Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Somos perdedores

28 de dezembro de 2011 2

O ano termina, daqui a pouco estaremos em ano eleitoral, um teste para a memória do eleitor que, cá entre nós, não é muito bom de memória.

Aos que mantém a memória em dia certamente não faltará elementos para filtrar seu voto. Quem prometeu a duplicação da BR-470, quem prometeu dar um jeito no jeito torto do Trevo da Mafisa, o comportamento dos vereadores blumenauenses no caso do aumento dos salários da próxima legislatura e assim por diante.

Raros são os eleitores que acompanham os trabalhos de seus representantes, raros são os que avaliam seu desempenho. A maioria vota como se fosse um jogo, e acha que o jogo se encerra quando seu candidato vence. Ora, é aí que o jogo começa , mas vá tentar convencê-los.

Esta coisa de torcer para partidos como se torce para times de futebol é que faz do jogo político um jogo em que a sociedade sempre perde. Se o corrupto flagrado é de sua simpatia, cobrem-no com um manto de solidariedade incoerente; se for de outro time, digo, partido, aí posam de indignados exigindo justiça, quando não vingança.

O jogo político só será favorável à sociedade quando esta se der conta que faz parte do jogo, e não da torcida.

Comentários (2)

  • carlos diz: 28 de dezembro de 2011

    Pois é Valther. Cobras do povo participação, e estás corretíssimo, porém estou preocupado porque evidentemente já estão me chamando de chato. Por outro lado quero que se danem. Não posso deixar de cobrar as obras nescessárias, por exemplo e especialmente o vergonhoso trevo da mafisa. Isto é um descaso do pessoal do voto útil e seus pares, que parece-me não cobram aqueles que ajudaram a eleger sob o argumento que depois teriamos de quem cobrar. Pois é, srs presidente da Acib, Cdl e Prefeito, como exatamente vai ficar. Será valther que o congestionamento vai continuar para nosso desespeo. Acho que sim. Em Blumenau tudo leva 20 anos para ser concluido. Estamos precisando urgentemente de um prefeito que seja um grande Estadista.

  • CURTO&GROSSO diz: 30 de dezembro de 2011

    Vivemos dias de muita hipocrisia e onde a mídia tem uma participação deplorável ao evidenciar que os animais (com todo o amor que lhes tenho) parecem ser mais importantes do que as pessoas e acabam ocupando grande parte dos noticiários, onde os assuntos que deveriam ser colocados em destaques nem mesmo são abordados e tudo isso num Brasil de um povo incauto, inculto e em sua grande maioria sem um mínimo de cidadania ou ética e que incentiva e até mesmo apoia as verdadeiras quadrilhas que se instalam no poder e que corroem tudo e toda a enorme arrecadação que o país abocanha em uma injusta carga tributária.
    Em resumo, somente a sociedade devidamente organizada em células tais como associações de bairros, de classe, de pais e professores, enfim todas as que congregarem pessoas com objetivos honestos é que poderão promover as mudanças necessárias ao país, até mesmo porque a sociedade é quem deve se tornar o objetivo principal do Estado ao contrário da nossa classe política que nada mais é do que o triste e vergonhoso efeito de nossos votos e de nossa alienação desavergonhada.

Envie seu Comentário