Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Último recurso

14 de março de 2014 22

O pessoal que é contra a construção da nova ponte de Blumenau na curva do rio, caso sinta que está perdendo a discussão, pode apelar para um argumento sobrenatural: nada dá certo lá.

Alguns exemplos:

- Vapor Blumenau, também conhecido como elefante branco;
- Concha acústica, que nunca funcionou e virou tela para grafiteiros;
- Edifício América inacabado, vulgo esqueletão;
- Trapiche do remo incendiado por vândalos;
- Biergarten, lindo como ele só, mas pouquíssimo frequentado pelos moradores.

Até a ponte sobre o Ribeirão Garcia está a perigo, com as ferragens saindo do concreto.

O argumento é meio esotérico, admito, mas bem fundamentado, pois não? Se não der certo, recomenda-se um despacho da pesada para espantar a urucubaca daquele canto de Blumenau.

Foto: Gilmar de Souza/ Agência RBS

Foto: Gilmar de Souza/ Agência RBS

Comentários (22)

  • Marcelo diz: 14 de março de 2014

    Valther…faltou o barco do Prefeito Décio Lima, o Manezinho Shiff.

  • Costa diz: 14 de março de 2014

    “Curva de rio”, Valther, já ouviu falar? Acho que é por isso…

  • Daniel diz: 14 de março de 2014

    Muito bom Valther, confesso que conseguir arrancar umas risadas…kkk
    Diga-me uma coisa, qual a função dessa tal Concha Acústica citada acima? Quando foi construída?

  • Franco diz: 14 de março de 2014

    Valther, acho que o que falta mesmo é respeito para com a natureza. Até o Dr. Blumenau levou uma invertida naquela área…

  • Eleitor consciente diz: 14 de março de 2014

    Tudo começou neste local, com 17 pessoas em 02/09/1850, desde lá, pouca coisa dá certo.

  • Eduardo diz: 14 de março de 2014

    Literalmente é curva de rio. Tudo para, ou empaca nessa região. Acho que a nova ponte vai combinar com o Edifício América se nao for terminada. Já imaginou? Que cartão postal?
    O novo slogan do próximo prefeito poderia ser “Uma cidade que tudo promete e nada se cumpre”. Cada o Sr. Napoleao? Sorrindo ou rindo da cara do eleitorado dele. E agora teve a capacidade de vetar o projeto para colocarem o quadro de horario dos médicos. Por que será? Pra sociedade não saber que os médicos não cumprem os horarios? Pelo amor Sr. Napoleao, com todo o respeito, mas você não está dando valor nenhum pro voto que depositei pra você. Essa obra não sairá nunca. Ou vai ser igual a ponte do Tamarindo que durou 30 anos desde o projeto.

  • Mario Mesquita diz: 14 de março de 2014

    Verdadeira curva de rio…

  • valther_ostermann diz: 14 de março de 2014

    Daniel, a obra foi um presente doado pela Artex, na comemoração do cinquentenário de fundação da empresa. Na época, a Artex também inaugurou a nova sede desportiva e um museu histórico (já desativado).

  • Paulo Volles diz: 14 de março de 2014

    Valter …. Faltou colocar o Frohsinn na lista.

  • Jorge diz: 14 de março de 2014

    Na concha acústica muito pouco de arte se viu.
    O forte do local sempre foi a reunião da turma da maresia. A maconha sempre comeu solta por ali.
    Outros débeis mentais, cheiradores e fauna associada também fazem parte da tribo dos zumbis da curva do rio.

  • Ximitão diz: 14 de março de 2014

    Nada a ver, a concha, por exemplo, ja serviu para show dos mamonas assassinas.
    Basta pesquisar as imagens.
    A ponte não deve ser ali por um simples motivo:
    Não atende a damanda da cidade. Precisamos de uma nova ponte na beira-rio, para dar fluidez ao transito no centro.
    Com o novo projeto, quem vem da velha, por exemplo, terá de ir até o vorstad para acessar a nova ponte, coisa que a ponte dos arcos já faz.
    Não ver quem não quer.
    FALTA DE GESTÃO

  • Franco diz: 14 de março de 2014

    A verdade é que Blumenau tem outras prioridades, como por exemplo, a entrega de livros didáticos para TODOS os alunos da rede pública municipal, ao invés de gastar um dinheirão com foguetes de fim de ano e bandeiras gigantes de qualidade tipo papel higiênico!!!

  • Lotar Kaestner diz: 14 de março de 2014

    Este é o meu sonho original, daqui de Curitiba…e faz tempo: derrubar o esqueletão, a rua das Palmeiras passa direto por cima da ponte e liga com a 2 de setembro. Qual o cabra macho que vai fazer esta obra? Temos que evoluir…Mas a ponte tem que ser uma arquitetura que combine com o estilo da cidade. Nada de ponte estaiada, que é artificial – “kitsch”. Tem que ter macho nesta cidade linda onde nasci!

  • WALDIR diz: 14 de março de 2014

    nova ponte? kkkkkkkk

  • Valdemir Nicoletti diz: 14 de março de 2014

    Cda vez mais o povo de Blumenau vai se igualando ao povo brasileiro em geral;
    Falta de cultura e postura ética. Em vez de ajudarem a consturir uma cidade futurística, preferem a covardia do comodismo, onde atirar pedras e apontar defeitos é mais “conveniente”.

    Aqui só uma coisa é aplaudido de pé; festa que tenha choppe, onde a bebedeira é sinônimo de festa. O povo daqui já foi melhor, agora está ficando igualzinho ao povo brasileiro.

  • Renato diz: 15 de março de 2014

    Concordo com o Lotar Kaestner , o que esta faltando pra alguem tomar vergonha e derrubar o esqueletão? O correto seria uma ponte ali ligando centro diretamente a Av Brasil e 2 de setembro .E começarem a pensar em túneis (Velha -Garcia/ Vorstadt -Fortaleza ) , pois sem eles Blumenau irá parar em 2 anos no máximo.Desviar do centro é a solução !!!

  • Carlos diz: 15 de março de 2014

    La tinha.
    Latinha.
    Ele “tinha” razão neste detalhe.

  • Saggin diz: 15 de março de 2014

    Falta ação do Poder Público. É necessário faça! Claro que dentro do bom senso. Deixar de lado as vaidades das pessoas e órgão que só futricam para atrapalhar o desenvolvimento.
    Se depender de alguns de alguns, tem que fazer passarela para as formigas atravessarem a BR 470, ao contrário não pode ser duplicada. Quanta hipocrisia………..

  • paulo sergio arruda diz: 15 de março de 2014

    Sou morador do Paraná, com parentes em Blumenau, acho que o povo e os politicos dai precisam parar com esse negócio de festa disso,festa daquilo e começar a pensar mais sério, excluindo-se as ruas do centro da cidade (15 ,beira rio etc) venho percebendo a cada visita que a cidade está pior,mais suja e abandonada, Blumenau está ficando para trás em relação as outras cidades de santa catarina ,uma pena,mais é a pura realidade.

  • Lourdes Consuelo Holl diz: 16 de março de 2014

    Eu discordo em que você citou que a concha acústica nunca foi usada. Foi sim, nos períodos 2011 e 2012. Inclusive foi matéria do jornal de Santa Catarina, o povo esquece quando é cultura. Pois VAMOSIUNI é um coletivo de artistas onde estavam utilizando este espaço público. Só que lamentavelmente não utilizam mais, pois foi ocupado pelo canteiro de obras.E agora como fica?Podem utilizar este espaço?Ou o Fronshin.

  • Charles diz: 17 de março de 2014

    Não é de se estranhar que a audiência pública para apresentar o Estudo de Impacto de Vizinhança da nova ponte do centro não tenha dado certo.
    Essa região tem uma maldição enterrada em algum lugar. Nada dará certo lá de jeito nenhum. Nem zona de meretrício consegue seguir aberta nessa região.
    Vão contar aos nossos bisnetos e tataranetos a história da “curva do rio assombrada”, onde nada florescia nem se desenvolvia…. eu realmente acredito que no dia que implodirem o esqueleto do Edifício América encontrarão a caveira de dinossauro que está emperrando o desenvolvimento daquela região.
    Bem, mas se acharem a caveira, logo o Iphan, o Discovery e o History Channel bem como o IBama vão tombar a região como sítio arqueológico e aí mesmo nada poderá mais ser construído. Terão de derrubar a casa do Dr Blumenau para tentar encontrar a vértebra de um estegossauro e terão de exumar os cadáveres do cemitério de gatos, pois na verdade não eram gatos e sim tigres-de-dente-de-sabre.
    Estão achando piada de mau gosto ? Piada é fazer um projeto de uma ponte estilo anos 60 em pleno 2014 gastando o equivalente a uma ponte decente e que nos orgulhe. Mas não esse monstro de concreto de mau gosto que querem construir lá.

  • Adair diz: 18 de março de 2014

    O melhor local para a nova ponte é exatamente ali onde se encontra aquela monstruosidade pré-histórica chamada de “edifício América”. Que seja demolido o quanto antes, construam a ponte ali e que se estenda até a Av. Brasil. Na esquina com a República Argentina deveria ser feito um viaduto de verdade, e não parecido com aquele ridículo lá de Gaspar. E alguém vai perguntar: de onde virá o dinheiro pra tantas desapropriações? Dinheiro nesse país arrecadador/predador tem de sobra, é só arregaçar as mangas e ir a luta.

Envie seu Comentário