Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Quando eu me chamar saudade

05 de julho de 2013 0

Depois que morre todo mundo vira santo. É nosso jeito. Exaltamos as qualidades do desaparecido, rendemos homenagens, exercitamos sem pudor a dose de hipocrisia que existe em cada um de nós.

Nelson Cavaquinho, o artista, disse não! E bem disse.

Nelson Cavaquinho (28/10/1911 a 17/02/1986) foi um importante músico brasileiro. Sambista carioca, compositor e cavaquinista na juventude, na maturidade optou pelo violão, desenvolvendo um estilo inimitável de tocá-lo, utilizando apenas dois dedos da mão direita. “Quando eu me chamar saudade” é uma das 75 músicas entre outros clássicos como “A Flor e o Espinho” e “Folhas Secas” compostas com Guilherme de Brito. Dono de uma obra extensa, deixou mais de quatrocentas composições que eram feitas com extrema simplicidade, que encantaram e continuam encantando.

Envie seu Comentário