Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Parques

11 de março de 2015 5

O Parque das Itoupavas, projeto que deve sair do papel, é daquelas obras de imenso custo-benefício. Tenho certeza de que, virando realidade, vai entusiasmar a administração de Blumenau para projetos parecidos em outros quadrantes da cidade. Parques assim têm que entrar no rol de prioridades por seu imenso benefício para o lazer, saúde e convivência social. Tão importante quanto posto de saúde e escola. E não se esqueçam, por favor, de pensar na segurança do futuro equipamento, para que não sofra a ação de vândalos como acontece com o pioneiro Parque Ramiro Ruediger.

Meu entusiasmo com o anúncio do novo parque se dá pela história do Parque Ramiro Ruediger, que nasceu da vontade e inciativa de Marcelo Greuel, presidente da Fundação de Desportos de Blumenau no período 1993-1996.

Começou aos poucos, com recursos da própria Fundação, dedicando-se pessoalmente até no plantio de árvores. Com o desenvolvimento da obra acabou por receber apoio do prefeito Renato Vianna e pôde abrir ao público.

Resumo da ópera: foi sucesso imediato, dada a carência de espaços públicos naqueles moldes, e se expandiu. É o local mais frequentado da cidade.

Lá nas Itoupavas não tem como dar errado.

Comentários (5)

  • Maurício diz: 11 de março de 2015

    Concordo Valther, desde o início não gostei da administração do Napoleão mas se ele deixar esse parque pronto ele têm meu voto, tamanho é o benefício para a população de um parque desses, basta olhar para o Ramiro…….E se a população pressionar também teremos um no local do atual presídio quando o mesmo for desativado, pois aquela região também precisa de uma área de lazer.

    E como você bem lembrou a segurança é importante pois é um ambiente familiar….E os vândalos não costumam agir a luz do dia.

    Grande abraço

  • Luiz diz: 11 de março de 2015

    Primeiro, acho ideias de parque excelentes opções de lazer, apesar do tamanho, enfim, é o que temos. Me deixa apreensivo o fato da carência de segurança nestes locais, imagina se no parque Ramiro que fica ao lado do fórum, do batalhão da Policia Militar, de uma delegacia regional de policia civil, os delinquentes já fazem barbaridades, agora na Itoupava que já é uma região carente de segurança publica, o que vai acontecer. Sito o exemplo da ponte do Badenfurt, já tomada pela macacada, onde o cidadão comum não pode fazer sua caminhada a noite.

    Discordo do colunista, se formos observar o quesito segurança publica, já vai dar errado pelos motivos explanados. com ideie de um local para socialização, pratica de exercício e outros eventos, louvável a iniciativa, mas hoje estamos no mundo cão, onde quem manda é o bandido e tem muito por aquela região, basta olhar os noticiários policiais todos os dias.

  • Alberto diz: 11 de março de 2015

    Caro Valther, o Parque Ramiro está abandonado há muito tempo. Os banheiros são “sujos”, as telas dos campos e das quadras estão arrebentadas, a quadra de tênis está a mais de 4 anos sem manutenção, os brinquedos do parque estão quebrados, o lago está totalmente sujo, ou seja, daqui a pouco ficara sem condições para as pessoas frequentarem. Estava lá um dia desses e uma pessoa da FMD disse que agora iria melhorar porque a Administração do Parque passou para a PROEB. Já se passaram 3 meses desta conversa e até agora não teve melhora nenhuma.

  • Luciano de BLUMENAU diz: 12 de março de 2015

    A segurança será importante para os parques funcionarem, porém também é preciso da colaboração da população. Denunciando os vandalos, e também ajudando a manter limpo. Pois não somente o vandalo é porcalhão ! O problema é que se a população ajudar a denunciar, com essa lei frouxa no BrasiU a macacada sempre leva a melhor. Pois aqui o crime pelo jeito está compensando !! Infelizmente.

    Mas parabens por este novo projeto.

  • Gerson diz: 12 de março de 2015

    “PANIS ET CIRCUS” !
    Talvez seja só isso mesmo que este povo mereça e de quebra uma pitada de enrolação e apoio da mídia local pois que sabemos que tudo não vai sair mesmo do blá, blá, blá ……………….

Envie seu Comentário