Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

É isso aí, delegada!

10 de fevereiro de 2016 6

“A certeza da impunidade motiva crimes desta natureza”, disse a delegada Rosi Barbosa Serafim sobre estupro acontecido em Brusque, quarta-feira, em plena luz do dia e em local movimentado. A frase, tantas vezes repetida pela coluna e pela sociedade inconformada com leis tão condescendentes, revela também o desencanto do trabalho policial, cuja rotina é investigar, deter e aguardar a inevitável soltura de criminosos. Dezenas de vezes. Quem gosta de enxugar gelo?

Comentários (6)

  • Raio X diz: 11 de fevereiro de 2016

    Fora que para defender estes bandidos surgem inumeros grupos de “DEREITOS HUMANOS” infelizmente com inumeras igrejas tambem envolvidas. Esperar o que mais, pois ser honesto passa a ser vergonhoso e visto como falta de virtude.

  • Ronald diz: 11 de fevereiro de 2016

    Sempre há possibilidades de piorar. O cenário é de muitos interesses e pouca vontade, desde a base até o topo da pirâmide.

  • Andress Cristian Dauer diz: 11 de fevereiro de 2016

    Direitos humanos so defendem vagabundos Quando um pai de familia e´ morto ou um policial , eles se calam porque sera que eles ganham com isso.

  • Rafael diz: 12 de fevereiro de 2016

    Uma grande parte do aumento contínuo da violência, não só no país, mas sim na nossa ex-pacata região se deve ao excesso de direitos e a falta de deveres. Princípios morais são construídos ao longo da vida e começam no seio familiar que cada vez mais está enfraquecida, pais que praticamente não conversam com filhos devido ao acumulo de funções e trabalho bem como a sociedade que não prega mais valores. Valther lembra da torcida da seleção japonesa ao final de seus jogos
    na Copa do Mundo aqui no Brasil recolhendo o lixo em sacos? Lá as crianças ao final do expediente escolar são as próprias responsáveis pela organização das salas… por aqui isso é “inadmissível”, a falta de deveres como citei criam a idéia de que “tudo posso” e consequentemente temos o aumento da violência.

  • Michel diz: 13 de fevereiro de 2016

    Isso é resultado da falta de ação de um povo que se contenta com uma latinha de cerveja, um timeco de futebol e que fica extasiado com uma imprensa e tv que só nos jogam porcaria na cara e que não cumprem o seu papel de realmente informar mas que sempre jogam para a torcida, independente de que aqueles que as pagam sejam os mesmos que nos roubam e prejudicam !

  • Antônio diz: 24 de fevereiro de 2016

    Rafael, estive no Japão em 2004 e vi os alunos limpando as vidraças e varrendo o pátio. A escola é em período integral e o poder público paga apenas funcionários para fazer o almoço, ficando para os alunos todos os demais serviços da manutenção da escola.

Envie seu Comentário