Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Deduzindo

16 de agosto de 2011 2

Agiotagem, diz o dicionário, é “empréstimo de dinheiro a juros muito altos, superiores à taxa legal.”

Taxa legal? Então os juros cobrados pelos bancos sobre o saldo negativo e cartões de crédito são ilegais, não são?

Comentários (2)

  • Gambá diz: 16 de agosto de 2011

    Caro Valther: Concordo com você. Aqui, nesse país, os maiores agiotas são os bancos. As financeiras, então, nem se fala. São agiotas com CNPJ. Mas o maior absurdo é bom pagador ter que arcar com esses juros. Vergonha.

  • Braz dos Santos diz: 16 de agosto de 2011

    A agiotagem corre solta, inclusive nos bancos públicos, como o Banco do Brasil e a Caixa Econômica Federal. O único bonzinho é o BNDES, principalmente quando ele faz aqueles empréstimos astronômicos a grandes grupos corporativos. Nesse caso, o juro é subsidiado, e chega a ser menor que a Selic, que, teoricamente, deveria ser a taxa legal. Como estamos numa economia de mercado, os bancos cobram o que bem entendem, dependendo da cara do freguês. IMORAIS e INDECENTES são os adjetivos que cabem.

Envie seu Comentário