Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros
Capa ZH ZH Blogs Assine agora

Meus pitacos sobre o Yosemite

08 de junho de 2014 0

Publicado na minha coluna deste domingo na Zero Hora impresso:

A Apple da “continuidade”

No que depender da Apple, “continuidade” é a ordem da vez. Com o termo, o que a companhia está mesmo querendo dizer é que você precisa ter computador, telefone e tablet da marca para tirar melhor proveito desses aparelhos.

Não é de hoje que Macs, iPhones e iPads conversam entre si, mas a Apple está aumentando a integração entre esses aparelhos. Por continuidade, a ideia é que você comece uma tarefa no iPhone (como escrever um e-mail) e termine no Mac, ou vice-versa. Tudo porque os seus dispositivos da Apple serão capazes de reconhecer o que você está fazendo nos seus outros aparelhos da marca que estão por perto. Caso você tenha um iPhone, você poderá até atender ou fazer ligações telefônicas no Mac.

A aposta em um ecossistema unificado foi mesmo o grande recado das apresentações desta semana na conferência de desenvolvedores da Apple. E esta é uma tendência que, independentemente da marca escolhida, está cada vez mais difícil fugir. Os relógios inteligentes da Samsung, por exemplo, só são compatíveis como aparelhos da linha Galaxy, da mesma marca.

yoseCrédito da imagem: Apple, divulgação

Vale lembrar que a estratégia da Apple é um pouco diferente (e menos ousada) do que a da Microsoft. O Windows 8 uniu ambiente tablet e desktop em um único sistema operacional. Para a Apple, Mac OS X e iOS ainda são plataformas bem distintas. As mudanças visuais da nova versão do Mac OS X não representam uma ruptura com o que usuários estão acostumados, mas o sistema está visualmente cada mais próximo do iOS – que o diga a nova central de notificações do Mac. O Swift, nova linguagem de programação para Mac OS X e iOS, também sinaliza que a Apple quer facilitar a criação de aplicativos para ambas as plataformas.

O Yosemite será lançado oficialmente na primavera deste ano, como uma atualização gratuita para usuários de Mac.

O codinome

A Apple costumava batizar novas versões do sistema operacional dos Macs com nomes de felinos – tigre e leopardo, entre outros. A versão atual, lançada no ano passado, foi chamada de Mavericks, que é um ponto de surfe famoso na Califórnia. Agora, com Yosemite, outro ícone do turismo no estado sede da Apple.

E se o Mac OS X 10.10 fizer jus ao codinome que recebeu, não espere nada menos do que grandiosidade. O Yosemite, parque localizado na Serra Nevada, na Califórnia, é um daqueles lugares de uma beleza estonteante.

yosemite2Crédito da imagem: divulgação

Em uma visita a San Francisco, vale a pena alugar um carro, encarar cerca de quatro horas na estrada, e ir lá ver o Half Dome e outras atrações de perto. E fica dica: no caminho, parem em um lugar chamado Happy Burger, na cidadezinha de Mariposa, para desfrutar de free Wi-Fi e comer um dos melhores hambúrgueres do país do hambúrguer.

Ah, uma curiosidade sobre o Yosemite: o casamento de Steve Jobs com Laurene Powell foi celebrado lá, em 1991.

Aí na foto, eu e uma das sequoias gigantes do Yosemite.

yosemiteCrédito da imagem: arquivo pessoal

Bookmark and Share

Envie seu Comentário