Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Posts do dia 22 julho 2009

Sempre me arrepia...

22 de julho de 2009 6

Sou daqueles que assistem a comerciais.

Bons comerciais existem. Alguns, inesquecíveis.

Divido este com vocês.

Um texto brilhante, inspirado e sempre atual, valorizado por imagens que se encaixam com perfeição.

Assistam. Vai arrepiar. E fazer pensar.

Postado por Valther Ostermann

Modelos fotográficos

22 de julho de 2009 5

Sai bem na foto... mas só na foto./Divulgação

Quem será o autor dos magníficos sanduíches fotografados e depois estampados naqueles anúncios luminosos que ornamentam as lanchonetes especializadas?

São lindos, apetitosos, simétricos, perfeitos, encorpados, quase uma obra de arte. Falam direto ao apetite.

Bem diferente dos sanduíches sem charme, no comparativo, que a lanchonete ornamentada serve aos clientes.

Se quem os faz, fizesse para vender e não apenas para fotografar,  ficaria rico.

Postado por Valther Ostermann

Suína... não existe?

22 de julho de 2009 6

Substantivo masculino/Divulgação

O nome oficial é H1N1. Ou influenza A.

Mas todo mundo chama de gripe suína, porque teria sido no organismo do porco que o vírus sofreu mutação.

Dia destes, escrevendo sobre o tema, fui ao Aurélio.

Encontrei suíno, substantivo masculino: Pertencente ou relativo ao porco, ou próprio dele; porcino; porqueiro.

Suína, nem pensar. Não tem no dicionário. Não no meu, quer dizer, do Aurélio.

Coisa mais machista!

Postado por Valther Ostermann

Bom conselho

22 de julho de 2009 5

Criação digital de um spam/Alex Dragulesco

Se você acessa este blog, é usuário de computador.

Se é usuário, está sujeito a vírus.

Ora, vírus são como os vampiros da lenda, só entram se forem convidados.

Mas como convidam!

Uma pesquisa feita com 800 usuários nos EUA e Canadá constatou que quase um terço deles admite abrir (e responder), vez por outra, uma mensagem que poderia ser spam. E a grande maioria – 80% – não achava que seu computador estava em risco de se tornar uma máquina-zumbi. Pois sim!

A dica é: desconfie. Se parecer bom demais para ser verdade, é porque provavelmente é mesmo bom demais para ser verdade.

Postado por Valther Ostermann