Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Qual a causa verdadeira?

27 de julho de 2010 9

Raros são os fins de semana em Blumenau em que uma ilha de segurança não seja atropelada por um carro. Sempre nos fins de semana. E aí fica a questão: são as ilhas mal colocadas/sinalizadas, ou o pessoal exagera nos fins de semana?

Os leitores de minha coluna no Santa dividem-se nas opiniões; alguns defendem a sinalização insuficiente, outros culpam os domingueiros. A maioria acredita que a destruição das ilhas, sempre nos fins de semana, é consequência de muito álcool ou outras substâncias.

Qual a sua opinião? Comente, se quiser.

(Foto: Jandyr Nascimento/JSC)

Comentários (9)

  • Luiz Frank diz: 27 de julho de 2010

    Não quero comentar!

  • Paulo Kraeski diz: 28 de julho de 2010

    Olha, o motorista que não consegue enxergar uma ilha de segurança no meio da via, prestará muito menos atenção às placas de sinalização. Este não é condutor, é mais um dos “conduzidos” pelo carro.

  • Gerson Luiz – Blumenau, diz: 28 de julho de 2010

    A foto acima é um grande exemplo da má sinalização das ilhas de segurança. Reparem que nem se vê as faixas que dividem as pistas. À noite, principalmente com chuva, fica difícil perceber a presença da ilha, cujos canteiros tem a cor do cimento puro. Ali precisaria ter tachões e placas refletivas.

  • Bueno diz: 28 de julho de 2010

    É ausência de uma substância cinzenta no cérebro.

  • Sidnei Venturi diz: 28 de julho de 2010

    Antes a ilha do que uma família.

  • Liceli diz: 28 de julho de 2010

    Alguns culpam a prefeitura pois é algo mal sinalizado/colocado, mas se pararmos para pensar, passar em cima de uma ilha enorme dessa você precisa estar bem vesgo, ou sobre efeito do álcool.

  • CURTO&GROSSO diz: 28 de julho de 2010

    Acredito que seja a combinação de dois fatores: 1) O excesso de bebidas alcólicas e a imperícia ao volante. 2) A má sinalização pois mesmo sem ingerir álcool e em um dia de chuva devido aos reflexos dos faróis de outros carros , quase bati em uma destas famigeradas ilhas.
    Não custa nada rever a sinalização, até mesmo porque irá preservar também as vidas de pedestres que por acaso nelas precisem estar posicionados.
    Pelo visto em Blumenau e região a burrice e o desleixo realmente não pagam impostos.

  • Rosko diz: 29 de julho de 2010

    Na minha opinião, no caso das ilhas, as faria resistentes e devidamente sinalizadas. Colocaria um conjunto de vários trilhos ou vigas de aço, ficados a dois metros na terra, formando então uma verdadeira fortaleza. O sujeito que bateria alí com seu carro não teria que ressarcir os cofres públicos, ou será que isso não ocorre hoje. A despesa fica por nossa conta?

    A festa, ou desgraça ocorre sempre nos fins de semana após o pagto e no fim da madrugada, quandos os ébrios em suas armas resolvem retornar para suas casas e aí saiam das ruas.

    Na João Pessoa, após o mercado Weise, ou seja, ao entrar na curva, percebi uma freada de uns 10 metros ou mais e parou muito próximo a uma residência. Pela distância da freada deduzi que o veículo estava em alta velocidade e nessa via a ocorrência desse fato é frequente.

  • Caio diz: 2 de agosto de 2010

    Caro Valther, com todos esses acontecimentos, pensando de forma positiva e com o olhar dos acontecimentos noturnos até ACHO UMA ÓTIMA IDÉIA que ocorra a DESTRUIÇÃO DESTAS ILHAS DE SEGURANÇA. Vejamos o porque: 1°) quem trafega à noite normalmente são jovens bagunceiros, com o pé no fundo do acelerador, com a auto estima mais alta que o céu, com tanto alcool nas veias quanto o do tanque de seu veículo, sem contar o ensurdecedor som tocando a toda (certamente já estão surdos afetados metalmente). 2°) essas ilhas estão colocadas nos locais em que deveria haver maior cautela e são colocadas BEM SINALIZADAS em lugares em que a ocorrência de acidentes é mais alta, curvas, aclives, declives. 3°) quem bate nas ilhas de segurança são normalmente aqueles desatentos citados no 1° ponto. 4°) os maiores prejudicados nos acidentes são aqueles citados no 1° ponto, bem como seus amigos/caroneiros coniventes com os atos do motorista/piloto.
    Conclusão: Felizmente existem essas ilhas de segurança porque quer queira quer não, se não existissem o prejuízo seria muito maior para terceiros, com a destruição de outros veículos, muros, cercas, casas, além de muito pior, atropelamentos dos transeuntes. Desta forma, concluo que a destruição dessas ilhas de segurança por jovens arruaceiros penaliza estes tanto fisicamente quanto financeiramente, o que no final é muito melhor do que a suposta intenção de apreensão da CNH.

    OBS 1: Você já viu alguém que conduz de acordo com as leis de trânsito bater numa dessas ilhas destruídas todos os finais de semana? Eu não.
    OBS 2: Também trafego (de vez em quando) de madrugada e nunca me acidentei. Sorte? Não!! Vergonha na cara e consciência própria.
    OBS 3: Campanhas educativas não tem efeito sobre os irresponsáveis porque estes simplesmente ignoram-nas, restando-lhes, portanto, sofrer com a ocorrência de acidentes que muitas vezes concientizam- nas já tarde de mais.

Envie seu Comentário