Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros
Capa ZH ZH Blogs Assine agora

Eletrônicos e areia: não, eles não combinam

04 de fevereiro de 2009 4

Juan Barbosa, banco de dados, ZH

No verão passado, trabalhei duas semanas na Sucursal de Praia da RBS, em Capão da Canoa, e fiz uma reportagem sobre as pessoas que levam eletrônicos para a areia e os cuidados que se deve ter para não estragar esses equipamentos. Dá pra ler a partir deste post aqui.

Para o caderno ZH Digital de hoje, fiz novamente uma matéria sobre o assunto. Reproduzo aqui:

Veraneio hi-tech com segurança

Há quem não tome um banho de sol se não for na companhia do MP3 player. Também existem os que não abrem mão de levar a câmera fotográfica para a areia. Mas posar de hi-tech na orla exige algumas precauções com os eletrônicos: o veranista precisa protegê-los.

Os grãos de areia podem entrar nos orifícios desses equipamentos, como nos conectores USB ou de fone de ouvido, os travando. Ou até mesmo arranhá-los, risco maior ainda se tiverem tela sensível ao toque, como no caso do smartphone iPhone.

Os eletrônicos também precisam ficar resguardados do sol, principalmente se forem de cor escura, que absorve mais radiação. Dependendo do material de que são feitos, como plástico, podem se deformar, alerta Elio Magnus, engenheiro de segurança de produtos dos Laboratórios Especializados em Eletroeletrônica, Calibração e Ensaios (Labelo) da Pontifícia Universidade Católica do Estado (PUCRS). No caso das baterias, podem até vazar.

– O excesso de calor também pode apagar informações de um cartão de memória – acrescenta o professor de hardware do Senac Informática Marcos Vinicios Marques.

Mas a grande vilã é mesmo a maresia, fenômeno de rebentação das ondas que lança no ar pequenas gotículas de água com sais marinhos. Com o tempo, essa umidade pode causar corrosão.

– A maresia é danosa aos circuitos eletrônicos – avisa Marques.


Veja dicas básicas como proteger seus aparelhos:

* Parece básico, mas tem quem não lembre: verifique a voltagem elétrica antes de sair plugando seus equipamentos na tomada no Litoral.

* Há quem esquece que está com fones de ouvido e entra com o MP3 na água. Isso irá danificar o equipamento. Há modelos de capinhas para tocadores digitais que são à prova d`água.

* Não deixe os eletrônicos jogados no sol. O principal risco é de a bateria do celular vazar. Também não utilize laptop no sol. A ventilação da máquina pode não dar conta, e há risco até de queimar o processador.

* Na beira da praia, mantenha o celular em uma capinha. Até mesmo uma sacola plástica vale para preservar a câmera e o tocador digital. Jamais os deixe em contato direto com a areia.

* Limpe os equipamentos quando chegar em casa. Use um pincel para tirar poeira de lentes e teclados. Também pode ser usada uma flanela seca (ou levemente umedecida). Mas tenha cuidado ao limpar a tela do laptop. As partículas de poeira na praia, com o sal da maresia, podem deixar detritos sobre o monitor e há risco de arranhá-lo ao passar um pano. Por isso, primeiramente passe um pano seco e macio sem pressioná-lo sobre a tela. Só depois use um pano levemente umedecido.

Posts relacionados:

Criatividade na areia

Areia na era digital

Brincando na areia?

Lan house à beira-mar

Bookmark and Share

Comentários (4)

  • Marcio diz: 5 de fevereiro de 2009

    Ademais, convém lembrar do risco a que estamos expostos de ter a propriedade do aparelho transferida para meliantes que habitam nossa orla. Em tempo, quem é a dona do mp3 da foto?

     

    Não sei quem é ela. Achei a foto em uma busca por eletrônicos + praia no banco de dados da ZH. Fiz um corte pra não aparecer o rosto da guria.

  • Oliveira diz: 4 de fevereiro de 2009

    Observação interessante:
    “Ou até mesmo arranhá-los (…) como no caso do smartphone iPhone”

    Então:
    http://www.youtube.com/watch?v=FUR70xhmqv4

    Vale a pena…

  • Thor diz: 5 de fevereiro de 2009

    é tua essa pernoca no post?

     

    haha. Não, claro que não! Como disse no outro comentário, peguei essa foto do banco de dados do jornal. Não sei quem é a guria.

  • Jader Drebes diz: 4 de fevereiro de 2009

    Qual seria a melhor forma de proteger o notboock enquanto estamos na praia? Seria no caso da mesma maneira publicada nesse post?
    Outra duvida também que eu tenho, qual seria o(s)melhor(es) produto (s) para fazer limpeza?

Envie seu Comentário