Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros
Capa ZH ZH Blogs Assine agora

Instagram X Vine

03 de julho de 2013 0

A corrida para ser o Instagram dos vídeos tem um novo favorito: o próprio Instagram. O lançamento, em junho, de um recurso para fazer vídeos pelo aplicativo não foi algo revolucionário (Vine, Cinemagram, SocialCam e Viddy que o digam), mas, mesmo assim, figura como a novidade mais importante da curta história do Instagram.

Então você deve estar pensando: adeus, Vine, né? Até agora, o aplicativo de vídeos curtos do Twitter figurava como o queridinho do ano. Do perfil da Casa Branca mostrando o presidente Barack Obama pedalando em uma feira de ciências a imagens de protestos no Brasil, o Vine tem mostrado o seu potencial. Surgiu até o conceito de “tweaser”, termo que se refere a um teaser no Twitter, como fez o filme The Wolverine.

Enquanto os vídeos do Vine são limitados a seis segundos, o Instagram oferece 15. Com mais tempo, o grande potencial está em comerciais, tanto que marcas já estão fazendo suas experiências no formato.

Também não dá para esquecer que a briga Instagram versus Vine é só mais uma frente de uma disputa ainda maior: Facebook versus Twitter. As duas redes sociais sabem bem que vídeo em dispositivos móveis é algo decisivo em seus futuros, ainda mais em tempos de 4G.

E, sim, há espaço para os dois, Vine e Instagram Vídeo. O usuário cativo do Vine ganha com a novidade porque força a ferramenta a acelerar seu ritmo de inovação. Mas a vantagem do Instagram é inegável: na briga por vídeos, sai de largada com 10 vezes mais usuários que o Vine. Muitos donos de smartphones não vão se dar ao trabalho de experimentar um app só para vídeos se já têm o Instagram dando conta do recado. E como sempre vale lembrar: uma rede social só se torna relevante se seus amigos também estão lá.

* Texto da minha coluna desta semana no ZH Digital

Bookmark and Share

Envie seu Comentário