Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros
Capa ZH ZH Blogs Assine agora

A era do "unbundling"

07 de agosto de 2014 0

facebookmessenger

Talvez você não tenha gostado do anúncio de que o aplicativo do Facebook perderá a função de bate-papo, forçando usuários a baixar um app só para isso, o Messenger. Mas esta é a grande tendência no mundo mobile. Há um termo para isso, “unbundling”. Significa que aplicativos estão se dividindo em partes menores, cada vez mais apostando em nichos.

Outro serviço recentemente atingido pelo “unbundling” foi o Foursquare, que perdeu o recurso de check-ins, forçando seus usuários a baixar o Swarm. A rede social Path, voltada a amigos mais próximos, lançou o Path Talk para concentrar a troca de mensagens entre seus usuários. O Dropbox tem o Carousel, app só para fotos e vídeos. E não dá para esquecer do Google Docs (para documentos) e Sheets (para planilhas), que ganharam apps separados do Google Drive.

A estratégia de “unbundling” do próprio Facebook vai bem além do Messenger. A companhia tem ainda o Paper (para notícias). Também é do Facebook o Slingshot, o WhatsApp e o Instagram, que, por sua vez, lançou um app de mensagens, o Bolt, em alguns países.

O argumento é que apps de propósito único oferecem uma melhor experiência de uso, mais simplificada e focada. É uma estratégia diferente do que prega o ambiente desktop, com seus portais agregadores.

*Texto da minha coluna na ZH impressa

Bookmark and Share

Envie seu Comentário