Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Posts de março 2014

Decepcionante

31 de março de 2014 4

Estupradores, como todo bandido no Brasil, têm vida fácil. São liberados num piscar de olhos, com algumas exceções. As autoridades policiais queixam-se da legislação branda e sugerem maior rigor.

Esperem sentados, em pé vai ser uma canseira. O planeta é machista, Brasil incluso, como mostra a recente pesquisa do Ipea: 65,1% das pessoas acreditam que as mulheres que usam roupas que mostram o corpo merecem ser atacadas.

O resultado da pesquisa permite concluir que, se consultadas, as pessoas aprovariam a imposição da burca para as mulheres. Vocês sabem, aquela veste feminina que cobre todo o corpo, até o rosto e os olhos, porém nos olhos há uma rede para se poder enxergar.

Sempre tem um espaçoso...

31 de março de 2014 8

Alguns motoristas são distraídos e jogam por terra a intenção da demarcação de vagas de estacionamento nas ruas de Blumenau. Acabam tirando uma vaga. Ô raça!

carro

Feito!

28 de março de 2014 2

A faixa de pedestres na junção das ruas São Paulo e Timbó (foto anterior, ali embaixo) já foi arrumada.
O pessoal da Secretaria de Serviços Urbanos de Blumenau está rápida no gatilho: informou, consertou.
Valeu!

De crianças e árvores

28 de março de 2014 2

Olha que bonito – e útil: no Quênia, país da África Oriental, os Swahili costumam plantar uma palmeira logo depois do parto. No fundo da cavidade onde será plantada a muda é depositada a placenta para nutrir a palmeirinha, que será uma espécie de irmã da criança que nasceu. Crescem juntos.

Bonito porque é bonito, útil porque garante o crescimento da floresta junto com o crescimento da população.

A ideia foi copiada em Macatuba, pequena cidade do interior paulista, 16 mil habitantes. Iniciativa do obstetra Calixto Felipe Hueb, cada pai recebe uma muda com o compromisso de plantá-la e acompanhar o crescimento. Algumas outras cidades brasileiras também adotaram o procedimento.

Aqui em Blumenau não deu certo.

Foto: Alicia Jo McMahan

Foto: Alicia Jo McMahan

Não está?

27 de março de 2014 3

Eis uma faixa de pedestres que está precisando de um trato.

Na Rua São Paulo, junção com a Rua Timbó, em Blumenau.

Foto: Lucas Amorelli/ Agência RBS

Foto: Lucas Amorelli/ Agência RBS

Árvore resolvida

26 de março de 2014 14

Hoje, no começo da tarde, o pessoal da prefeitura esteve lá (Rua Curt Hering, Centro de Blumenau) e providenciou o corte da árvores a perigo. E fez o certo: replantou outra ao lado.
Só falta o acabamento do piso, que certamente será feito em seguida, para dar o serviço como bem feito.

(Foto: Valther Ostermann)

Árvore resolvida (Custom)

Tombando

26 de março de 2014 5

Tomara que até a publicação da coluna de hoje no Jornal de Santa Catarina, a árvore da rua Curt Hering, Centro de Blumenau, tenha sido socorrida, removida ou, caso não tenha outro jeito, sacrificada, porque está a perigo, as raízes não mais dão conta do peso.

Foto: Valther Ostermann

Foto: Valther Ostermann

O retorno

25 de março de 2014 3

Talvez pela mudança de estação, talvez pela maturação das goiabas, mas o fato é que as aracuãs – ave-símbolo de Blumenau – voltaram. Vai ver, é pelas goiabas.

Esta, da foto, devorou uma em questão de minutos. Se não fosse chamada aracuã, poderia ser papa-goiaba. Mais sonoro que seu nome científico, Ortalis Guttata.

São bem-vindas.

Foto: Giovani Vitória/ Especial

Foto: Giovani Vitória/ Especial

Sábado é domingo

25 de março de 2014 2

Foi uma maratona, a do leitor Carlos Augusto Grahl, sábado passado, em Blumenau. O carro deu defeito, saiu em busca de uma oficina, partindo do bairro Progresso, onde mora. Na concessionária aberta a oficina estava fechada, e assim foi em todos os outros endereços. Rodou mais de uma hora, o carro se arrastando, até conseguir um conserto improvisado que não foi em uma oficina: “Estavam todas fechadas! Como pode, numa cidade deste porte?”

O Carlos Augusto está começando a entender Blumenau.

Êpa!

25 de março de 2014 0

Se a gente botar atenção nas embalagens dos produtos que adquirimos nos supermercados vai perceber que muitas trazem, em letras pequenas, a informação de que o conteúdo foi diminuído. O alerta é do leitor Marcel Guerino, que mandou uma penca de fotos atestando o fenômeno.

Se o preço não é diminuído na mesma proporção, o aumento é brutal.

Foto: Marcel Guerino/ Especial

Foto: Marcel Guerino/ Especial