Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Tem preço 

01 de janeiro de 2016 4

No primeiro dia do ano a entrada para Bombinhas ficou mais cara. Vai ser o berreiro de sempre, como é natural numa nação em que dela tudo é cobrado e pouco é retornado. O berreiro vai durar um tempinho e depois tudo será como sempre, assunto esquecido, aumento absorvido e vamos para a praia que o sol apareceu.

Vou cantar uma pedra que, aliás, já cantei: não vai demorar muito até que outros balneários, de olho grande no faturamento de Bombinhas, copiem a ideia.
Quem viver pagará.

Embora pareça, não sou ferrenho adversário do tal pedágio de Bombinhas. Quem acompanha a limpeza das areias das praias nunca deixa de se espantar com a quantidade de lixo que os frequentadores espalham pelo chão, vai de palito de picolé a garrafas quebradas. Tudo o que não fazem em suas casas, fazem nas praias. Custa depositar seu lixo numa sacolinha de plástico, dessas de supermercados mesmo, para depois depositar no local adequado? Se a maioria não faz, então que pague a limpeza de forma antecipada. Na chegada, que é pra garantir.

Comentários (4)

  • Ronald diz: 1 de janeiro de 2016

    É o ônus da falta de educação, mas há quem prefere achar que o problema é dos outros.

  • Michel diz: 2 de janeiro de 2016

    E como sempre o povo local se achando a última bolacha do pacote: – Pedágio nas praias, caipirinha a R$ 30,00, praias poluídas, falta de higiene no preparo de alimentos, esgoto a céu aberto, falta de água e por ai vai.
    Quero ver o dia em que os turistas nos mandarem as favas !

  • CARLOS diz: 6 de janeiro de 2016

    Tenho por hábito não comprar onde por ex, me cobram estacionamento. Façam o mesmo com Bombinhas, não vá para lá. Vivem de turismo, então Pois é…

  • carlos r diz: 7 de janeiro de 2016

    A unica mudança foi a cobrança de pedágio, e só.

Envie seu Comentário