Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Mercado criminoso

28 de janeiro de 2014 1

Só a paixão explica o motociclismo no Brasil. Paga-se duas ou três vezes o valor que é praticado lá fora. Montadoras e governo são gulosos. As estradas são armadilhas permanentes. A opinião pública vê as motocicletas como um transtorno por culpa de alguns imbecis que nem deveriam pilotar.

E o seguro é proibitivo, chega a até 30% do valor do veículo. Mesmo assim, são 20 milhões de motocicletas circulando no país.

Puxei o assunto das motos para falar dos furtos e roubos. Não dá mais! Tudo bem, as autoridades deveriam melhor vigiar os desmanches, mas no país do jeitinho quem alimenta o mercado de peças e motos de origem duvidosa é o brasileiro.

Motos são furtadas porque há legiões de clientes dispostos a pagar menos, levar vantagem, não se importando com a origem criminosa. Não fosse isto, os furtos e roubos cairiam drasticamente.

Comentários (1)

  • Adair diz: 28 de janeiro de 2014

    Walter, o Brasil deveria ser fechado pra balanço por tempo indeterminado, mandar seus governantes pro exílio lá em Cuba e entregar as chaves do país pro Obama, Angela Merkel ou qualquer governante de algum dos muitos países sérios e bem organizados do mundo. Infelizmente esse país tá uma bagunça só, mais parece um balaio de gato, ninguém se entende ou não quer o entendimento e quem paga o pato somos todos nós. A política no Brasil é só para oportunistas, malandros, interesseiros e até bandidos. É por isso que nada muda pra melhor, quem está na política não quer sair, e tem um monte de gente querendo mamar nas tetas da boa vida e do ócio. Alguém sabe como desmontar essa engrenagem política repleta de mordomias, privilégios, facilidades e escândalos? Não é com diálogo e papo furado que vamos melhorar a péssima qualidade dessa legião de políticos, amigos, parentes e puxa-sacos. Depois ficam esculhambando com os norte-americanos por praticarem a espionagem em escala mundial, algo que ouço desde que me entendo por gente e que até uma criança sabe que existe. Está mais que na hora de o brasileiro cuidar de seu quintal e de seu nariz, é muita bagunça e desorganização por todos os cantos e podemos estar em cima de um grande “barril de pólvora” com pavio curto. Que cada um faça a sua parte pelo país.

Envie seu Comentário