Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Desperdício

13 de dezembro de 2014 4

Livros descartados (Pfau)

O assunto já foi assunto mais de uma vez no Jornal do Almoço da RBS TV Blumenau, recentemente. O Ministério da Educação é generoso quando se trata de livros didáticos, atopeta as escolas com quantidades descontroladas. Acaba nisto: por falta de espaço físico, são descartados de várias maneiras, quase todas com o mesmo destino, o lixo. Estes, da foto, no lixo do Biergarten.

Novinhos em folha!

(Foto: José Geraldo Reis Pfau/Especial)

Comentários (4)

  • Flávio Borges diz: 13 de dezembro de 2014

    Caro Valther, sou professor da Rede Pública de ensino e acredito que o debate sobre os livros didáticos, passa pela falta de mecanismos de punição aos alunos e a família que utilizam os livros de maneira inadequada. Nas escolas que recebem o número correto de livros, os alunos recebem no início do ano letivo, para serem devolvidos ao final do ano, e serem utilizados mais 2 anos consecutivos, no entanto, no decorrer do ano, muitos alunos já não trazem mais os livros para a escola. Na maioria das vezes, a falta de acompanhamento da família é a grande responsável por esse desperdício de dinheiro público e ao contrário do que muitos imaginam, a quantidade de livros entregue pelo MEC, normalmente é menor do que o adequado.

  • Lê diz: 14 de dezembro de 2014

    Walter, infelizmente isso acontece em todas as escolas da região. Não cabe mais na biblioteca? Lixo! Já foi resgatar uns livros que uma professora amiga minha já tinha resgatado mais ia jogar fora por falta de espaço, eu amante de livros como sou não podia deixar. Agora estão na minha “biblioteca” Sans e saltos. E se um dia não puder mais ficar com eles eu doou, porque nem sebo não quer. Lamentável!

  • Karamuru diz: 14 de dezembro de 2014

    Olha, os livros didaticos tem validade de tres anos para uso em sala de aula, depois podem ser usados para pesquisa em biblioteca. O amigo Flavio ja falou todas verdades ai em cima, porem tem mais. Os professores escolhem livros para serem usados em sala de aula, e nao aceitam livros de qualquer autor, ali começa o problema, em segundo lugar as familias deveriam ser obrigadas a comprar livros, pois somente assim dariam valor, como era ate minha geração. Hoje estao ganhado livros de graça, e nao sabem o valor inestimavel na area afim que tem. Agora se os livros nao tem mais utilidade em sala de aula, é errado todo o sensacionalismo que foi feito pelo tal catador a dias atras e outras pessoas. As pessoa de fora e o catador, deveriam saber todo o cronograma de uso de livros na escola, descarte, utilidade ou nao, para depois tirarem suas proprias conclusoes, mas nao, sensacionalismo ja.

  • Luiz diz: 15 de dezembro de 2014

    Tambem sou amante de livros, mas não quer dizer que vou recolher tudo que encontro de livro jogado no lixo. Assim como musica, grande parte também nao serve para muita coisa, sempre tem mais do mesmo, livros didáticos, então, tem aos montes com o mesmo tema. Olha tem livros escritos por gente aqui de Blumenau, que se me derem, também vão ter o mesmo destino, lixo,,,, pelo menos servem para reciclagem, e nao é pecado não fazer isto.

Envie seu Comentário