Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

De filha para pai

03 de julho de 2012 13

Amigos, este texto é uma mensagem de filha para pai. Estou replicando por motivos fundamentais: pela beleza do texto, pelo sentimento que se derrama em cada frase e, por último, mas não em último, porque Mariana é minha sobrinha e Paulo Roberto é meu irmão caçula.

O texto, busquei no blog Ousar dizer, que recomendo e você pode acessar clicando aqui.


Conheço um cara sensacional. Além de moreno, alto bonito e sensual, é bem sucedido no trabalho e no amor. Corre pelas manhãs, vai à missa aos domingos, ajuda aos pobres, chama os empacotadores do mercado pelo nome, tem ótimo gosto musical, não fuma, só bebe vinho, é organizado, responsável, escreve bem, canta bem. É bom com datas, não esquece aniversário de ninguém, nem datas especiais. Sabe comprar absorventes e sabe como curar cólicas com do-in. Ele entende a necessidade das idas à manicure. Me faz companhia no cabelereiro, mas fala que sou linda de qualquer jeito. Ele anda comigo de mãos dadas, ou braços dados. Ele me acorda com musica, e faz cappuccino e salada de frutas. SEMPRE. Ele me escuta. SEMPRE. Envia emails com musicas lindas e sms com declarações cheias de carinho. Liga o skype e manda eu mostrar um sorriso contente. Caso eu esteja manhosa, ele me desconstroi e faz a vida ficar leve e colorida, num piscar de olhos me sinto no colo de Deus. É um encorajador, mas consola quando me sinto triste ou perdida. Esse cara entende meus problemas. Desde que o conheço, é pra ele que corro se me machuco ou fico doente. Ou se tenho duvidas entre a marca de tênis a comprar ou o emprego a escolher, peço sua palavra final. Ele me acha talentosa, bonita, e não cansa de falar. Adora ler, diverte-se em sebos e livrarias. E me conta historias, muitas. Ama cachorros. Ama crianças. Esses por sua vez, apaixonam-se por ele de cara. Ele fica entre um bando de mulheres e não reclama, passeia no shopping e não reclama, e sabe fazer pipoca caramelada pras noites de TPM. Ele trata todo mundo com respeito, e recebe com amor qualquer pessoa que eu apresente. Me buscou na porta da escola, todos os dias, até meus 18 anos.É lendário entre meus amigos. É gentil. Sensível. Na frente dele faço as maiores besteiras, perco e quebro coisas, bagunço, choro. Ainda assim, ele confia em mim. Lendo esse texto, parece que estou narrando o Principe Adevir (Há-de-vir mas nunca chega!), ou algum amigo gay que ama as mulheres. Mas estou falando nua e cruamente sem romancear ou florear, sobre o MEU PAI. Sorte, fui criada por um homem que entende a alma feminina, que é carinhoso e fala ‘eu te amo’. E não é machista! Nem ciumento! Mamãe foi sortuda. Mas…e eu? Como fazer pra viver com um parâmetro de homem como esse? Vim de um cavalheiro sem valores individualistas, que troca o prazer próprio pela felicidade comum, que se doa, que sorri muito…E ainda por cima aceita meus namorados, torce pra que eu ame muito, para que eu consiga canalizar todo minha energia borbulhante em uma relação verdadeira. Dificil achar numa relação só tudo que ele me fez ver como básico e normal. Acho justo me chamarem de princesa após conhecerem meu pai. Sou de fato. Mimada? Não. Amada e acarinhada. Bem tratada. Quero que minha filha sinta pelo seu pai o mesmo que sinto pelo meu. Pra isso, busco agora em mim e no outro menos expectativas e mais doação, mais construção, e mais fé. Esse homem, quando ainda menino, começou somente com fé, amor e doação. Preciso aprender sobre fé e sobre doação. Vou observá-lo melhor. Amor, ah, amor já transborda. Tá no sangue.”

Comentários (13)

  • Kate diz: 3 de julho de 2012

    AI QUE LINDO! : ) Muito emocionante… Que fofa que ela foi. E ele é um paizão, pelo visto… Quem tem essa sorte, tem que expressar MESMO.

  • Iracy Pokrywiecki diz: 3 de julho de 2012

    Linda a homenagem,a familia é muito bonita.Além de bom pai,bom marido é bom amigo,voce é um grande sortudo ter um irmão assim.

  • Gilmar diz: 3 de julho de 2012

    Parabéns aos dois: Pai e filha são dois felizardos.

  • MENDONÇA diz: 3 de julho de 2012

    VALTHER, SÃO ASSUNTOS OU TESTEMUNHOS ASSIM QUE ENRIQUECEM SEU BLOG. OBRIGADO. FAMÍLIA É SEMPRE FAMÍLIA. E É A MAIOR RIQUEZA QUE PODEMOS ADQUIRIR OU CONTRUIR EM NOSSA BREVE VIDA TERRENA.

  • MENDONÇA diz: 3 de julho de 2012

    VALTHER, SÃO ASSUNTOS OU TESTEMUNHOS ASSIM QUE ENRIQUECEM SEU BLOG. OBRIGADO. FAMÍLIA É SEMPRE FAMÍLIA.

  • Daise diz: 4 de julho de 2012

    Valther, lindo demais! Realmente são poucas e sortudas as filhas que têm um pai assim. Posso dizer que eu também tive, mas foi pouco o tempo que pude desfrutá-lo (apenas 10 anos), por isso é tão lindo ver uma filha escrevendo, talvez em forma de agradecimento, ao seu pai.

  • Rosangela diz: 4 de julho de 2012

    A arte de bem falar, bem escrever e bem VIVER ! “Tá no sangue!”. Lindo!

  • Juliana Theiss diz: 4 de julho de 2012

    Lindo… Difícil não chorar!
    Parabéns a esta linda família, a esse homem que encorporou, vestiu mesmo a camisa de PAI. Compartilho deste amor e entendo Mariana, pois tb. tive a sorte dela.
    Sonhamos em ter esta mesma sorte no casamento…
    Resta então desejar boa sorte a Mariana, que ela encontre um “príncipe” que faça continuar esse sentimento em seus filhos!
    Forte Abraço!

  • Elói Barni diz: 4 de julho de 2012

    Esse é o Paulo! A “alma boa” que conheço! Parabéns à Mariana por externar seus sentimentos. Tão nobres e verdadeiros! Mas tem outra, né Valther? A fruta não cai longe do pé!
    Abraço

  • Paulo Roberto Ostermann diz: 4 de julho de 2012

    Linda demais…a mensagem e a minha filhota…

  • Ralf Kretzschmar diz: 4 de julho de 2012

    Caramba…não posso dizer que sei de todas as qualidades que a filha enumerou sobre o pai mas, pensando bem, do tempo em que conheço o Paulo, e não é pouco não, não me lembro de nenhuma vez em que não estivesse de alto astral, sorridente e até matreiro. Belissima homenagem. Por certo ele é merecedor. Tenho medo que depois dessa vai ser dificil aguentar o ego inflado. Valeu. Muito legal.

  • Mariana Ostermann diz: 4 de julho de 2012

    Obrigada Tio! Fico feliz com o feedback positivo, espero ter encorajado alguém a declarar amor aos seus entes amados!

  • Guilherme Roeder diz: 6 de julho de 2012

    Este é meu Padrinho, sem tirar nem por, passando alegria por onde passa, e sempre trazendo um sorriso no rosto.

Envie seu Comentário