Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Ruídos urbanos

30 de maio de 2013 4

Apitos do guarda de trânsito, gritos de sirenes da polícia, bombeiros e ambulâncias, roncos de ônibus, buzinas, sons de obras sendo executadas, reformas no apartamento ao lado e caminhão do lixo nas madrugadas são barulhos urbanos inevitáveis. Com eles temos que conviver.

Mas há os evitáveis: som automotivo exibicionista, escapamentos abertos e o mais constante deles: caixas de som nas portas de lojas berrando ofertas ou nos expondo ao gosto musical de quem controla aqueles equipamentos.

No Centro de Blumenau, é de estourar o saco. Nos bairros também.

Comentários (4)

  • eduardo diz: 30 de maio de 2013

    Som automotivo é peculariedade de moradores do Garcia,som alto e carro rebaixado.

  • Ronald diz: 30 de maio de 2013

    É mais uma daquelas coisas onde regulamentação até existe. Mas o que não existe é capacidade para alguém fazer valer, como tantas outras que todos nós conhecemos. Finalmente o barulho alheio é uma questão de desconfiômetro e boa educação. E também uma questão de saúde pública, já que barulho tem um intimo envolvimento na saúde das pessoas e elas nem sempre sabem ou tem interesse em saber. Ou seja, também é um problema de inteligência ou falta de.

  • Juliano Marco Zunino diz: 30 de maio de 2013

    Quando que os órgãos de trânsito irão começar a fiscalizar essas motos de baixa cilindrada com os escapamentos abertos? Em muitos casos são entregadores de restaurantes e pizzarias bem conhecidos em Blumenau, rasgam a rua São Paulo muito acima do limite de velocidade da via (que saudade das lombadas eletrônicas…), dá para ouvir longe. Aliás, pergunto: que graça tem fazer barulho assim? Será que o indivíduo que abre o escape da sua moto a acelera na frente da casa dos seus pais às duas da madrugada? O mesmo vale para aquele que tem milhares de watts de potência de som no seu carro. Aliás, temos um exemplo aqui perto de casa, quase todas as madrugadas nos finais de semana ouvimos um cidadão chegando com o som do seu carro no último volume, mas quando se aproxima da sua casa, ele desliga o som, certamente para não acordar a sua mãe…é lamentável.

  • paulo ricardo stodieck diz: 31 de maio de 2013

    Dentre aqueles mencionados no primeiro parágrafo, um deles tem como ser evitado, quando se tratar de trabalho feito no curso da madrugada. As sirenes das ambulâncias, policia e bombeiros, não deveriam ser acionadas, pois a finalidade é abrir o trânsito e entre 23h e 5h da manhã nada impede o tráfego dos veículos.

Envie seu Comentário