Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Vale por três

31 de março de 2011 9

Curitiba, parâmetro brasileiro para o transporte público, adotou  este trem aí – Mega BRT biarticulado -, considerado o maior ônibus do mundo.

Tem 28 metros de comprimento,  2,6 metros de largura e 2,20 metros de altura interna. Pode transportar até 300 passageiros.

Caberia em Blumenau, neste esforço que se faz para melhorar o transporte público? Nossa topografia é complicada, mas vai que dê…

(Foto: Divulgação)


Comentários (9)

  • Leandro Karasinski diz: 31 de março de 2011

    Dar a ré nisso ai, nem pensar.

  • Michel Imme Sabbagh diz: 31 de março de 2011

    Que beleza, heim, na medida de nossos corredores de ligação entre terminais.

  • Denise diz: 31 de março de 2011

    Blumenau precisava ter mais ruas planejadas e largas para ter um ônibus deste porte.
    Imagina, assim já é dificil circular pelas ruas, com este mega ônibus teríamos que abandonar os carros de vez.
    E os corredores de ônibus em Curitiba saõ centrais.Aqui ficaram na margem direita das ruas, o que dificulta a entrada dos carros nas vias secundárias, como na rua 7 p ex., é a maior tensão para entrar no schopping, temos que virar o pescoço, olhar para trás para ver se não vem um ônibus e entrar rápido, caso contrário é acidente na certa.
    Tudo meio improvisado.
    Na rua Martim Luther deveriam alargar a rua, indenizando as casas que ficam em cima da rua, tirando as curvas, do jeito que está, não vai sobrar espaço nem para uma fila de carros, quiça duas.

  • Braz dos Santos diz: 1 de abril de 2011

    Perfeitos, principalmente para os horários de pico. O Leandro Karasinski aponta a questão da ré, só que quem anda pra frente também anda para trás, até prque, é tão difícil se ver ônbus andando de ré – a não ser em casos excepcionais, evidentemente – que não vejo problema nenhum nessa questão. Quanto à questão levantada pela Denise, os técnicos devem encontrar uma solução para o problema que ela cita. Ou será que fizeram os corredores de ônibus, mais uma vez, sem qualquer planejamento?

  • Ada diz: 1 de abril de 2011

    Queria ver esse negócio aí fazer aquela esquina da ponte Adolfo Konder para a Beira Rio… ou aquelas esquinas da rua Paris, Avenida Lisboa… essas coisas.

  • André diz: 1 de abril de 2011

    Isso que esta sendo feito em Blumenau não é Corredor de Ônibus. É só uma faixa exclusiva para ônibus. Que não liga nada a lugar algum.

    Corredor de ônibus é isso que Curitiba tem.

    Me engana que eu gosto.

  • Michel Imme Sabbagh diz: 1 de abril de 2011

    Grande Braz, saudade do amigo que me abriu as portas para o jornalismo, depois do Tolardo me levar pro JSC como office-boy, em 1977, aos 14 anos – e hoje há são 34 anos de profissão. A você Braz, minha eterna gratidão.

    grande abraço ao nosso ex-chefe de Redação, Braz dos Santos, entre os melhores e mais preparados profissionais que dirigiram o conteúdo editorial do Santa. E no tempo em que o jornal cobria todo Estado.

    ps: e sobre o onibus, teremos novas ligações, como o binário da rua Paris.

  • Daniel Ramos de Oliveira diz: 2 de abril de 2011

    Curitiba é um exemplo para o Mundo,quando o assunto é Transporte Público,e ainda mais quando o assunto é BRT-Bus Rapid Transit,sendo “copiados” pela a Colômbia,Chile,México e outros países.Mas no Brasil,parece que os bons exemplos não são seguidos,estes dias passei por Blumenau,e fiz questão de ir ver como tinham feito os tais “Corredores de Ônibus”,e que vergonha,aquilo ali não é corredor de ônibus nem aqui nem lá na China,cometeram o mesmo erro de São Paulo,ou seja,se negaram adptar o Projeto de Curitiba na cidade.Corredor de Ônibus de “Verdade”,é igual os do Curitiba,separado dos carros por meio de divisórias nas ruas,sistemas para abrir os sinais mais rápido para os ônibus.Mas vocês de Curitiba,tão melhor “equipados” do que agente daqui de Itajaí,que aqui eu prefiro nem comentar,porque tá feio.

    PS:Curitiba já utiliza o “Maior Ônibus do Mundo” a um bom tempo,se começou com os Torino LS 1994,quando foi implantado o “Boqueirão” e com chassis Volvo B10M(antecessor deste chassis ai,que é o Volvo B12M),depois com o Caio Millenniun e o Gran Viale,que foram equipados com os Volvo B12M,ainda no “Boqueirão”.E agora novamente,mas com o Mega BRT com o Volvo B12M,e que agora rodará no “Boqueirão” e no “Ligeirão”.

    Abraços grande Valther!

  • Braz dos Santos diz: 3 de abril de 2011

    Michel, você não tem que me agradecer, pois todo o mérito é seu. Tudo o que fiz foi permitir que você demonstrasse o seu potencial. Não fiz mais que a minha obrigação. Um grande abraço, meu caro amigo! Quanto aos corredores de ^nibus, Valther, não há az mínima possibilidade de fazer comparação com Curitiba. A topografia de Blumenau é totalmente diferente da da capital paranaense, e o que se está se pretendendo é tornar o trânsito de Blumenau menos estressante. Só que, ao que parece, mais uma vez, pecamows pela falta xde planejamento. E isso é lamentável.

Envie seu Comentário