Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.

Um resumão sobre o Windows 7

21 de outubro de 2009 10

reprodução

Amanhã chega às prateleiras o Windows 7.

Na reportagem de capa do caderno ZH Digital de hoje, destaco o que considero os sete trunfos do novo sistema (como o suporte a telas sensíveis ao toque etc). O material pode ser conferido aqui.

A minha principal impressão foi de que, agora, a Microsoft acertou. Estou muito satisfeita com o desempenho e o Windows 7 como um todo.

As mudanças visuais não são tão gritantes como foram na migração do XP para o Vista, lá em 2007. Mas vamos combinar que o Windows 7 está muito elegante com as suas transparências. Aliás, um aviso: a versão Basic, mais baratinha (R$ 329), não tem a interface gráfica Aero nem as possibilidades multimídias de assistir, pausar e gravar conteúdo de TV no micro. Eu não optaria por ela.

O Paint foi totalmente repaginado, tá bonitão, e alguns aplicativos ficaram de fora, como o Movie Maker, deixando a plataforma mais enxuta. Ótimo. Quem quiser, pode baixar do pacote Live Essentials (só fazer uma busca ali no botão com o logo do Windows).

Com as bibliotecas agrupando os arquivos por tipo (fotos, músicas, vídeos), o Windows 7 ficou mais espertinho.

Mas o que mais gostei mesmo foi da nova barra de tarefas. Tenho a sensação, no todo, que o sistema está mais fácil de usar. Intuitivo é a palavra.

Gravei este vídeo curtinho mostrando alguns desses detalhes.

Aproveito para esclarecer aquelas que são algumas dúvidas mais comuns pelo que captei no Twitter daqui do blog (@blogdavanessa).

Há desconto para quem já tem o Vista?

Desta vez, não tem a opção update. Não importa se tu tens o Vista ou Ubuntu, vais pagar o mesmo (para ter o Windows 7). Segundo a Microsoft, a maior parte dos usuários acaba optando pela versão completa, então, para simplificar, consolidaram tudo em uma caixinha só (colocaram a  versão completa, mas com preço da atualização).

Os preços estão salgados, não?

A Microsoft justifica que o produto é cerca de 30% mais barato do que no lançamento do Vista, em 2007. Além disso, a maioria das vendas ocorre mesmo pré-instalado em micros novos. A Microsoft até recomenda que a aquisição do produto seja feita dessa forma, por ser mais econômica, já que o Windows equivale a 10% do valor do computador novo.

Mas a atualização para o Snow Leopard, da Apple, custa bem menos (R$ 79)…

A resposta do diretor do grupo de serviços online e consumo da Microsoft Brasil, Osvaldo Barbosa, em uma entrevista que fiz com ele recentemente por telefone:

“Não dá para comparar com o Leopard, que é um sistema operacional que roda apenas em uma máquina e que custa mais que um PC. Se o Leopard custa mais barato, na hora que vê na máquina, esse conjunto custa mais.”

Meu computador é compatível?

A lista de configuração mínima está aqui. Basicamente, se a máquina roda o Vista, rodará o Windows 7 (na migração do XP para o Vista não era bem assim). Ah, dá para fazer um teste de compatibilidade baixando um programinha no site da Microsoft (aqui).

Ah, também dá para adquirir a nova plataforma por meio do programa Windows Upgrade, em que parceiros da Microsoft oferecem atualização gratuita para o Windows 7 para quem comprou máquina com Vista entre o final de junho deste ano e janeiro de 2010. Nesse caso, é preciso verificar se o fabricante faz parte do programa e se há custo de remessa.

E o Family Pack?
No Brasil, não há desconto para quem comprar mais de uma licença, o chamado Family Pack, indicado para quem tem mais de um micro em casa. Motivo: segundo a Microsoft, não há demanda para esse tipo de oferta na realidade tupiniquim.

Que versão devo escolher?

Além da Basic, podem ser compradas na caixinha as versões Premium (R$ 399), Professional (R$ 629) e Ultimate (R$ 669).

A Professional tem o Modo XP (que permite rodar aplicações mais antigas dentro do Windows 7) – isso acaba favorecendo a migração das empresas para a nova versão. Também conta com backup automático.

Já a Ultimate, que tô testando, é a mais completa. Tem ainda o BitLocker – a novidade é que o recurso de criptografia dos dados foi estendido para drives USB.

Há um comparativo bem legal das versões no site da Microsoft Brasil (aqui).

Bem, tô indo para São Paulo daqui a pouco para o evento de lançamento do Windows 7 no Brasil. Depois, conto tudo aqui, é claro.

Bookmark and Share

Comentários (10)

  • Jo Leal diz: 21 de outubro de 2009

    Ficou bem bacana o vídeo. Tô curioso pra conhecer e testar essa nova versão do Windows.

  • Rodrigo diz: 21 de outubro de 2009

    Que resposta mais ou menos essa do Osvaldo Barbosa, sobre o preço. O que dizer então do Ubuntu, heim?

  • Jeronimo Fagundes diz: 21 de outubro de 2009

    Realmente, é o melhor Windows até agora. Estou usando o Release Candidate e muito satisfeito.

    Só fiquei triste com a notícia de que não haverá Family Pack aqui. Eu ia precisar de 3 licenças, e ia me custar uma nota…

  • José Henrique diz: 21 de outubro de 2009

    Vanessa, muito bom seu blog. Adorei a explicação e o esclarecimento que vc deu sobre o Windows7.

    Parabéns e sucesso.

  • Ismael diz: 21 de outubro de 2009

    "segundo a Microsoft, não há demanda para esse tipo de oferta na realidade tupiniquim."

    Leia-se: "Vai todo mundo piratear mesmo".

  • Eduardo diz: 22 de outubro de 2009

    Comprei o Snow ontem, R$79! Para o Win 7 rodar com a mesma eficiencia, necessitaria de um quadcore haha.

  • veravargas diz: 22 de outubro de 2009

    Vanessa: me informe se o Vista Home Bascic pode receber atualização do Windows 7.

    Pelo que tenho lido, não.

    Peço que confirme.

    grata. vera

  • Marcelo Correia Pinh diz: 22 de outubro de 2009

    Oi, Vanessa. Apenas pra levantar alguns pontos. :)

    Ele "esqueceu" de dizer que essa máquina roda o Windows Seven se quiser. E que, pondo na ponta do lápis o custo para adquirir alguns programas / suítes (como o Office), dá quase o mesmo preço. Sem contar que programas para Mac são geralmente mais baratos que para PC.

    A questão é que nós, brasileiros, somos campeões em pirataria e não levamos isso em conta na hora de pagar.

  • Rafael J diz: 23 de outubro de 2009

    "Não importa se tu tens o Vista ou Ubuntu, vai pagar o mesmo." A colunista Vanessa TUnes "conseguiu" usar a segunda e terceira pessoa na mesma frase. Bons tempos em que a RBS primava pela correção no português.

     

    <blockquote style="MARGIN-RIGHT: 0px" dir="ltr">

    <font style="BACKGROUND-COLOR: #ffff99">Tens razão. Erro grosseiro e que muito me envergonha. </font>

    <font style="BACKGROUND-COLOR: #ffff99">Obrigada por alertar. Coloquei lá o “s“ que tava faltando.</font>

  • Mayk Dias diz: 28 de outubro de 2009

    Olá Nessa adorei a Matéria já tive contato com o Windows 7 bem legal mesmo Parabéns Abração.

Envie seu Comentário