Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Posts de julho 2014

Auxílio-reclusão

31 de julho de 2014 3

Rola na Câmara dos Deputados uma Proposta de Emenda à Constituição que acaba com o auxílio-reclusão, que é antigo, e cria um benefício mensal no valor de um salário mínimo para amparar vítimas de crimes e suas famílias. Pelo texto o novo benefício será pago à pessoa vítima de crime pelo período em que ela ficar afastada da atividade que garanta seu sustento. Em caso de morte, o benefício será convertido em pensão ao cônjuge ou companheiro e dependentes da vítima.
No site da Câmara há uma enquete sobre o assunto.

Farra dos dossiês

30 de julho de 2014 1

Ano eleitoral tem seu lado divertido, é quando todos os dossiês colecionados, verdadeiros ou falsos, são divulgados expondo supostos malfeitos dos candidatos.
Tem cada coisa!

Apenas assista

29 de julho de 2014 0

Desobediência civil

28 de julho de 2014 0

Responda rápido: o que é mais comum em Blumenau, nunca usar o pisca-pisca ou sempre desobedecer a placas iguais a esta?
Desta vez no bairro Garcia.Placa lixo (Custom)

(Foto: Valther Ostermann)

Deu!

27 de julho de 2014 1

O assunto é sério, não dá mais para aturar trotes telefônicos para a polícia e para o Samu. Estes idiotas têm que sentir o gosto amargo de sua estupidez. Será que nada mais é coibido neste país? Será que a sociedade não percebe a diferença entre ser boazinha e ser bobinha? Sete mil trotes para o Samu, num mês, é crime de lesa-sociedade!

Apenas um endereço

26 de julho de 2014 3

Sobre a venda e consumo de drogas no Edifício América, conhecido como Esqueletão do Centro Histórico, é importante ressaltar que é apenas mais um dos muitos pontos em que rola este rolo. O que o diferencia dos outros é o perigo do consumo nas alturas, os drogados correm risco de despencar, mas isto está resolvido: depois da reportagem do Santa (edição de hoje) mostrando que tudo acontece inclusive à luz do dia, eles mudarão de endereço. Não por pudor, mas para não serem incomodados. A legislação atual praticamente autoriza o consumo.

Bolsa-crematório

26 de julho de 2014 0

De vez em quando lemos notícias sobre problemas na construção de crematórios, como é o caso do de Rio do Sul, liberado agora depois de idas e vindas legais.
Tenho para mim que crematórios deveriam ser incentivados pela administração federal, e até mesmo subsidiados para a população.
É a perfeita solução para o problema de superlotação dos cemitérios aqui e no mundo, que caminha para sete e meio bilhões de habitantes.

Depois se dá um jeito

26 de julho de 2014 1

A tubulação da SCGás vai atrapalhar um pouco a duplicação da BR-470, dizem os responsáveis pela obra, e vai mesmo. Quando duplicarem, claro.
E ao chegar lá no Alto Vale terão o mesmo problema.

Olha aí a instalação da tubulação nas margens da rodovia, atualmente, próximo a Rio do Sul. No entanto, até que a obra chegue lá vai um tempo que nem te conto, se considerarmos que ainda nem começou pra valer.

SCGás (Custom)

(Foto: Gilmar de Souza/JSC)

Aquela mulher

24 de julho de 2014 0

Reproduzo uma nota que publiquei há cinco anos para reafirmar minha admiração por um fascinante vulto histórico de Blumenau, talvez o mais de todos. O doutor Blumenau tem imenso cartaz, merecido por sua importância; ela, que identifico abaixo, tem menos do que deveria.

Edith

Consta que é do escritor, cientista e filósofo alemão Johann Wolfgang von Goethe a frase estampada na placa do Cemitério dos Gatos de Edith Gaertner:
“Ao esmagar, hoje, uma aranha, perguntei-me se era lícito matar a quem Deus dera, como a mim, parte igual nos dias desta vida.”
Goethe, muitos conhecem, Edith, mais deveriam conhecê-la. Foi – mesmo! -uma mulher à frente e além de seu tempo, com todos os contratempos que isto causa. Sabem a casa que abriga o Museu da Família Colonial de Blumenau, na Rua das Palmeiras? Ela morou lá. Seu quintal virou o Parque Botânico que leva seu nome. E é lá que está o Cemitério dos Gatos, que talvez você não conheça, mesmo morando há muito tempo em Blumenau. Mesmo tendo nascido aqui, alguns.
Atriz, intelectual, amante da natureza e dos animais, é, para mim, o maior vulto feminino da história desta cidade. Arrisco-me dizer que quem a conhecer, através de uma ida ao Arquivo Histórico ou um clique no Google, terá a mesma opinião.
Além de tudo, era linda.edith_3

(Foto: Acervo Arquivo Histórico de Blumenau)

 

Bolsa-crematório

23 de julho de 2014 0

De vez em quando lemos notícias sobre problemas na construção de crematórios, como é o caso do de Rio do Sul, liberado agora depois de idas e vindas legais.
Tenho para mim que crematórios deveriam ser incentivados pela administração federal, e até mesmo subsidiados para a população.
É a perfeita solução para o problema de superlotação dos cemitérios aqui e no mundo, que caminha para sete e meio bilhões de habitantes.