Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros
Capa ZH ZH Blogs Assine agora

Campus Party Brasil 2013 abre inscrições, mas campuseiros prometem boicote

19 de outubro de 2012 0

Crédito: Cristiano Sant’Anna, indicefoto.com, divulgação

A Campus Party Brasil nunca foi um evento perfeito. Participei das cinco edições em São Paulo, então sei do que estou falando. Dormi em barraca, tomei banho gelado, comi no bandejão, enfrentei fila, surtei com a falta de educação de pessoas da equipe de segurança, fiquei no escuro e sem internet. Na última edição, furtos deixaram os campuseiros apreensivos – eu também estaria se estivesse dormindo em barraca (acampei em três das cinco edições).

Mas eu também fiz grandes amigos, conheci projetos incríveis, ouvi ícones como Tim Berners-Lee e Kevin Mitnick e até tietei Steve Wozniak.

Sou fã da Campus Party.

Por isso fico me perguntando se é possível fazer um evento do porte da Campus Party – que reúne milhares de pessoas, 24 horas por dia –  sem um inconveniente sequer. Sei que o campuseiro adora um #mimimi. Entendo os motivos: a pessoa larga o conforto do lar para dormir em uma barraca por uma semana… obviamente, quer que essa experiência seja o mais impecável possível. Nesse contexto, a escassez de bebedouros ou a coloração duvidosa da água – situações ocorridas na Campus Party 2012 – acabam virando um problemão.

Mas nesses cinco anos desde que o evento aterrissou no Brasil, nunca vi uma polêmica tão grande como esta que envolve a edição de 2013, que será realizada de 28 de janeiro a 3 de fevereiro no Anhembi, em São Paulo.

Tudo começou com o reajuste no valor dos ingressos. Em represália, crackers invadiram o site do evento, que ficou fora do ar por várias dias.

A venda de ingressos começou nesta quinta-feira, duas semanas depois do inicialmente previsto.

Uma vaga na Campus Party custa R$ 300 até o final do mês (atualização: o prazo foi estendido para 15 novembro, sendo 30 de novembro para membros de caravana). Depois, o valor sobe para R$ 400. De janeiro em diante, custa R$ 500. Para compensar o aumento nos valores, uma das novidades é a Bolsa Campus, que financiará 50% ou 100% do valor do ingresso para pessoas de baixa renda.

Mas campuseiros prometem boicote. Um desses grupos já fala até em organizar um evento alternativo, a Geek Week.

A Equipe Tenso – como é chamada a caravana gaúcha que agitou edições passadas do evento – também disse que não irá mais para a Campus Party: “Não iremos participar de um evento que trata seus participantes como gado! Preferimos ficar na saudade”, escreveu Thiago Ferreira, líder da caravana gaúcha.

Acompanho alguns grupos de discussão de campuseiros. Desânimo é uma palavra que domina por lá. O que eles querem é um evento para chamar de seu, ou seja, um evento que os trate com um pouco de carinho.

Fico triste que as coisas tenham chegado a esse ponto.

O site para mais informações sobre a Campus Party Brasil 2013 é www.campus-party.com.br/2013.

Leia tudo que já foi publicado aqui no blog sobre a Campus Party

Bookmark and Share

Envie seu Comentário