Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.

Um ano de Google Plus e a chatice em que as redes sociais se tornaram

28 de junho de 2012 0

Pois é, eu acho que as redes sociais estão se tornando cada vez mais chatas.

Digo isso não por desmerecer o quanto esses ambientes transformaram a nossa vida, digital e offline, mas por inquietação de quem está mais interessada em saber o que será o próximo grande hit online pós-redes sociais.

A sensação que tenho é de que as redes sociais viraram simplesmente “paisagem”. É fundamental marcar presença nesses ambientes, mas eles já não me oferecem o encantamento do passado. Como já comentei em outro post aqui no blog, uma pesquisa do Gartner até já aponta para uma certa “fadiga de mídias sociais” entre early-adopters de tecnologia.

As redes sociais precisam se reinventar, e o que mais me angustia: não vejo indícios de que uma transformação esteja a caminho.

Toco no assunto porque hoje faz um ano que o Google Plus foi lançado. Era uma grande esperança, mas hoje se sabe que não foi uma ameaça ao domínio do Facebook e, embora tenha um recurso fantástico como o Hangout, o Google Plus é uma rede social morna. Bem, diz o Google que o Plus tem 250 milhões de usuários, sendo 150 milhões ativos, mas a sensação de quem navega por lá é de que não fervilha como o Facebook ou até mesmo o Twitter. Não é à toa que uns chamam o Google Plus de “rede fantasma”.

É uma pena. Às vezes eu acho que o Google+ é a minha rede social preferida, o que é estranho, considerando que eu gasto lá um tempo quase que insignificante se comparado com o que passo no Facebook, Twitter, Pinterest, Instagram e Foursquare.

Ah, mais duas novidades no Plus foram anunciadas nesta semana: o Google+ Eventos e o aplicativo da rede social para tablets (imagem abaixo).

Crédito: Google, divulgação

>>> Acompanhem o blog pelo Pinterest, Facebook e Google+

Bookmark and Share

Envie seu Comentário