso, o brasileiro precisa confirmar vitória contra Yoel Romero, em 4 de abril.

Antônio Pezão também tem futuro indefinido na companhia. Com três derrotas e um empate em suas últimas quatro lutas ele ainda deve ganhar chances no UFC, mas a sequência de vitórias precisa voltar o mais rápido possível. O atleta que já esteve no topo da categoria lutando pelo título, hoje é o 12º. Frank Mir que venceu aqui em Porto Alegre subiu dois postos e é 11º.

O maior vencedor da atualização do ranking foi Michael Johnson, que venceu Edson Barboza em Porto Alegre. Enquanto o brasileiro caiu dois lugares, o americano subiu seis e é 6º. Iuri Marajó e Jessica Andrade, outros brasileiros que perderam em Porto Alegre, também caíram no ranking.

Veja os rankings do UFC:

rankingufc

Rivais provocam Belfort e acreditam que ele não vai lutar contra Weidman em dezembro

12 de agosto de 2014 0
Divulgação: Twitter

Belfort se prepara para luta em dezembro. Divulgação: Twitter

Vitor Belfort convive com a expectativa pela disputa de mais um cinturão em sua carreira. Mas a luta marcada para o dia 6 de dezembro, no UFC 181, é considerada uma incógnita pelos rivais do brasileiro na categoria dos médios. Tanto o próprio campeão, Chris Weidman, quanto outros postulantes ao título, declaram aos quatro ventos que não acreditam em um Belfort preparado para o embate.

Depois da proibição do uso do TRT, da nova preparação do brasileiro e da obtenção da licença, passaram a chover fotos na web mostrando um Vitor mais magro. Este é o ponto de partida para as provocações.

Weidman – O americano publicou uma comparação de fotos de Belfort com a seguinte frase “Espera aí: é isso que acontece quando você substitui TRT por TNT?”

Luke Rockhold – “Vitor Belfort está fininho, com um pescoço de galinha”. Esta foi a frase do americano, que já foi derrotado por Vítor, a uma rádio dos EUA, repercutida no portal combate.com.  O atleta não acredita que o brasileiro possa estar bem para a luta. “Vitor está magrinho, não sei como ele vai manter seu peso no limite de cima da categoria”.

Tim Kennedy –  Fala de Kennedy ao portal Bloody Elbow: “Ele pode estar se dopando com ajuda de médicos que farão ele não ser pego e está treinando bem. A outra chance é dele tentar ficar limpo, mas ver que não consegue competir assim e desiste. A terceira opção é que Vitor tente lutar sem se dopar e acabe se machucando feio. E a última é se dopar, ser pego no teste. Vejo as três últimas com 90% de chance de ocorrer”.

Resta ao lutador brasileiro seguir sua preparação para a luta e responder a tudo isso dentro do octógono. O UFC 181, ocorre em Las Vegas, no dia 6 de dezembro,  e ainda terá o duelo entre o campeão dos leves Anthony Pettis e Gilbert Melendez.

"Aquele cinturão é meu", avisa Vítor Belfort

04 de janeiro de 2014 3
Divulgação/Instagram

Divulgação/Instagram

*Direto de Las Vegas

O Trocação Pura acompanhou de perto tudo que cercou o UFC 168 antes e depois do evento. Com a vitória de Chris Weidman, um novo caminho se abre para a disputa do cinturão dos médios. Vítor Belfort é o próximo desafiante e o grande ano de 2013 do lutador o credencia para acreditar que o cinturão voltará ao Brasil.

Em conversa com Sérgio Boaz, Vítor exaltou o povo brasileiro e disse que o cinturão precisa voltar para o país. Segundo ele, este destino já foi “escrito nas estrelas”.

Também em entrevista, o treinador de Chris Weidman, Ray Longo, foi só elogios para Vítor, afirmando que ele é um atleta top e perigoso. Mesmo assim, garantiu que o americano está tranquilo e confiante.

 Ouça o programa deste sábado

Vitor Belfort: "cinturão dos médios será meu em 2014"

29 de dezembro de 2013 0

Vitor Belfort estava só esperando o fim da luta entre Chris Weidman e Anderson Silva para saber quem seria seu adversário. Ele vai tentar o cinturão da categoria.

E depois da derrota do brasileiro, o Belfort teve a confirmação de que será o americano Chris Weidman. Depois da luta na madrugada deste domingo (29) em Las Vegas, Vitor Belfort, falou com os jornalistas sobre a lesão de Anderson Silva , o Spider,  e sobre a forma que a luta foi encerrada.

Assista ao vídeo:

 

“Triste de terminar assim, imagino a dor que deve ser para um atleta sofrer uma lesão dessas. Lamentável ver a dor de Anderson Silva no octógono. Senti como se a dor fosse minha, sei o quanto trabalhamos para isso, mas faz parte, são ossos do ofício, sabemos que pode acontecer. Triste saber que terminou dessa forma. Ali é um trabalho. A intenção não é quebrar ou machucar, é ganhar. Terminar de uma maneira dessa é triste,  ficamos sentidos pelo atleta, somos atletas, sentimos na pele, só sabe quem passa ali dentro. É muito triste “, disse Belfort

Belfort venceu Henderson com chute de perna machucada

12 de novembro de 2013 0
Divulgação/Twitter

Divulgação/Twitter

A incrível vitória de Vítor Belfort no último sábado sobre Dan Henderson ganhou mais um capítulo após o combate. O brasileiro relatou depois da luta que sofreu uma lesão na sua perna esquerda, duas semanas antes de entrar no octógono. Considerando fazer infiltrações, o lutador abandonou esta ideia e resolveu ir para a superação. Deu certo, e Vítor conseguiu finalizar a luta ainda no primeiro round, evitando que com a continuidade do combate a lesão na perna pudesse atrapalhar. Agora o peso-médio terá tempo para se recuperar e esperar por Anderson Silva ou Chris Weidman na luta pelo cinturão.

Thiago Tavares 

Quem também quase ficou fora do UFC em Goiânia por uma lesão foi Thiago Tavares. Durante o aquecimento para o combate contra o americano Justin Salas, Tavares cortou o supercílio. A profundidade do machucado quase fez um dos médicos da organização impedir a luta. Após o atendimento do cutman, Tavares foi orientado a não aquecer mais e precisou esperar cerca de 30 min até entrar no octógono e vencer seu combate.

Ronny Jason

Nocauteado por Jeremy Stephens, o cearense ficará seis meses suspenso pela Comissão Atlética Brasileira de MMA (CABMMA). A comissão aplica suspensões aos atletas após os eventos de MMA para que eles se recuperem fisicamente. Vítor Belfort, por exemplo, recebeu apenas 14 dias de suspensão. O gancho de Jason é o maior entre todos os lutadores que lutaram em Goiânia, juntamente com Brandon Tatch, que venceu Paulo Thiago.

Após estreia vitoriosa entre os médios, Lyoto mira luta contra Belfort

28 de outubro de 2013 0
Divulgação UFC

Divulgação UFC

O UFC em Manchester, Inglaterra, marcou a estreia de Lyoto Machida na categoria dos médios do UFC. Mais do que isso, o nocaute espetacular sobre Mark Muñoz, com apenas 3 minutos e 10 segundos de luta, deu ao lutador força dentro da categoria. Aproveitando a situação, o brasileiro já definiu quem ele gostaria que fosse o seu próximo adversário. Segundo o presidente do UFC, Dana White, o pedido foi para um embate com o compatriota Vítor Belfort, que vai encarar Dan Henderson, no dia 9, em Goiânia.

Mas a luta ainda não está confirmada. Isto porque, Belfort vem rejeitando lutas propostas pelo UFC e não se sabe se um embate contra Lyoto estaria nos planos do lutador. Uma luta entre ambos já foi ventilada pela companhia há pouco tempo, mas foi rechaçada por Vítor, que disse só lutar entre os médios, pelo título. A definição só deve vir após o combate dele contra Henderson.

Confira como foi o UFC em Manchester, no sábado:

Médios – Lyoto Machida derrotou Mark Muñoz
Leves – Ross Pearson derrotou Melvin Guillard
Meio Pesados – Jimi Manuwa derrotou Ryan Jimmo
Leves – Norman Parke derrotou Guam Jon Tuck
Médios – Nico Musoke derrotou Alessio Sakara
Moscas – John Lineker derrotou Phil Harris

Leves – Al Iaquinta derrotou Piotr Hallmann
Médios – Luke Barnatt derrotou Andrew Craig
Galos – Jéssica Andrade derrotou Rosi Sexton
Penas – Cole Miller derrotou Andy Ogle
Penas – Jimy Hettes derrotou Robert Whiteford
Médios – Brad Scott derrotou Michael Kuiper

Sérgio Boaz analisa o possível combate entre Machida e Belfort:

Cinturão de Ouro agita o mundo do Boxe

14 de setembro de 2013 0

MayweatherVsCanelo

* Por Sérgio Boaz

A luta de boxe mais esperada dos últimos tempos ocorre na noite deste sábado (14): Floyd Mayweather Vs Saul Canelo Alvarez. Reunindo duas gerações, o combate movimenta um dos principais hotéis de Las Vegas.

O técnico de Junior Cigano, Luis Dórea, é um dos principais convidados do programa.

E ainda: Vítor Belfort foi conferir o treino da Seleção Brasileira e foi entrevistado pelo repórter José Alberto Andrade. O lutador revela: “Juan foi meu reserva na base do Flamengo”.

Confira o Trocação Pura:

Fique por dentro de tudo o que acontece no esporte que mais cresce no mundo. Acompanhe entrevista com os grandes campeões, previsões de lutas, calendários no programa Trocação Pura, aos sábados, às 14h.

Perdeu algum programa? Clique aqui.

UFC oficializa próximas lutas de Belfort, Wanderlei e Lyoto

22 de agosto de 2013 0

O UFC oficializou nos últimos dias as voltas de três brasileiros importantes ao octógono. O primeiro foi Vítor Belfort. O brasileiro que rejeitou lutar contra Tim Kennedy e Lyoto Machida, vai enfrentar a lenda do MMA, Dan Henderson, no UFC Goiânia em 9 de novembro. A luta será uma revanche do confronto ocorrido no Pride 32, quando o americano venceu por pontos.

O adversário preferido de Belfort era Chael Sonnen, mas o falastrão por sua vez pediu para lutar com Wanderlei Silva e teve seu pedido aceito. O duelo foi agendado para o UFC 167, que terá George Saint-Pierre e Johnny Hendricks na luta principal. Sonnen e Silva fariam o co-main event. O duelo porém ainda não é 100% garantido pois, Wanderlei ainda fará uma avaliação física para saber se pode lutar no dia 17 de novembro. O evento marcará os 20 anos do UFC e será em Las Vegas.

Lyoto Machida por sua vez fará sua estreia na categoria dos médios contra Tim Kennedy. Os dois possíveis adversários de Belfort acabaram sendo escolhidos para o confronto que ocorre no UFC Fight For The Troops 3. O evento terá a plateia formada apenas para soldados americanos e ocorre em 6 de novembro.

Estas três lutas foram confirmadas por Dana White e pela própria organização.

Luta entre Lyoto e Belfort está nos planos do UFC

15 de agosto de 2013 0

arte

O que era apenas um rumor nos bastidores do UFC, passou a ser uma possibilidade real de luta. Lyoto Machida e Vítor Belfort podem subir ao octógono para um confronto inédito. O chefão da companhia, Dana White, já deu seu aval para o confronto e iniciou as negociações. Machida também já disse sim ao desafio e, em entrevista ao combate.com, disse ter certeza de que seu provável adversário também irá aceitar.

Belfort ainda não se pronunciou. O brasileiro rejeitou uma possível luta com Tim Kennedy e afirmou só lutar no peso médio se for pelo cinturão, atualmente com Chris Weidman. Com isso uma luta contra o meio-pesado, Lyoto Machida, parece mais viável. Mesmo assim, Dana White já declarou que Belfort tem escolhido seus últimos adversários e que Lyoto parece não estar em seus planos.

Se ocorrer, a luta será confirmada para os Estados Unidos. O UFC já constatou que os brasileiros não gostam de ver dois compatriotas dividindo octógono e a torcida em um evento no país. Outra preocupação da companhia é perder de alguma forma o prestígio que os dois mantém em sua terra natal para serem estrelas de futuros eventos em solo brasileiro.