Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros
Capa ZH ZH Blogs Assine agora

Confira alguns serviços que pegam carona nos dados do Foursquare

07 de setembro de 2011 2

Um dos temas que abordei na coluna Tecnologia na Cabeça desta quarta-feira no caderno ZH Digital foi o Foursquare, que ganhou versão traduzida para o português de sua app.

Aproveito para listar seis serviços criados a partir de dados do Foursquare:

* O 4squareOffers (www.4squareoffers.com) mostra em um mapa pontos com Specials no Foursquare, ou seja, estabelecimentos que dão descontos ou brindes para quem faz check-ins no local, no que é uma excelente estratégia de fidelização de clientes.

* O Fourgraph (www.stormpixel.com/infographr/) permite a usuários do Foursquare criar um infográfico com algumas de suas estatísticas de uso do serviço.

* O Ratio Finder (www.weeplaces.com/ratiofinder/) usa os dados de check-ins para informar lugares em Nova York e em San Francisco com mais homens ou mulheres.

* O Dont Eat at (http://donteat.at) manda um SMS quando você faz check-in em um restaurante de Nova York que corre o risco de fechar por violações sanitárias.

* No Fearquare, no Reino Unido,  a proposta é informar sobre crimes na região do seu check-in (www.fearsquare.com).

* O Foursquare Playground (http://fsplayground.cloudapp.net) cria uma representação em 3D da sua vizinhança no Foursquare (imagem abaixo). Quanto mais check-ins um lugar tiver, maior será o prédio.

Imagem: reprodução

E esta vale por curiosidade: nesta semana, saiu uma pesquisa da Pew Internet apontando que 28% dos adultos americanos usam o celular para pegar direções ou recomendações baseadas na localização em que a pessoa está.

Confira também:

Foursquare recomenda lugares para você ir

Seis razões para não ficar de fora do Foursquare

>>> Siga o blog no Twitter (@blogdavanessa) e no Facebook (www.facebook.com/blogdavanessa)
Bookmark and Share

Comentários (2)

  • relatividade diz: 7 de setembro de 2011

    Hum, esse Foursquare Playground é interessante.
    A hora que for possível interagir por ele, mantendo a animação, será perfeito.
    Imagina falar com demais pessoas da proximidade geográfica? um "q" de ICQ e antigas salas de chat.
    Valeu a dica

  • vanessanunes diz: 7 de setembro de 2011

    O problema do 4sq playground é que ele não é preciso geograficamente.
    Do jeito que está hoje, o que achei interessante é que, quando tu faz o login, ele avisa quantas pessoas estão "no momento" em lugares da vizinhança.

Envie seu Comentário