Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Não pega bem

05 de março de 2013 3

Cena comum em época eleitoral, vista novamente agora na eleição para prefeito de alguns municípios catarinenses: políticos em carreatas, todos em pé na caçamba de picapes. E, às vezes, com batedores da própria guarda de trânsito.

É a tradição ignorando a transgressão.E a segurança.

Comentários (3)

  • Gambá diz: 6 de março de 2013

    Boa, Valther. Também pensei o mesmo, quando vi os prefeitos eleitos no último domingo comemorando a vitória em cima da picapes. Se for o cidadão comum, aplique-se o rigor da lei, já para os políticos, a “vista grossa”.

    Outro caso parecido é o transporte de operários em caçambas de caminhões. Alguns chegam até construir uma casinha de madeira que só serve para “maquiar” o perigo. Agora, se eu colocar o cotovelo para fora da janela do meu veículos serei multado impiedosamente, sem direito a argumentação.

    É muita hipocrisia das autoridades de trânsito.

  • MENDONÇA diz: 6 de março de 2013

    AS LEIS SÃO FEITAS PELOS POLÍTICOS PARA OS OUTROS CUMPRIREM, NÃO ELES.

  • jorge diz: 9 de março de 2013

    É a política do “FAÇA O QUE EU DIGO, MAS NÃO FAÇA O QUE EU FAÇO!”
    Por falar nisso: Por que os policiais (quase 100%) não usam cintos de segurança quando em deslocamento nas suas viaturas. Comecem a observar.
    A surrada explicação de que o cinto atrapalha e atraza no caso de atendimento emergencial, não cola nem aqui, nem na China, pois é de um amadorismo de dar dó.
    Se eles não usam cinto, também nós (povo) não devemos usar.
    Pura arrogância e prepotência, tal postura. Imatura necessidade de dizer: EU ESTOU ACIMA DA LEI!
    Herr Freud explica…!

Envie seu Comentário