Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

O pão que o governador odeia

30 de novembro de 2009 10

Virou celebridade no Brasil./Divulgação

Panetone está na moda, não só pela proximidade do Natal, mas também pelas estripulias dos políticos em Brasília no caso do Mensalão II, o retorno.

No Paraná, 25 pessoas trabalham desde a madrugada desta segunda-feira na produção do “maior panetone do mundo”. Iniciativa do Sindicato da Indústria da Panificação e Confeitaria do Paraná, com o intuito de entrar para o Guinness Book. Pesará 330 quilos.

Então, para não ficar fora, nem por fora, este blog foi buscar a origem do famoso pão doce:

Diz a lenda que um jovem decidiu tornar-se padeiro para que o pai de sua amada lhe aceitasse. Por acaso, ele criou um pão doce, que fez sucesso pelo tamanho incomum e pela forma de abóbada de igreja no topo. O nome do pão é uma homenagem – na verdade, uma tremenda puxada de saco – ao pai da moça cobiçada, Toni. Panetone, em italiano, é pão do Toni.

A lenda não esclarece se o plano deu certo, mas o pão ficou famoso. Todo mundo gosta, menos o governador do Distrito Federal que, de um momento para outro, passou a odiar.

Postado por Valther Ostermann

Comentários (10)

  • stefania wachholz diz: 5 de dezembro de 2009

    valther adoro suas matérias sou de blu fui rainha da oktober/87 a gente se conhece e acmiro o seu trabalho ,parabens pelo espaço no santa,e obrigada por comentar na tv sobre o episodio de abuso de poder em itapema ,daquela surra q o policial bateu no jornalista thiago de souza ,ainda bem q tinha gente filmando .gostari q de vez em quqando voce falasse sobre isso pois o policial continua na ativa aqui em itapema e nao foi punida abraços ste

  • Ada diz: 1 de dezembro de 2009

    Meu marido não gosta de panetone. Ele diz q é tão ruim q nem cachorro come. Fui infeliz ao tentar dar um pedaço ao meu Chiquinho, pq ele realmente não comeu.

  • Pessoa Comum diz: 1 de dezembro de 2009

    Queria saber se esses que vivem dizendo que os eleitores gostam de alimentar corruptos, dizem isso por experiência própria. Não dá para mudar o disco, não?

  • Curto&Grosso diz: 1 de dezembro de 2009

    Inicialmente, todo escândalo e roubalheira acabava em pizza e agora, para combinar com o período natalino, a sacanagem tende a acabar em panetone. Independente da forma em que acabar, se em pizza ou panetone,com certeza vai ter o complemento da “cobertura” realizada pelo próprio povo e que na certa contará com uma pitada muito grande de conivência e alienação. Na “Pizzaria Brasil”, o povo só entra mesmo é com o trabalho e o dinheiro de forma a sustentar o banquete dos corruptos. E o povo gosta!

  • Valdemir Nicoletti diz: 30 de novembro de 2009

    E o PSDB está quietinho quietinho já notaram? É que agora como o panetone do Arruda, o mensalão do Azeredo fica meio esquecido. Cade os elouquentes senadores do PSDB e do DEM, que faziam o agito total e a indignação geral, quando um assunto qualquer envolvia o governo federal? Estão todos calados, todos com medo que a coisa respingue em mais gente importante da ala tucana e democrata. E antes que digam qualquer coisa, já aviso, não sou do PT e nem filiado a outro partido.

  • Torcedor diz: 30 de novembro de 2009

    Cade o pessoal do DEM ? Só falta vir com aquela desculpa que o mensalão do PT foi maior. Tipo assim, meia-gravidez. huahuahauhauh

  • LORIBERTO diz: 1 de dezembro de 2009

    Político = panetone do mesmo saco. Não importa o rótulo.

  • L.S. Matos diz: 1 de dezembro de 2009

    Concordo plenamente que o grande culpado de vivermos essa situação de desmandos, corrupção, roubalheira e tantas coisas ruins é o próprio povo que tudo aceita e nada faz para acabar esse estado de coisas. Somos tão abestalhados que muitas vezes ainda brigamos e tomamos partido daqueles que aí estão somente para espoliar o país e pouco caso fazer de nós mesmos. Temos que admitir que realmente somos um país de hienas.

  • Bueno diz: 30 de novembro de 2009

    E se tudo de fato se confirmar, o Democratas perderá o único dos 27 governadores brasileiros que está filiado ao partido. Tudo por conta do mensalinho candango.
    Vcs notaram que quem dá com a língua-nos-dentes é o pessoal que ta lá, juntinho, e que só entrega pq “não cuidaram direito do dele”?

  • Pessoa Comum diz: 30 de novembro de 2009

    O mensalão do PT é um mensalinho perto do ¨DEMsalão¨. Se o DEM filiou e apoiou o Arruda mesmo ele tendo mentido no plenário do Senado, no caso do painel (só confessou porque foi descoberto e renunciou p/fugir da cassação), como pode se considerar mais honesto que outro partido? O governador da Veja, vice do Serra já disse q se o DEM pressionar p/ ele sair, vai contar tudinho o que sabe sobre as práticas do partido. Musiquinha de Natal: DEM, DEM, DEM / DEM, DEM, DEM / DEM, DEM, DEM, DEM, DEM…

Envie seu Comentário