Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Posts do dia 31 julho 2009

Blablablá

31 de julho de 2009 17

Toque de recolher em Blumenau: não vai passar.

Guarda municipal em Blumenau: não vai passar.

Como ficamos?

Ficamos na estaca zero.

Não que estejamos a defender um ou outro, os dois ou nenhum. Mas é que, na hipótese provável de nenhum passar, se terá discutido um bocado, por um bocado de tempo, para nada.

Estaca zero, pois.

Postado por Valther Ostermann

Batendo na madeira

31 de julho de 2009 3

Chuvas que não param/Artur Moser
Novembro ainda dói, e vem aí agosto, com esta chuva toda. Queira Deus que não faça jus à fama de mês aziago.

Postado por Valther Ostermann

Simpatias

31 de julho de 2009 8

Pretendo inverter este jogo/Divulgação

Minha batalha contra o tabagismo começa na próxima semana; depois conto o porquê. Até lá, quero agradecer as muitas manifestações de apoio, aqui e também recebidas através de e-mails.

A título de curiosidade, aí vão duas simpatias que chegaram e que, caso tudo falhe, lançarei mão. São trabalhosas. Até coqueiro exige uma, três luas cheias outra. 

Pegue um coco verde em uma sexta feira, fure sem deixar cair nenhuma gota da água. Escreva o nome da pessoa viciada em cruz em um papel branco, coloque dentro do coco e tampe o furo com gotas de vela. Enterre o coco debaixo de um coqueiro, reze 3 Pai Nosso e 3 Ave Maria. Diga em seguida: “Ofereço esta oração para o Anjo da Guarda do…. (dizer o nome) para que ajude a esquecer o vício de fumar. Amém.” Esta simpatia não pode ser feita pela pessoa que tem o vicio.

*

Pegar 7 bitucas de cigarro do viciado, guardar em um saquinho de pano e acrescentar um punhado de sal grosso. Jogar na água corrente e dizer: “Assim como a água corre, leve embora o meu vício e não volte mais.” Fazer a simpatia 3 sextas-feiras. Sempre na lua cheia.

Postado por Valther Ostermann

Má notícia para a Souza Cruz

31 de julho de 2009 20

Pretendo inverter este jogo. /Divulgação

A galera da redação do Santa não está botando fé na minha nova – e definitiva – intenção de abandonar o tabagismo.

Dou-lhes razão, os antecedentes não me são favoráveis. Passei os dois últimos anos sem fumar, recaí feio.

Fumar é um prazer. Daqueles que fazem mal, tipo costela gorda, torresmo, chocolate três vezes ao dia e desjejum de ovos fritos com bacon.

Lentilhas, que odeio, só faz bem. Quem disse que a vida é justa?

 Mas hei de vencer. Sou veterano nesta guerra, já deixei de fumar uma dúzia de vezes, recaí treze. Desta vez, porém, tenho duas motivações a mais: Lula aumentou a taxação, fumar virou coisa dazelite, e tenho que provar para a galera da Redação que força de vontade é comigo mesmo.

Se alguém aí do universo dos leitores souber de algum truque, simpatia ou mandinga para ajudar, por favor, não se acanhe. Toda ajuda será bem-vinda (estou com preguiça de verificar se bem-vinda ainda é com hífen).

Mas atenção: o início da deixada será daqui a uma semana. Não me cobrem antes. E já estou ficando insuportável, na antecipação de que ficarei insuportável na primeira fase.

Acontece com todos.  

Postado por Valther Ostermann