Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros
Capa ZH ZH Blogs Assine agora

O que eu desejo para 2013

03 de janeiro de 2013 1

Comentei na minha coluna desta semana na ZH impressa algumas das minhas apostas para 2013, como as telas flexíveis. Pensando em hardware, 2013 será mesmo um baita ano. Veremos mais do Glass, os óculos futuristas do Google, mas a grande expectativa é por uma possível “reinvenção” da TV pela Apple, assunto sobre o qual há tantos rumores.

Este ano reforçará mais ainda o que dá para chamar de “fim das fronteiras” na computação. Não importa mais se tablet, smartphone ou computador. Com a nuvem, uma atividade que começa em um gadget termina no outro – como assistir a um vídeo ou escrever um texto, já que o conteúdo pode ser sincronizado entre as diferentes máquinas. Não são só as barreiras entre dispositivos que seguem diminuindo: a distinção entre online e offline também faz cada vez menos sentido.

Em 2013, o Facebook seguirá como centro de nossas vidas digitais, mas uma pergunta ganhará força: até quando o Facebook será tão relevante assim?

Essa discussão está relacionada, de certa forma, com o meu maior desejo para 2013 no que diz respeito ao uso da tecnologia: gostaria muito que este fosse o ano em que as pessoas acordarão para o tema PRIVACIDADE. Esse é apenas um desejo, não uma aposta. Sei que isso não acontecerá. Pelo menos ainda não.

O chamado “oversharing” (compartilhamento exagerado) é um assunto que me atormenta. É legal ser ultraconectado, dispor de todos os recursos que nos permitem compartilhar nossos pensamentos e atividades com amigos e familiares que estão longe, mas será que daqui a alguns anos não vamos nos arrepender de todos esses rastros digitais que estamos deixamos?

Bem, minha resolução tecnológica para 2013 é redobrar cuidados com privacidade online, controlando aquela ânsia de documentar minha vida e meus pitacos na internet. E a de vocês, qual é?

Ah, o Google criou um site que permite acompanhar resoluções pelo mundo (imagema abaixo). O endereço é www.google.com/zeitgeist/2012/resolutions/.

Crédito: reprodução

Leia também:

Oversharing, estresse tecnológico e etiqueta móvel

A falta de bom senso nesta era do oversharing

Bookmark and Share

Comentários (1)

  • Marcelo Xavier diz: 4 de janeiro de 2013

    Também acho que oversharing virou uma doença social, eu vivi durante um bom tempo longe e depois volei e sei como lidar com a distância desses recursos, mas as pessoas estão massivamente entrando nesse processo

Envie seu Comentário