Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Posts na categoria "Educação"

Quem não lê...

11 de janeiro de 2016 2

Dados do Ministério da Educação: 104 alunos tiram nota mil na redação do último Enem, 53 mil tiraram nota zero.
Esqueçam as explicações sofisticadas sobre a causa. É falta de leitura, apenas isso.

Sem ler não se aprende a escrever.

Pátria monoglota

18 de julho de 2015 2

Estima-se a população brasileira em 207 milhões de almas, com divisão equilibrada de gênero, praticamente meio a meio entre homens e mulheres. Mas não é disto que pretendo falar, e sim do fenômeno chinês: lá, num projeto de governo, 300 milhões de chinesinhos estão aprendendo o idioma inglês. Além disto, a ordem é que todos os trabalhadores estatais com menos de 40 anos dominem pelo menos mil frases naquele idioma. Eles olham o futuro, a língua inglesa é a do comércio, da aeronáutica, das finanças, da internet, enfim, sabendo inglês todo mundo navega numa boa pelo mundo.
Enquanto isto patinamos em nossa pátria educadora maltratando o português, usando camisetas com palavras inglesas estampadas que não sabemos o que significa e supondo que cheese (queijo) é X.

Desperdício

13 de dezembro de 2014 4

Livros descartados (Pfau)

O assunto já foi assunto mais de uma vez no Jornal do Almoço da RBS TV Blumenau, recentemente. O Ministério da Educação é generoso quando se trata de livros didáticos, atopeta as escolas com quantidades descontroladas. Acaba nisto: por falta de espaço físico, são descartados de várias maneiras, quase todas com o mesmo destino, o lixo. Estes, da foto, no lixo do Biergarten.

Novinhos em folha!

(Foto: José Geraldo Reis Pfau/Especial)

Tabuada

02 de outubro de 2014 1

Tabuada

Certas ideias, de tão simples, são geniais!

(Foto: Gilmar de Souza/JSC)

Básico

11 de setembro de 2014 0

Tenho para mim que o ensino fundamental é exatamente isto: fundamental. É quando as crianças são apresentadas ao mundo, às letras e aos números. Mais importante que as outras etapas, mais até que o ensino superior, quando as pessoas
já têm tirocínio para decidir o que cursar. Uma criança é uma página em branco. São os primeiros professores, na primeira escola, que começam a preenchê-la com conhecimento. Por isto é que a primeira professora ou professor é inesquecível, notadamente se conseguiram incutir o gosto pela leitura.

E por isto que o Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb), publicado a cada dois anos, é importante para aprimorar o fundamental ensino fundamental.

As melhores

10 de setembro de 2014 0

As escolas mais bem colocadas no Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) são as que conseguiram
envolver a comunidade através de iniciativas do corpo profissional. Que tal estimular uma saudável disputa entre escolas do município, com alguma espécie de recompensa para as que mais evoluírem? Um projeto de meritocracia a ser criado, enfim, uma motivação que ajude o desenvolvimento da educação. Uma gincana anual, quem sabe.

Mas não, hein?

02 de setembro de 2014 0

00a4ac4f

 

Foto: Jean Romano Mondini/ Divulgação

“Ah, uma bagana não vai sujar o mundo”, dizem alguns fumantes referindo-se às que espalham pelas ruas da cidade. Tem
lógica, uma não, mas milhares sim. Assim como uma única embalagem jogada ao chão não sujará o mundo, mas milhares…

Recuperação

06 de agosto de 2014 0

Conversei com alguns comerciantes de carros seminovos. Não é que estejam com sorriso de orelha a orelha, mas andam perto da euforia. Vivem um bom momento, depois do sufoco que foi a corrida do consumidor à compra do carro zero:
- Agora o mercado se normalizou, e a dificuldade de manter as prestações em dia de boa parte dos que foram com muita pressa às concessionárias tem gerado bons negócios.

Na mosca!

13 de junho de 2013 0

Frase do senador Magno Malta (PR-ES):

“O professor tem obrigação de educar o filho dele; eu, o meu. A escola é apenas uma janela para o conhecimento”.

Assino embaixo.

O pior dos mundos

18 de março de 2013 4

Escolas já não são mais as ilhas de segurança que eram. Além das ameaças internas há as agressões do lado de fora. Hoje recebi telefonema aflito de uma mãe de estudante que foi assaltado na porta da EEB Padre José Maurício, no Bairro Progresso, por pivetes.

Ameaçado por facas, entregou a mochila, o telefone celular e o sossego. Traumatiza.

Chegamos ao ponto em que cada escola tem que ser protegida por uma guarnição armada?