Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Do avesso

22 de novembro de 2010 6

Eu não consigo compreender certas coisas, e olha que tento. Nossa legislação, por exemplo. Em alguns aspectos, claramente protege malfeitores em detrimento da sociedade. Um homem flagrado com uma menor de idade, ela subjugada pela força física dele, ambos seminus, e o safado é liberado por não ter se configurado o estupro.Vai além da minha compreensão.

Um bêbado ao volante atinge o carro de um casal de namorados, que incendeia. O casal sai do carro, corpos queimando, ela morre, ele está em coma induzido, com poucas chances. O motorista causador da tragédia, na delegacia, sopra o bafômetro, que constata a embriaguês. Paga fiança e é liberado. Da dor da perda e do sofrimento as famílias e amigos daquele casal de namorados jamais serão liberados.

Assim é nossa legislação. Não entendo, nem aceito. Leis deveriam proteger a sociedade. Algumas estimulam criminosos.

Serei contestado, claro, pelos que defendem os bandidos, “vítimas da sociedade”. A moral vigente de alguns setores assusta. Pela prática da inversão de valores.

Não entendo. Não aceito.





Comentários (6)

  • Charles Ringenberg diz: 22 de novembro de 2010

    Solidarizo contigo. Imagina a frustração de um delegado ao ter de livrar por fiança uns meliantes desses, por falha de um sistema penal ultrapassado e negligente com a sociedade civil. Triste.

  • Marcos Luciano diz: 22 de novembro de 2010

    Valter,
    Criticado voce, por esses questionamentos?!
    Sim, provavelmente por quem teme uma legislação mais dura.
    Eu nao consigo beber e dirigir. Penso como seria duro passar nem que fosse uma noite no xadrez por um motivo desse.
    Mas isso ainda é muito pequeno quando penso nas consequencias fatais diante de um fato desses. Justo seria uma vida por outra sem liberdades…

  • Rubens diz: 22 de novembro de 2010

    Penso exatamente como tu.Minha indignação hoje foi imensa!Até quando meu Deus vamos assistir tamanha barbaridade?
    As vezes sinto vergonha do meu Brasil que abriga estes legisladores indignos deste nome para não dizer outra coisa.Lamentável meu caro Valter.

  • Alex Abreu diz: 23 de novembro de 2010

    Tá mais que na hora de ter uma revolução, muitas dessas clausulas que você citou ali são pétreas portanto, depois de tanta corrupção tanta indignação está mesmo na hora de uma revolução justa, o mundo perfeito é e será sempre utópico…

  • Charles R. K. diz: 23 de novembro de 2010

    Eu também não entendo Valther, e não aceito.
    A impressão é que neste país, um bom advogado não é aquele que conhece as leis, e sim, aquele que conhece o juíz!

  • Natal Marchi diz: 23 de novembro de 2010

    É inacreditável que o autor dessa tragédia tenha sido posto em liberdade com o simples pagamento de uma fiança. Motorista embriagado que atropela e mata está praticando autêntico homicídio. Esse irresponsável que ceifou a vida de uma pessoa e deixou outra em estado desesperador se constitui numa permanente ameaça à sociedade. Mais dia, menos dia, voltará a cometer idênticas barbaridades. E continuará solto?

Envie seu Comentário