Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Ferro nas operadoras

28 de julho de 2009 3

O fim da tortura?/Wikipédia

O Sistema Nacional de Defesa do Consumidor, vinculado a Ministério da Justiça, entrou, nesta terça, com duas ações judiciais coletivas, nos valores de R$ 300 milhões cada uma, contra as empresas Oi/Brasil Telecom e Claro, pelo desrespeito às regras dos serviços de atendimento aos consumidores.

Aquela miséria de nos deixar pendurados ao telefone por horas. Quem ainda não experimentou este calvário?

Pode dar em nada, mas um susto assim também pode fazer com que passem a nos respeitar um pouco. Um pouquinho, pelo menos.

Postado por Valther Ostermann

Comentários (3)

  • Charles diz: 28 de julho de 2009

    Dá nada não, Valther. Não existe algo mais furado no Brasil do que ações judiciais. Sempre haverá um acordo de cavalheiros e elas sairão como entraram no processo. E o pior, cobrarão os 300 milhões da gente, sem dó nem piedade. A força está do lado do consumidor. Se boicotar e for pra concorrência, aí sim elas melhoram. Ou fecham de vez.

  • André diz: 29 de julho de 2009

    Novamente vamos esperar sentados!

  • Gambá diz: 29 de julho de 2009

    As operadoras telefônicas arrecadam, só com a taxa básica mensal, cerca de 15 bilhoes de reais por ano. Supõe-se então que: “Elas não estão nem aí para essa multinha”. Pelo contrário, estão é rindo de nós, sem dó, nem piedade. Com tanto dinheiro, não existe governo e nem congresso que mude isso. Pensem bem. Assim que um congressista entrar com algum projeto para mudar as regras da telefonia, um poderoso lobista das operadoras vai aparecer com um “saco de dinheiro” e vai continuar tudo como está.

Envie seu Comentário