Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Cadê minha vaga?

24 de junho de 2009 10

Nem com revezamento.../Valther Ostermann

Com 170 mil carros e 30 mil motos emplacadas em Blumenau, a cidade não comporta nem um patinete a mais. Problemão para a administração pública. E problemão para os motociclistas, cujos espaços a eles destinados para estacionamento no Centro da cidade já são insuficientes. Mesmo com estas limitações físicas, cabe às autoridades encontrar solução. Significativa parte do setor de serviços roda sobre duas rodas e a esmagadora maioria das motos que circulam está a trabalho. Passeios, só nos fins de semana, quando não faltam vagas, e nem são necessárias.

Nestas horas agradeço não ser presidente do Seterb, mesmo que tivesse competência.  

Postado por Valther Ostermann

Comentários (10)

  • André diz: 25 de junho de 2009

    Bueno! Concordo com o Bueno.

  • Pessoa Comum diz: 26 de junho de 2009

    André (25/06/2009 às 11h45min), folgo em saber que alguém sentiu falta dos meus pitacos! Mas não estou com gripe, não. Faz teeeeempo que não pego gripe. Se ela inventa de aparecer dou uns pitacos e ela logo vai embora (rs). Abraço.

  • André diz: 25 de junho de 2009

    Pessoa Comum está doente? Não deu um pitaco aqui hoje ainda. Gripe?…

  • Bueno diz: 25 de junho de 2009

    Pq as pessoas precisam vir ao Centro para atender suas necessidades?
    Pq não criar/incentivar centros de bairros, com esses serviços publicos?
    E pq tudo tem que começar a funcionar as 8h e encerrar as 18h?
    E pq não criar anéis viarios periféricos para evitar passar no Centro sempre que se vai de um extremo ao outro da cidade?
    Pq tudo isso requer trabalho, comprometimento, competencia, dedicação, seriedade…e isso não vem no pacote de acertos dos cargos publicos. Então ficamos assim…

  • Claudio diz: 25 de junho de 2009

    Pois é; aí tem aquela vaga em que cabem, digamos, de 2 a 3 carros. Vem a moto, metida, e estaciona bem no meio, comprometendo tudo.
    Antes que os motociclistas me joguem pedras, também tem a outra versão: a mesma vaga para,digamos, 3 carros, vem um carro e se esparrama na vaga, ocupando mais do que precisaria. Geralmente madames. Xii, agora cutuquei!…

  • Ada diz: 25 de junho de 2009

    Não quero fazer propaganda, mas pago 40 pila por mês pra deixar minha moto num estacionamento onde tenho segurança.
    Mesmo pra ir fora de hora o cara deixa a moto num estacionamento e paga 2,00 pra deixar lá umas 3 ou 4 horas.

  • Julio de Blumenau diz: 25 de junho de 2009

    Valther, estradas, elevados, viadutos e trevos sugeridos pelo nosso amigo Valdemir, só servem para desumanizar as cidades. Os espaços não podem privilegiar apenas os veículos motores. Voce ainda não era nascido Valther, quando estudos revelavam que o máximo que um veículo poderia andar, seria da garagem ao portão. O problema se agrava por acharmos que o carro é sinônimo de prosperidade. Não é.

  • Sidnei Venturi diz: 25 de junho de 2009

    Qdo fizeram o projeto de revitalizaçao da Rua VX, foram extintas muitas vagas de estacionamento. Antes da obra em toda a extensao da rua era possível estacionar.
    Quem fez e quem aprovou o projeto nao pensou na crescente demanda de vagas de estacionamento nas vias públicas da cidade, em virtude do elevado aumento da frota de veículos em Blumenau.
    Mas aqui é o Brasil e aqui se faz obras assim. Sem planejamento.

  • Valdemir Nicoletti diz: 24 de junho de 2009

    O problema Walther, é que no seterb os caras só tem criatividade pra implantar semáfaros, criar trevos, rotatórias mal feitas diga-se na alameda e outra no fidélis, e achar que a solução do transito está na criação de corredores de onibus. Enquanto isso não vemos ninguem planejar obras de impacto, como viadutos, elevados, pontes e etc. Pelo contrário, deixam construir em cima de esquinas e quando fazem reubarnização de ruas, diminuem os espaços de estacionamentos.

  • Charles Ringenberg diz: 25 de junho de 2009

    Precisamos urgentemente de um verdadeiro engenheiro de tráfego, formado na área, que tenha como extra o conhecimento de alguns truques de mágica e que saiba como burlar a lei da física que diz que dois corpos não podem ocupar o mesmo espaço.

Envie seu Comentário