Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

O momento que vivemos

03 de fevereiro de 2016 9

O que nos angustia mais que a crise em que estamos mergulhados até o bigode é a falta de perspectiva. O governo não apresenta outra solução que não seja o aumento de impostos e a oposição limita-se a votar contra. Projeto para recuperação da economia, que é bom e necessário, nenhuma das partes propõe. Para nós, vítimas da sucessão de erros do atual governo, o futuro é incerto. Temos que pagar segurança privada para suprir a falta de segurança pública, planos de saúde para garantir o que a saúde pública não garante, pedágios para ter rodovias apenas razoáveis e por aí vai, num fenômeno tipicamente brasileiro de pagar tudo em dobro e ter retorno pela metade.
Fundo do poço é ruim por si só, mas falta de corda é desesperador.

 

Comentários (9)

  • Conrado diz: 4 de fevereiro de 2016

    E tudo isto se torna um fardo insuportável para quem trabalha e carrega o país nas costas.
    Para a malandragem abrigada pelo governo com as famosas bolsas tudo continua numa mil maravilha.
    Mas de jeito que está a água do poço está acabando. Está mesmo.

  • Michel diz: 4 de fevereiro de 2016

    E vem ai o carnaval, depois vem as Olimpíadas e de quebra um campeonato brasileiro recheado de timecos e com os quais os torcedores se deslumbram e até matam.
    Ah, não podemos esquecer dos Big Brothers prá lá de imbecis e escrachados ou das novelas pornográficas que enchem os olhos e ouvidos de todos e que fazem a riqueza dos donos da mídia no Brasil e que sempre andam de braços e abraços com os governos enquanto o povo anda de ônibus, espremido tal feito vacas ou porcos e nem sabe se vai ter o seu emprego no dia de amanhã.
    Brasil não reclama. Esta é a tua cara !

  • Ronald diz: 4 de fevereiro de 2016

    Tivemos de fato algum momento diferente deste ou nos deixamos manipular por pouco? Talvez o poço sempre esteve lá, nós nunca saímos e, em outro momento, este fundo estivesse mobiliado de tal forma a nos proporcionar um “conforto”. A conta, me parece, daqueles tempos de “conforto”, viria cedo ou tarde. Chegou?! O mais interessante disto é que uma boa parte, inclusive pessoas próximas, certamente nos chamariam de pessimistas. Isto me leva crer que basta o circo se organizar um pouco e teremos em 2018 um cenário de salvador de pátria, onde o herói em seu cavalo branco desfilará soluções simples para problemas mais simples ainda. Haverá ali um momento de puro êxtase, afinal o amargor novamente terá passado. O herói me parece bem conhecido, apesar do panorama desfavorável. É que teve um outro que também saiu de lá escorraçado pela força desta tal democracia que o acusava de o bandido do momento. Bom, o momento passou e ele está lá. Por incrível que pareça, acusado novamente e agora junto com alguns algozes do passado. Juntando tudo e olhando nossa história, o que efetivamente mudou pela força da tal sociedade? Provavelmente apenas passou o tempo, se manteve a essência dos personagens do passado e os velhos jeitinhos de levar vantagem antes de tudo!

  • Ciso diz: 4 de fevereiro de 2016

    Sabe o que me incomoda é te ver há duas semanas sem mencionar nada sobre a vergonha do transporte coletivo, sim porque você mesmo no ano passado inteiro tanto durante a greve dos servidores públicos quanto durante as mensais paralisações dos motoristas do SIGA falava repetitivamente que a população não merece ser prejudicada e no entanto há duas semanas sem ônibus, uma inteira sem e essa que está sendo um sufoco, o Srº que é sempre tão preocupado com a população de nossa cidade nada menciona e prefere se manifestar sobre assuntos já saturados na mídia, engraçado não achas? Eu acho que até riria mas a situação é tão vergonhosa porque em uma cidade onde as mídias (jornal e televisão) estão tão preocupadas com o que acontece em Brasilia, na Lava Jato etc, não consegue ter uma critica tão severa com o governo local! Devias ter vergonha por ter coragem de falar só o que te deixam falar!

  • Rafael diz: 4 de fevereiro de 2016

    Valther, concordas que parte disso se deve a falta de ética dos governos ao longo da história e a corrupção já faz parte da cultura brasileira?

  • Fábio Souza diz: 4 de fevereiro de 2016

    Falta de atitude do governo só faz com que as empresas para se manterem reduzam seu quadro de funcionários, hoje mais uma empresa de Blumenau desligou mais de 50 funcionários, até quando vamos sofrer com este governo corrupto.

  • Eduardo diz: 4 de fevereiro de 2016

    Os governos são tal qual jabuti na árvore: ” ou é enchente ou mão de gente”. Aprendam votar e parem de reclamar.

Envie seu Comentário