Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros
Capa ZH ZH Blogs Assine agora

Mac App Store: primeiras impressões

08 de janeiro de 2011 16

As imagens deste post são reproduções de telas

Um dos motivos para o sucesso tanto do iPhone quanto do iPad é a App Store, loja de aplicativos gratuitos e pagos para esses equipamentos. Uma das vantagens é encontrar tudo em um só lugar. A outra, claro, é a facilidade de instalá-los já que só basta um clique.

Esperta, a Apple levou esse mesmo conceito para os computadores da marca, inaugurando nesta semana a Mac App Store. Só no primeiro dia, segundo a empresa de Steve Jobs, um milhão de aplicativos foram baixados.

Eu contribuí para essa estatística e, agora, vou dividir com vocês algumas de minhas impressões.

Para começar, acho bacanérrima a ideia de ter uma App Store para encontrar novos programas para computador. Afinal, quanto mais simplificado o uso de qualquer tecnologia, melhor.

A Mac App Store funciona como um gerenciador de aplicativos que faz todo o trabalho para você.

Esse conceito não é novo, vale lembrar. Por exemplo, há a Ubuntu Software Center. Agora, convenhamos que isso ganha mais força quando é a Apple quem inaugura uma aplicação do gênero.

De estreia, a Mac App Store oferece mais de mil opções de aplicativos, entre pagos e gratuitos. E isso é só o começo, ainda mais considerando que atualmente há mais de 300 mil aplicativos na App Store (para iPhone, iTouch e iPad), sendo pelo menos 40 mil nativos para iPad.

Tá, e como faz para acessar a Mac App Store?

É preciso ter um Mac com o sistema operacional Snow Leopard atualizado (versão 10.6.6). Faz assim: clica no símbolo da maçã no menu superior e, depois, em Atualizar Software.

Quando seu micro estiver com o sistema atualizado, o ícone da App Store vai aparecer no dock, a barra de programas.

Quando você clica para instalar alguma app, surge a tela mostrada abaixo, pedindo para fazer o login com sua ID da Apple (a mesma usada, por exemplo, para baixar apps no iPhone ou iPad). Na sequência, o programinha escolhido para download pula lá para o dock, instaladinho.


Ao se aventurar pela loja de aplicativos da Apple, o difícil é decidir por onde começar. Tanta coisa para ver e baixar. Até antivírus, como mostra a tela acima.

Dá para navegar por categorias, encontrando desde joguinhos a tradicionais softwares da Apple como o Pages (20 dólares) ou o iMovie (15 dólares).

No caso de apps de terceiros, quem estabelece o preço são os desenvolvedores (eles ficam com 70% das receitas de vendas). Bem, é preciso passar pelo crivo da Apple para estampar seus aplicativos na Mac Store.

Imagino que para manter maior controle e qualidade do que é ofertado, não há  softwares em versão trial, demo ou beta (para o usuário, significa que não será possível testar uma app antes de comprá-la).

De qualquer forma, para um melhor proveito dessa novidade nos Macs, é bom dedicar um bom tempinho à tarefa de garimpar o que tem lá. Minha sugestão é começar os downloads pelos aplicativos gratuitos de destaque, lista liderada pelo Twitter para Mac, aí na imagem.

Perguntinha aos usuários de Mac: o que acharam da novidade? Quais foram os seus primeiros downloads lá?

Bookmark and Share

Comentários (16)

  • @deabreuferreira diz: 8 de janeiro de 2011

    oi, @blogdavanessa! tb gostei muito da app store ter sua versao mac de ser… acho que quanto mais as plataformas operacionais se intergrarem (mas, ipod, ipad, iphone), melhor a usabilidade do usuario. por mim, o OS lion devera ser um IOS pra mac. nao achas? obs: sou iniciante em mac, podes me dizer como acentuar as palavras???? show o blog ter voltado! congrats!

  • @deabreuferreira diz: 8 de janeiro de 2011

    o primeiro download foi o do twitter for mac.

  • vanessanunes diz: 8 de janeiro de 2011

    Vá em System Preferences (dá para acessar pelo ícone da maçã). Depois em Language & Text e em Input Sources. :)

  • Gustavo diz: 8 de janeiro de 2011

    Oi Vanessa,
    achei a idéia muito boa, ja dai uma brincada com os apps de graça..hehe

    Outra coisa, ja q tu falou em usuários de Mac. Moro no exterior há mais de 3 anos, e há mais disso que uso Linux e/ou Mac. Gostaria apenas de manifestar minha frustração com vários dos serviços oferecidos pela equipe da RBS. Praticamente todos players utilizam WMP, e por conta disso não consigo ouvir a Gaucha ou a TVCOM ao vivo. E para nós morando no exterior a esses veiculos de comunicação são bastante importantes pra gente saber o q se passa na terrinha….
    Era isso, não acho q tu consiga resolver esses problemas, mas só gostaria de apontar este problema…

    Gustavo

  • Jeronimo Fagundes diz: 8 de janeiro de 2011

    Eu achei ótimo! Sou usuário de Mac há pouco mais de um mês, ainda estou me acostumando, mas como já tinha o iPhone, me senti em casa na Mac App Store. :-)
    Até agora baixei apenas o Twitter (que achei fantástico, limpo e completamente funcional), e o Angry Birds, o qual relutei, mas agora estou viciado. :-P

  • @WebMotiva diz: 8 de janeiro de 2011

    Eu achei excelente! Abs de Curitiba!

  • acentuar diz: 9 de janeiro de 2011

    Vá nesse lugar que a vanessa disse (Preferências > Linguagem > Input Sources) e escolha o layout de teclado US International – PC (EUA Internacional – PC).

  • Mico Louruz diz: 9 de janeiro de 2011

    Eu moro na Belgica (16 anos) e também me frustro com a incompatibilidade das midias da RBS nao rodarem, e nao funcionarem direito no sistemas da Apple. Antes do Zerohora;com até funcionava alguma coisa, mas agora nao sintonizo
    nem mais a gaucha no meu laptop(via Realplayer) e o aplicativo do IPHONE algumas vezes nao funciona. Isso que minha conecçao é de 54MBPS!…

  • vanessanunes diz: 9 de janeiro de 2011

    Oi Gustavo,
    Pode deixar que encaminharei tua reclamação aos responsáveis! :)

  • vanessanunes diz: 9 de janeiro de 2011

    Oi Gustavo,
    Pode deixar que encaminharei o assunto aos responsáveis! :)

  • vanessanunes diz: 10 de janeiro de 2011

    Gustavo e Mico,
    Encaminhei os problemas de incompatibilidade apontados por vocês para o departamento responsável dentro da RBS.

    Fui informada de que eles estão trabalhando para resolver os problemas de incompatibilidade. Enquanto isso, sugerem a instalação do Flip4MAC, que deve funcionar na maioria das máquinas.

  • vanessanunes diz: 10 de janeiro de 2011

    Quanto ao problema no aplicativo, o pessoal pediu para que tu envies um e-mail a próxima vez que isso ocorrer.
    O endereço: atendimento@clicrbs.com.br

  • Vanessa Nunes » Arquivo » Cinco dicas de aplicativos gratuitos para o seu Mac diz: 12 de janeiro de 2011

    [...] como a loja  de aplicativos para os computadores da Apple é a mais recente (leia também o post com minhas primeiras impressões), fiz uma listinha de cinco softwares gratuitos interessantes que podem ser encontrados lá (deixei [...]

  • Gustavo diz: 12 de janeiro de 2011

    Oi Vanessa,
    Obrigado pela ajuda. Vou ficar no aguardo.

    Mas enquanto isso, só pra constar novamente, eu uso o internet plug-in do Flip4Mac (v. 2.3.6.5) (com snowleopard) e mesmo assim não funciona…

  • Próximo Windows terá mudança radical de visual. Confira! | Vanessa Nunes diz: 2 de junho de 2011

    [...] Ah, aproveito também para chamar a atenção para o bloco inferior à esquerda da tela Start. Parece mesmo indício de que teremos pela frente uma loja de aplicativos para computadores com Windows, seguindo o que é uma tendência do mercado (a Mac App Store, para computares da Apple, estreou em janeiro deste ano). [...]

  • tibiriçá vasconcelos diz: 10 de agosto de 2011

    moro na alemanha e uso mac e pra mim o Flip4MAC tb nao funciona

Envie seu Comentário