Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros
Capa ZH ZH Blogs Assine agora

Eu não gosto de música, mas adorei o Twitter Music

18 de abril de 2013 0

Estou acostumada com o estranhamento, mas é isso mesmo: eu não escuto música no meu dia a dia. Devo ser uma das raras pessoas no mundo que não têm músicas no computador, no telefone ou na nuvem… Cada um com as suas bizarrices, né?

Mas eu adoro apps, então não podia deixar de dar uma conferida de perto no Twitter Music, lançado nesta quinta-feira inicialmente para iOS na App Store de alguns países (Estados Unidos, Reino Unido, Austrália, Nova Zelândia e Canadá). Além do aplicativo, o serviço pode ser acessado pelo browser, em music.twitter.com. De acordo com o Twitter, o Music deverá ser disponibilizado para Android e mais países no futuro.

O Twitter é um bom termômetro do que está acontecendo no mundo, e o Twitter Music acaba se tornando então uma excelente maneira de saber o que o mundo está ouvindo no momento. Dá para deixar o app em segundo plano, tocando as músicas que estão bombando no Twitter enquanto você faz outras coisas no aparelho. E nem é preciso fazer o login no Twitter para conferir isso.

É possível conectar o Twitter Music com sua conta no Spotify ou no Rdio para as ouvir as músicas inteiras (por padrão, o app toca apenas a prévia da música no iTunes). Feito o login no Twitter, há mais recursos, como conferir as músicas que estão sendo compartilhadas pelas pessoas que você segue. A ferramenta também reúne em um só lugar todos os artistas que você segue, e até sugere artistas com base em quem você segue – no meu caso, como não sigo nenhum músico, o resultado veio vazio (imagem ao lado).

@@@

Embora eu NÃO vá usar o Twitter Music, já que não escuto música, vejo um baita potencial na ferramenta. Obviamente, faz mais sentido para quem é movido por música, adora descobrir artistas novos e está sempre de olho nas músicas que estão sendo tuitadas por seus amigos.

O mais interessante disso tudo é como o Twitter está criando nichos dentro da plataforma e, com isso, se renovando. Eu me refiro também ao Vine, que considero o app mais legal de 2013 até então, e é também um produto do Twitter.

Crédito das imagens: reprodução

Bookmark and Share

Envie seu Comentário