Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Posts de julho 2009

Blablablá

31 de julho de 2009 17

Toque de recolher em Blumenau: não vai passar.

Guarda municipal em Blumenau: não vai passar.

Como ficamos?

Ficamos na estaca zero.

Não que estejamos a defender um ou outro, os dois ou nenhum. Mas é que, na hipótese provável de nenhum passar, se terá discutido um bocado, por um bocado de tempo, para nada.

Estaca zero, pois.

Postado por Valther Ostermann

Batendo na madeira

31 de julho de 2009 3

Chuvas que não param/Artur Moser
Novembro ainda dói, e vem aí agosto, com esta chuva toda. Queira Deus que não faça jus à fama de mês aziago.

Postado por Valther Ostermann

Simpatias

31 de julho de 2009 8

Pretendo inverter este jogo/Divulgação

Minha batalha contra o tabagismo começa na próxima semana; depois conto o porquê. Até lá, quero agradecer as muitas manifestações de apoio, aqui e também recebidas através de e-mails.

A título de curiosidade, aí vão duas simpatias que chegaram e que, caso tudo falhe, lançarei mão. São trabalhosas. Até coqueiro exige uma, três luas cheias outra. 

Pegue um coco verde em uma sexta feira, fure sem deixar cair nenhuma gota da água. Escreva o nome da pessoa viciada em cruz em um papel branco, coloque dentro do coco e tampe o furo com gotas de vela. Enterre o coco debaixo de um coqueiro, reze 3 Pai Nosso e 3 Ave Maria. Diga em seguida: “Ofereço esta oração para o Anjo da Guarda do…. (dizer o nome) para que ajude a esquecer o vício de fumar. Amém.” Esta simpatia não pode ser feita pela pessoa que tem o vicio.

*

Pegar 7 bitucas de cigarro do viciado, guardar em um saquinho de pano e acrescentar um punhado de sal grosso. Jogar na água corrente e dizer: “Assim como a água corre, leve embora o meu vício e não volte mais.” Fazer a simpatia 3 sextas-feiras. Sempre na lua cheia.

Postado por Valther Ostermann

Má notícia para a Souza Cruz

31 de julho de 2009 20

Pretendo inverter este jogo. /Divulgação

A galera da redação do Santa não está botando fé na minha nova – e definitiva – intenção de abandonar o tabagismo.

Dou-lhes razão, os antecedentes não me são favoráveis. Passei os dois últimos anos sem fumar, recaí feio.

Fumar é um prazer. Daqueles que fazem mal, tipo costela gorda, torresmo, chocolate três vezes ao dia e desjejum de ovos fritos com bacon.

Lentilhas, que odeio, só faz bem. Quem disse que a vida é justa?

 Mas hei de vencer. Sou veterano nesta guerra, já deixei de fumar uma dúzia de vezes, recaí treze. Desta vez, porém, tenho duas motivações a mais: Lula aumentou a taxação, fumar virou coisa dazelite, e tenho que provar para a galera da Redação que força de vontade é comigo mesmo.

Se alguém aí do universo dos leitores souber de algum truque, simpatia ou mandinga para ajudar, por favor, não se acanhe. Toda ajuda será bem-vinda (estou com preguiça de verificar se bem-vinda ainda é com hífen).

Mas atenção: o início da deixada será daqui a uma semana. Não me cobrem antes. E já estou ficando insuportável, na antecipação de que ficarei insuportável na primeira fase.

Acontece com todos.  

Postado por Valther Ostermann

A maior mortadela do mundo

30 de julho de 2009 3

Encararias uma de 75 metros?/Divulgação

Mortadela é um embutidão, bem maior que qualquer linguiça, com ou sem trema.

Agora imagine uma de 75 metros de comprimento. Imaginou?

Pois hoje, 30, para comemorar os 75 anos de Concórdia, a megamortadela foi cortada, na rua.

Empapuçados, por umas duas semanas os concordenses não irão nem mais querer ouvir falar do linguição.

Postado por Valther Ostermann

Te cuida, Schumy!

29 de julho de 2009 8

Michael Schumacher: louco ou gênio?/Divulgação

Schumacher vai substituir Massa na Ferrari.

Bom para Massa, ser substituído por ninguém menos que o maior campeão da Fórmula Um. Maior moral, não?

Mas será bom para Schumacher?

O alemão saiu do circo coberto de glória. Schumacher, o invencível. Detentor de recordes. O maior entre os maiores, admitido até pelos fãs de Senna.

E agora volta para um mandato tampão, numa Ferrari que já não é a mesma do tempo em que com ele formava uma dobradinha perfeita. Vai que, por limitações técnicas do carro, pela equipe trapalhona que já tirou um campeonato de Massa, e até por seu tempo longe do cockpit, ele faça um resto de temporada medíocre?

Dele não se espera menos que feitos extraordinários. Schumacher tem pouco a ganhar, muito a perder.

Logo saberemos.

Postado por Valther Ostermann

Para, mundo, que eu quero descer

29 de julho de 2009 7

A Constituição garante, de fato, o direito de ir e vir. Mas a coisa anda tão violenta que ir não é garantia de vir. Sair de casa, em certos horários – quase todos – é ato de coragem. As ruas quase não nos pertencem mais. Nem os parques públicos. Quando o fato não se dá conosco, ainda pode sobrar uma bala perdida.

No Rio, estão construindo condomínios com um novo apelo de venda: tem tudo o que você precisa para não sair de casa. Em outras palavras, presídios para o cidadão de bem. Confortáveis, porém presídios. Mas só para quem tem grana. Ao contrário dos que o governo não constrói, são feitos para que o bandido não entre.

E como tem gente preocupada com os direitos dos bandidos!

São os que invocam a garantia de ir e vir para manter arruaceiros de todas as idades na rua, no parque, em todos os lugares, em todos os horários.

 

Postado por Valther Ostermann

Falou em vão, Cícero!

29 de julho de 2009 4

   Busto de Cícero /Divulgação

“O orçamento nacional deve ser equilibrado, as dívidas públicas devem ser reduzidas, a arrogância das autoridades deve ser moderada e controlada, os pagamentos a governos estrangeiros devem ser reduzidos. Se a nação não quiser ir a falência, as pessoas devem novamente aprenderem a trabalhar, em vez de viverem por conta pública”.

Trecho de discurso do Senador romano Marcus Tullius Cícero, no ano de 55 A.C.

Como se percebe, a História não ensina, os homens não aprendem, os governantes são surdos e os pensadores pensam à toa.

 

Postado por Valther Ostermann

Ferro nas operadoras

28 de julho de 2009 3

O fim da tortura?/Wikipédia

O Sistema Nacional de Defesa do Consumidor, vinculado a Ministério da Justiça, entrou, nesta terça, com duas ações judiciais coletivas, nos valores de R$ 300 milhões cada uma, contra as empresas Oi/Brasil Telecom e Claro, pelo desrespeito às regras dos serviços de atendimento aos consumidores.

Aquela miséria de nos deixar pendurados ao telefone por horas. Quem ainda não experimentou este calvário?

Pode dar em nada, mas um susto assim também pode fazer com que passem a nos respeitar um pouco. Um pouquinho, pelo menos.

Postado por Valther Ostermann

A barranca desbarrancada

28 de julho de 2009 13

Vamos ver como ficará./Valther Ostermann

Finalmente estão consertando a barranca do rio, na ponte que dá no Castelinho da XV.

Assim que ficar pronto, estará restaurado um dos locais mais fotografados de Blumenau. Não exatamente aquele pedaço da barranca, claro, mas ele faz parte da paisagem.

Postado por Valther Ostermann