Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

O direito de não crer

21 de setembro de 2010 3

Todo assunto religioso é fio desencapado, mas a reação a uma nota em minha coluna no Santa sobre um suposto processo de ateus contra o apresentador Datena foi maior do que eu poderia supor.

O surpreendente é que nenhuma manifestação foi no sentido de defender o ateísmo, e sim no preconceito exalado pelo referido apresentador ao não admitir o direito de não crer. Segundo os leitores, não admitir que alguém possa descrer da existência de Deus coloca Datena no mesmo patamar dos intolerantes religiosos.

Concordo, tolerância não é uma virtude que se pratique pela metade. Ateus têm os mesmos direitos de qualquer crente.

Comentários (3)

  • DiMenor diz: 22 de setembro de 2010

    O apresentador “DáPena” está como quer, ou seja, em canal mantido por incautos e desesperados, aproveita para vociferar asneiras de modo a polemizar e poder aparecer um pouco mais.
    DáPena é o reflexo de uma televisão tendenciosa e sem criatividade que está a cada dia crescendo mais no Brasil. Como tem gosto prá tudo ……….

  • Ada diz: 22 de setembro de 2010

    As crenças, ou a falta delas, não se discute nem com a mãe.

  • Reni Martins diz: 22 de setembro de 2010

    Então está aqui o primeiro a defender o ateísmo. A opção de ser ateu cresce em todo o mundo, inclusive no Brasil. As religiões foram e são responsáveis por grande parte dos males que se abateram sobre a humanidade.

Envie seu Comentário