Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Posts de março 2016

Zera tudo

30 de março de 2016 7

A tese mais aceitável para este rolo político que nos assombra: se é para tirar a presidente, que então se tire tudo, de fio a pavio, e comece do zero, com eleições gerais. Não há um grama de confiabilidade nos que estão se debatendo pelo poder. Passa a régua, fecha a conta, vamos para o futuro que o presente está um saco!

Não é por aí

30 de março de 2016 0

Os valentões de redes sociais que fizeram ameaças ao ministro do Supremo Teori Zavascki, incluindo a divulgação de seu endereço residencial e incentivo a protestos no local, têm mais é que ser identificados, processados e punidos na forma da lei. Imaginar que ficariam no anonimato é burrice. Se quiserem mudar o país, aprendam a respeitar as leis. Imitar comportamentos que condenamos só os coloca na mesma vala dos insensatos.

Enfim!

30 de março de 2016 1

Fazia tempo que não havia um jogo de futebol tão emocionante como o de Vasco x Flamengo, quarta-feira. Como nos velhos tempos, digno do maior clássico carioca. E, o que é melhor, meu Vascão continua invicto.

Humm...

28 de março de 2016 2

 

Se por medo da Justiça Eleitoral ninguém mais admita o tradicional Caixa 2, se por desencanto do processo causado por aquele juiz paranaense os empresários retraiam suas contribuições, e se as produtoras de programas eleitorais e marqueteiros continuem a cobrar os olhos da cara, como serão as campanhas eleitorais desse ano?

Não muda

28 de março de 2016 2

Olha aí, pessoal que quer tirar Dilma, eu não quero ser estraga-prazer, mas se ela cair o Congresso Nacional será o mesmo com qualquer presidente tampão. Não é de arrepiar?

Assim fica difícil

28 de março de 2016 0

O país está convulsionado, ninguém sabe o amanhã, e assim serão as próximas semanas. Menos mal que não está dividido meio a meio como já se pretendeu; todas as pesquisas mostram que a maioria – nada de maioria simples, é maioria mesmo – quer o esclarecimento de todas as corrupções, o reembolso de todos os saques e a punição legal de todos os envolvidos. Não fosse o componente político e tudo não passaria de um caso de polícia, mesmo com tantos coroados envolvidos.

A paixão partidária tudo contamina, inclusive a vida da nação. Ela é cega para os malfeitos, visa somente a sobrevivência das agremiações políticas e suas respectivas ideologias. E dê-lhe apregoar o ódio, incentivar confrontos, desprezar o diálogo. Política, diz o dicionário, é arte e ciência da organização e administração de um Estado, uma sociedade. Não é isso que aí está.

Escolhas

26 de março de 2016 2

Não, meus queridos, não existe salvador da pátria. Essa expectativa já deveria ter sido varrida do inconsciente coletivo. O que existe é o acerto do eleitor, ao mandar para os palácios do poder homens e mulheres íntegros, competentes em suas áreas e compromissados com o país. Algo que, convenhamos, não tem acontecido.

Outra premissa falsa é que ao encontrar um candidato honesto encontramos a solução. Isso perdura desde quando se aceitou que deparar-se com um honesto é um achado, equivalente a encontrar uma pepita de ouro no meio de uma montanha de cascalho. Ora, honestidade é condição essencial, porém não qualifica necessariamente o cidadão para um cargo de mando, ainda mais quando envolve altíssimas responsabilidades. Consta que Tiririca é honesto, e deve ser. Tiririca seria um competente presidente do Brasil?

O momento é de reflexão sobre como vínhamos encarando até agora o ato de escolher. Um mea culpa bem feito nos faria chegar à conclusão de que temos sido relaxados. Olha no que deu. Aliás, olha no que está dando.
Daqui a pouco teremos nova chance. Não é aceitável continuar errando tanto.

Telefones cortados

22 de março de 2016 1

A Secretaria de Justiça e Cidadania anunciou que vai instalar bloqueadores de sinal de celular em todas as unidades prisionais de Santa Catarina. Vamos supor que o anúncio seja cumprido e de fato interrompa a comunicação da bandidagem. A primeira reação será de espanto, considerando que promessas de governo quase nunca são cumpridas totalmente.
A primeira consequência vai ser a reação dos presos, “pô, doutor, como faço para falar com minha mãezinha agora?”
E o primeiro efeito colateral poderá ser a diminuição do roubo de celulares.

Engrossou

22 de março de 2016 0

A Câmara dos Deputados aprovou, terça-feira, uma medida provisória que vai virar bate-boca, ora, se vai. Ainda mais nesses tempos de manifestações sucessivas. A medida define como infração gravíssima a conduta de “deliberadamente interromper, restringir ou perturbar” a circulação em vias sem autorização do órgão de trânsito local. Pedestre que bloquear ruas terá que pagar multa no valor de 20 vezes o valor de infração gravíssima, que passa a ser de R$ 293,47.
Vai custar uma nota. Se pegar, claro.

Dilma, a misericordiosa

22 de março de 2016 0

O Decreto do Indulto, editado em dezembro pela presidente Dilma, já botou em liberdade um bocado de condenados no Processo do Mensalão do PT. Indulto corresponde a perdão, anistia, absolvição, ninguém deve mais nada.
Os perdoados de terça-feira: ex-deputados federais Roberto Jefferson (PTB-RJ), Bispo Rodrigues (PR-RJ), Pedro Henry (PP-MT) e Romeu Queiroz (PTB-MG), o executivo do extinto Banco Rural Vinícius Samarane e o advogado Rogério Tolentino.

O ex-deputado João Paulo Cunha (PT-SP) já havia sido perdoado com base naquele decreto presidencial. Antes deles também haviam sido indultados o ex-presidente do PT José Genoino e o ex-tesoureiro do PL Jacinto Lamas.
Não deixa de ser um fiapo de esperança para os condenados do Petrolão. Vazou que eles fazem até novenas para que o impeachment dê em nada.
Não deve ser verdade.