Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

De crianças e árvores

28 de março de 2014 2

Olha que bonito – e útil: no Quênia, país da África Oriental, os Swahili costumam plantar uma palmeira logo depois do parto. No fundo da cavidade onde será plantada a muda é depositada a placenta para nutrir a palmeirinha, que será uma espécie de irmã da criança que nasceu. Crescem juntos.

Bonito porque é bonito, útil porque garante o crescimento da floresta junto com o crescimento da população.

A ideia foi copiada em Macatuba, pequena cidade do interior paulista, 16 mil habitantes. Iniciativa do obstetra Calixto Felipe Hueb, cada pai recebe uma muda com o compromisso de plantá-la e acompanhar o crescimento. Algumas outras cidades brasileiras também adotaram o procedimento.

Aqui em Blumenau não deu certo.

Foto: Alicia Jo McMahan

Foto: Alicia Jo McMahan

Comentários (2)

  • Jorge diz: 28 de março de 2014

    Não espalha, Valther.
    Lá na UFSC os esquerdopatas podem ter a ideia de plantar também uma certa “planta” a cada novo aluno matriculado…

  • Carla diz: 28 de março de 2014

    Acho fantástico, mas tenho minhas dúvidas de que brasileiros realmente se empenhariam em um projeto desses…. espero que eu esteja errada!

Envie seu Comentário