Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Posts do dia 4 julho 2009

Feijoada completa

04 de julho de 2009 4

Concorridíssima/Valther Ostermann

Estive na concorridíssima feijoada do Batalhão, sábado, 3. Já é tradição do nosso 23º. BI servir, em julho, o prato nacional. Ainda bem que é em julho; fosse no verão de Blumenau, precisaria de ambulância na porta, como dizia o genial Sérgio Porto. Feijoada é prato gorduroso, pesado, rico em condimentação. Dizem que não a digerimos, ela é que nos digere.

No entanto, é saborosa. Cairia bem como prato nacional de países frios. Canadá, por exemplo. Ou Noruega. Mas, se o Brasil tropical não tem lógica, tem gosto. E gosta de feijoada. A gordura excessiva é dissolvida com caipirinha e estamos conversados. Para tudo tem solução, não tem?

O prato é tão popular que inspirou até nosso maior letrista, Chico Buarque. Sua música Feijoada completa é quase uma receita.

 

Postado por Valther Ostermann

A Terra não é o centro do universo

04 de julho de 2009 5

Galleu Galilei/divulgação

Às vezes me pego imaginando quantos talentos já foram sufocados pelo obscurantismo ao longo da história. A ignorância é poderosa e não dá refresco em sua permanente luta contra a evolução da humanidade. Dos casos conhecidos, o mais famoso é o de Galileu Galilei que, na marra e no terror, teve que abjurar a verdade que defendia. E, no entanto, ela prevaleceu, mas com o atraso patrocinado pelo atraso.

Olha aí o que o cientista teve que assinar para fugir da morte sob tortura:

“Eu, Galileu, filho do falecido Vincenzo Galilei, florentino, de setenta anos de idade, intimado pessoalmente à presença deste tribunal e ajoelhado diante de vós, Eminentíssimos e Reverendíssimos Senhores Cardeais inquisidores-gerais contra a gravidade herética em toda a comunidade cristã, tendo diante dos olhos e tocando com as mãos os Santos Evangelhos, juro que sempre acreditei, que acredito, e, mercê de Deus, acreditarei no futuro, em tudo quanto é defendido, pregado e ensinado pela Santa Igreja Católica e Apostólica. Mas, considerando que (… ) escrevi e imprimi um livro no qual discuto a nova doutrina (o heliocentrismo) já condenada e aduzo argumentos de grande força em seu favor, sem apresentar nenhuma solução para eles, fui, pelo Santo Oficio, acusado de veementemente suspeita de heresia, isto é, de haver sustentado e acreditado que o Sol está no centro do mundo e imóvel, e que a Terra não está no centro, mas se move; desejando eliminar do espírito de Vossas Eminências e de todos os cristãos fiéis essa veemente suspeita concebida mui justamente contra mim, com sinceridade e fé verdadeira, abjuro, amaldiçoo e detesto os citados erros e heresias, e em geral qualquer outro erro, heresia e seita contrários à Santa Igreja, e juro que no futuro nunca mais direi nem afirmarei, verbalmente nem por escrito, nada que proporcione motivo para tal suspeita a meu respeito.”

Postado por Valther Ostermann