Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Vai ficar pior

25 de setembro de 2010 9

Conta Jairo Santos que, quando exercia o cargo de Coordenador do Abrigo da prefeitura de Blumenau, fez inúmeras abordagens de flanelinhas, no intuito de coibir suas ações, tendo inclusive encaminhado um deles para a Delegacia de Polícia por ser foragido da Justiça.

O surpreendente é que encontrou enorme resistência dentro da própria Secretaria de Assistência Social, sob o argumento de que flanelinhas “são pessoas sem oportunidade, vítimas do Estado.” Diz que, por conta disto, teve até que se explicar junto ao Ministério Público.

E desistiu, como é compreensível entender.

Resumo da ópera: a extorsão praticada por flanelinhas, que cobram do cidadão o estacionamento em vias públicas, vai prosperar em Blumenau por conta de um pessoal que pensa que está dando cobertura aos desvalidos, quando na verdade está dando cobertura à formação de quadrilhas.

Comentários (9)

  • Jonas Lorenz Danker diz: 25 de setembro de 2010

    Valther.

    Quando órgão públicos acobertam crimes para uma suposta justiça social, vemos que o país está no caminho errado. Enquanto vemos os bons resultados da tolerância zero em Nova York vivemos na tolerância máxima no Brasil.

  • Natal Marchi diz: 25 de setembro de 2010

    Isso dá o que pensar! Só pensar, porém, não resolve coisa nenhuma. Que providências serão tomadas?

  • Curto&Grosso diz: 26 de setembro de 2010

    Pelo que se pode perceber os Ministério Públicos também devem estar estar alinhados com a linha de raciocínio que inpesta este país.
    Recentemente tivemos uma amostra de como é vantajoso ser corrupto e ladrão, quando recentemente o STF em uma manobra vil e deplorável buscou nas entrelinhas dar salvaguarda a verdadeiros usurpadores da nação tais como Joaquim Roriz e tantos outros desta mesma laia.
    O Brasil caminha para se tornar a nação com o maior número de bandidos e de advogados, ostentando ainda o menor índice de justiça e de moralidade !
    Falta de vergonha, sinal dos tempos !

  • Lucas Edu diz: 27 de setembro de 2010

    Eis que termina a ação dos tão indesejáveis flanelinhas. Então… isso não seria um risco de agregar mais gente ao tráfico? Levando em consideração a perspectiva miserável que esses homens tem, me parece uma “solução”.

  • Charles R. K. diz: 27 de setembro de 2010

    Os nossos representantes públicos deram uma grande prova de que a honestidade não tem valor neste país, quando conseguiram empatar a tal da lei da ficha limpa. Eu vou morrer de velho daqui a trocentos anos, e não vou aceitar que algo assim tenha acontecido.
    De que maneira você espera ter o respeito de pessoas que não tem um grau mínimo de instrução, se quem nos representa não dá o exemplo?

  • Jonas Lorenz Danker diz: 27 de setembro de 2010

    Lucas Edu.
    Flanelinhas são praticantes de extorsão, ou você não dá a gorjeta para garantir que o carro não seja danificado?
    Incentivar o crime não pode ser solução de nenhum problema.

  • Lucas Edu diz: 27 de setembro de 2010

    Jonas,

    quando falei de “solução”. Me referia que esses flanelinhas tomassem isso como solução. Já que não podem mais ser flanelas.
    Precisam de dinheiro. Logo procurariam uma maneira rápida de tê-lo.
    Coibir a ação deles não está errado. Mas o que isso trará para os mesmos?

  • Michel K. diz: 27 de setembro de 2010

    A população merece mesmo estar nas condições em que se encontra, ou seja, sem o mínimo de segurança pública e de justiça.
    Em um país com um povo repleto de acomodados e de coniventes com a contravenção como a bandidagem não iria se multiplicar ??

  • Tenente Carvalho diz: 28 de setembro de 2010

    Porque muitas vezes reclamar da falta de honestidade e competência de nossos políticos ?
    Na realidade a grande maioria dos nossos políticos está agindo de acordo com o perfil de um povo que gosta e portanto já se acostumou com a corrupção e principalmente com a falta de cidadania.
    Apoiar ações muitas vezes criminosas como as dos flanelhinhas é algo covarde e com intenções desonestas demais !

Envie seu Comentário