Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Deixa correr

01 de agosto de 2012 2

O esporte é algo fantástico, garante emoções instantâneas. Desconheço o machão que em alguma ocasião não tenha vertido uma lágrima, mesmo que disfarçada, assistindo ao final de alguma competição. Nesta Olimpíada, por exemplo.

Exemplos de superação batem fundo no emocional.

Comentários (2)

  • Marcondes diz: 2 de agosto de 2012

    Não posso deixar de colocar aqui que um dos maiores chorões que eu vi até hoje foi o Maradona na qualificação do mundial de 2010, pois, corria o risco de não qualificar. Lembro que ele chorou um monte quando abraçou o jogador que fez o gol. Nesse momento do jogo se não fizessem o gol estariam fora e estavam sendo alvo forte da mídia.

  • CURTO&GROSSO diz: 4 de agosto de 2012

    A falta de um maior incentivo ao esporte por parte dos governos e a infeliz mania da imprensa em encher demais a bola de nossos atletas fazem com que a seleção feminina de futebol já esteja desclassificada, Cielo obtendo um bronze em prova que era a sua especialidade e tantos outros atletas que eram esperança de medalhas voltando para casa sem vencer prova alguma.
    Neste momento o Brasil está na 23ª posição no quadro geral de medalhas e perdendo para países como a Dinamarca que possui apenas 5,5 milhões de habitantes ou ainda Cuba com os seus apenas 11 milhões, o que é muito inferior a população da cidade de São Paulo. Não tem nada não, vamos sediar a próxima Olímpiada em 2016 e até lá o governo juntamente com a mídia vão conseguir nos convencer que seremos os maiorais.
    Realmente, é prá chorar …………………………………….. , de raiva !!!

Envie seu Comentário