Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

De frutas a e-books ilimitados

23 de julho de 2014 0

Estive em Seattle (EUA) dias atrás e vi caminhões como este aí circulando pela cidade. Lá, a Amazon vende até carne e verduras pela internet.

amazon

O serviço, chamado de Amazon Fresh, é só mais um exemplo do gigantismo da empresa, que oferece armazenamento na nuvem, investe na produção de séries de TV para o seu serviço de streaming e tem até um projeto de usar drones para fazer entregas de compras online.

Neste ano, a Amazon ainda apresentou o seu próprio telefone, mas uma novidade que promete mesmo é o Kindle Unlimited, serviço de assinaturas de livros lançado na semana passada, inicialmente apenas no mercado americano. Com o e-reader Kindle, a Amazon popularizou a leitura de livros eletrônicos. Agora, tem tudo para fazer pelos livros o que o Netflix fez por filmes e seriados de TV.

*Texto publicado na coluna Tecnologia na Cabeça desta semana

Bookmark and Share

Disputa até em fones de ouvido

22 de julho de 2014 0

level2

Quem vê estes fones de ouvido aí, novidade da Samsung, pode até pensar que é mais uma tentativa de fazer frente à Apple no mercado americano. Afinal, os produtos da Beats, queridinhos de famosos, viraram um xodó no mundo tech. Embora as comparações sejam inevitáveis, a Samsung tinha anunciado sua linha Level, de produtos de áudio, lá em abril, um mês antes de a Apple comprar a Beats.

Bookmark and Share

Apps nossos de cada dia

17 de julho de 2014 0

Baixamos apps e mais apps, mas só uns poucos ganham nossa atenção diária. Em média, as pessoas usam 27 aplicativos diferentes em um mês em seus telefones, de acordo com estudo da consultoria Nielsen. Em dois anos, o percentual cresceu apenas 15%, enquanto o tempo gasto em apps pulou 65%.

Ou seja, estamos passando cada vez mais tempo em apps, mas nos mesmos. Por curiosidade: só no caso da Apple App Store, que completou seis anos na semana passada, 22% dos aplicativos disponibilizados desde 2008 já morreram, como o Flappy Bird. O dado é de um estudo da consultoria Adjust.

A revolução na forma como as pessoas se relacionam com apps é o tema de um documentário que está buscando fundos no Kickstarter. App: The Human Story (App: A História Humana, em português) pretende mostrar que, antes do lançamento do iPhone, baixar software era coisa de nerd, mas, hoje em dia, até vício em apps se tornou banal. 

Uma prévia do projeto (em inglês):

Bookmark and Share

Fotos de drones

16 de julho de 2014 0

Esqueça os selfies. O Dronestragram, tipo um Instagram só para fotos feitas a partir drones, promoveu um concurso para escolher as melhores imagens do tipo. Confira as vencedoras em www.dronestagr.am/contest/rewards/.

dronestagramCrédito da imagem: reprodução

Bookmark and Share

Ainda mais futurístico

15 de julho de 2014 0

Para quem não acha o Google Glass futurístico o bastante, imagine então poder um dia controlar os óculos inteligentes com o pensamento. Quem está dando um primeiro passo nessa direção é o o MindRDR, um app que combina o Glass com um sensor de eletroencefalografia. O projeto é de uma startup de Londres que colocou o código-fonte no Github (github.com/ThisPlace/MindRDR), permitindo assim que outros desenvolvedores expandam o seu uso.

mind1Crédito da imagem: divulgação

Bookmark and Share

Quem venceu a Copa foi o Instagram

14 de julho de 2014 0

ins

Alemanha, que nada!

Sou da opinião que quem ganhou esta Copa do Mundo – a sua primeira Copa do Mundo – foi um app que sequer existia na época do Mundial da África do Sul. Estou me referindo ao Instagram.

Concordo que esta foi a Copa da zoeira, com tantos memes memoráveis – antes mesmo das partidas terminarem. Confere lá em ZH Esportes 10 memes que marcaram o Mundial.

Também é de se ressaltar que a final entre Alemanha e Argentina gerou 32,1 milhões de tweets, quebrando um novo recorde: 618.725 tweets por minuto.

Mas o Instagram foi a plataforma que nos ofereceu um olhar diferenciado dessa Copa. Claro, ajuda o fato de que dá para lincar o app com outras redes sociais, o que acaba ampliando o alcance de imagens inicialmente postadas por lá.

Pelo Instagram, acompanhamos jogadores da Seleção. Esta foto aí foi postada por Neymar quando eles – e nós – ainda tínhamos motivos para sorrir:

Com o fracasso do time, e as críticas recebidas, o lateral Dani Alves usou o Instagram para desabafar. Confere aí:

Em comentários deixados no Instagram de Camilo Zuniga, torcedores brasileiros e colombianos bateram boca, e o jogador colombiano recebeu até ameaças. Também foi por lá que ele pediu desculpas pelo lance que tirou Neymar da Copa.

Celebridades que foram ver a Copa de pertinho também abusaram de selfies no Instagram, como o chef Jamie Oliver, a cantora Rihanna, o ator Ashton Kutcher e o apresentador brasileiro Luciano Huck.


E não só selfies, como nessas fotos no Instagram da cantora Shakira e da modelo gaúcha Gisele Bündchen:


A vitória só não foi de goleada porque o queridinho desta Copa nas redes sociais, o camisa 10 da Alemanha, Podolski, não usou o Instagram para postar selfies célebres como este aí, com a taça e a chanceler da Alemanha, Angela Merkel.

Mas também dá para conferir algumas fotos de Podolski – e todo o amor dele pelo Brasil – via Instagram:

>>> Leia também: A Copa dos doodles

Bookmark and Share

Resumão tech da semana

13 de julho de 2014 0

Selecionei cinco assuntos da semana no mundinho tech:

* O ICQ ganhou uma nova atualização, com recursos para concorrer com o WhatsApp e o Skype. É possível, por exemplo, enviar SMS gratuitamente para contatos e fazer chamadas de vídeo. Comento nosso saudosimo aqui.

* O fiasco brasileiro contra a Alemanha foi o evento esportivo mais tuitado na história, com o recorde de 580.166 tweets por minuto com o quinto gol alemão. A internet não perdoou, com memes, piadas, joguinhos (como o The Realistic Brazil 2014 game) e páginas no Tumblr (como o Sad Brazilians).

* A LG anunciou o protótipo de uma tela de 18 polegadas que pode ser enrolada. Olha só:

lgflexImagem: LG, divulgação

* A TSA (agência responsável pela segurança dos aeroportos nos EUA) divulgou uma nova medida de segurança para voos internacionais partindo de “certos aeroportos”: eletrônicos sem bateria poderão ser barrados de voos para os EUA vindos da Europa e Oriente Médio, caso um agente peça para ligar o aparelho, e ele não funcione. Com a medida, a TSA quer evitar que terroristas usem esses dispositivos para driblar a detecção de explosivos.

* Agora é possível espelhar smartphone e tablet com Android para a TV usando o Chromecast. Confere aqui a lista de aparelhos suportados.

Bookmark and Share

A morte do Orkut, a ressurreição do ICQ e a onda saudosista na internet

13 de julho de 2014 0

ic1Vocês notaram como estamos ficando saudosistas na internet?

Na semana passada, com o anúncio de que o Google encerrará o Orkut em setembro, teve toda uma corrida para resgatar o que restava das nossas contas mofadas naquele que já foi o site mais importante da internet brasileira. Cada relíquia do Orkut foi parar nas nossas timelines no Facebook.

Nesta semana, foi a vez de compartilhar nossos números de ICQ resgatados do fundo da memória. Muita gente nem lembrava mais que o ICQ existia, mas essa semana ele ganhou holofotes por anunciar uma nova versão com recursos a la WhatsApp. O ICQ era o queridinho da internet no final dos anos 90 e início dos anos 2000, mas depois perdeu o posto para o MSN Messenger, da Microsoft. Curiosamente, vale lembrar que até o MSN não existe mais (foi extinto pela Microsoft depois que a companhia migrou as contas do aplicativo para o Skype).

Essa onda saudosista entrega um pouco a nossa idade. Sim, estamos envelhecendo com a internet. Mas até que foi legal ter vivido o auge tanto do ICQ quanto do Orkut, algo que, talvez daqui a alguns anos, todos nós talvez possamos dizer também sobre o Facebook.

E falando em saudosismo: que tal deixar o teclado do seu computador com o som do ICQ ou, então, de máquina de escrever?

Confiram também:

>>> Hálito ICQ

>>> Meus sentimentos aos Orkuteiros de plantão

>>> Para os órfãos do Orkut

Bookmark and Share

Como se fosse um AirBnB para pets

12 de julho de 2014 0

Bela sacada do AirBnBicho, que facilita encontrar ou oferecer estadia para animais de estimação quando seus donos viajam. A novidade é inspirada no AirBnB, serviço que permite alugar quartos e apartamentos para viajantes.

Mais informações em airbnbicho.tumblr.com.

airbnbicho

* Dica publicada na coluna Tecnologia na Cabeça desta semana

>>> Confiram também: Pets versus gadgets

Bookmark and Share

Você é bom de geografia?

11 de julho de 2014 0

Um novo game no Google Maps permite testar conhecimentos gerais com base na localização geográfica. Com o “Smarty Pins”, você responde questões de vários tópicos – como esporte e artes – ao mover o “pin” até a correta localização.

Fica em smartypins.withgoogle.com. Pena que só está disponível em inglês.

smartypins

Mas vale avisar que o QuizUp (www.quizup.com), aplicativo de trivia vencedor do Webby Awards na categoria de game social, ganhou recentemente versão em português. Está disponível para Android e iOS.

* Dicas publicadas na coluna Tecnologia na Cabeça desta semana

Bookmark and Share

Na carona de uma polêmica

10 de julho de 2014 0

Longe de mim querer defender o estudo do Facebook que manipulou o feed de usuários para analisar emoções na rede social, mas, convenhamos, o Facebook não é o único a manipular a verdade de sua timeline.

Vale lembrar o vídeo “What’s on your mind?”, que se tornou viral na internet há cerca de um mês e já acumula mais de 7 milhões de visualizações no YouTube. Ele chama a atenção para o fato de que as pessoas muitas vezes passam uma imagem fake de suas vidas nas redes sociais. Como diz a descrição do vídeo, “o Facebook pode ser deprimente porque a vida dos outros é melhor que a sua. Mas será que elas são mesmo?”

Na carona do polêmico estudo do Facebook, foi até lançado um plugin para Chrome que simula o experimento. Com o Facebook Mood Manipulator (disponível apenas em inglês), dá para escolher “como você gostaria de se sentir” no momento, recebendo postagens de acordo com o seu humor (positivo, emotivo, agressivo ou aberto). Aos interessados, o endereço é http://tinyurl.com/facebookmood.

* Publicado na coluna Tecnologia na Cabeça desta semana

Bookmark and Share

Para os órfãos do Orkut

10 de julho de 2014 0

Facebook, que nada!

Quem está comemorando a morte do Orkut é o VK (www.vk.com), que é a maior rede social da Rússia. O site, que conta até com versão em português, viu seu número de usuários brasileiros se multiplicar na última semana, com o anúncio do Google de que encerrará o Orkut em 30 de setembro. “Sobreviventes do Orkut” é o nome de uma das comunidades por lá, com mais de 2,5 mil participantes.

vk

Mas há também quem queira criar uma rede social do zero para ocupar o espaço deixado pelo Orkut. Um grupo de brasileiros avisou que pretende lançar até o final de agosto uma plataforma chamada Grupia, com foco em comunidades de interesse. A proposta é ser “a nova casa das comunidades do Orkut”. Dá para se cadastrar em www.grupia.com para participar dos testes da nova rede social.

E não que vá adiantar algo, mas vale lembrar que há uma petição online pedindo que o Google não encerre o Orkut. Mais de 80 mil já se manifestaram em http://tinyurl.com/colunaorkut.

* Texto publicado na coluna Tecnologia na Cabeça desta semana

Confiram também:

Bookmark and Share

Coluna "Tecnologia na Cabeça" agora sai às quartas-feiras na ZH impressa

10 de julho de 2014 0

Para quem notou que não teve o caderno Dinheiro na última ZH dominical e me perguntou sobre a minha coluna, aí está:

photo 1

A coluna Tecnologia na Cabeça voltou a ser publicada na quarta-feira, e está um pouco maior. Agora pode ser acompanhada lá nas páginas do Sua Vida.

Bookmark and Share

Resumão tech da semana

06 de julho de 2014 0

samsungs5miniSelecionei alguns assuntos da semana no mundinho tech:

* Uma onda de saudosimo tomou conta da internet brasileira nesta semana com o anúncio de que o Google encerrará o Orkut em 30 de setembro. Comento o assunto aqui e aqui.

* O Google anunciou a compra do serviço de streaming de música Songza. Vale lembrar que, há cerca de um mês, a Apple adquiriu o Beats.

* A Samsung revelou o Galaxy S5 Mini (foto), versão com tela reduzida (4,5 polegadas) do seu smart top de linha.

* Lembram da linha de computadores Vaio, que era da Sony, mas foi vendida em fevereiro para um fundo de investimentos japonês? Pois a marca foi relançada, com novos modelos, o Pro e o Fit 15E, voltados ao mercado japonês.

* Segue dando o que falar o polêmico estudo em que o Facebook manipulou o feed de notícias de usuários da rede social para avaliar o contágio emocional dos posts. Leiam mais sobre o assunto aqui.

Bookmark and Share

Tomada, sua linda

05 de julho de 2014 0

tomada

Pois quando este vídeo aí, em que a Samsung tira sarro do tipo de situação em que a bateria do iPhone nos sujeita, eu me identifiquei horrores.

Bookmark and Share

Pura ironia

04 de julho de 2014 0

Ainda sobre a morte do Orkut: o Google é uma das empresas que mais entendem de internet no mundo, mas rede social segue como o seu calcanhar de Aquiles.

Embora YouTube e Blogger sejam plataformas sociais de bastante sucesso, não ocupam o mesmo nicho de um Orkut. Nessa categoria, a empresa coloca agora todas as suas fichas no Google+, que está longe de ameaçar o domínio do Facebook.

>>> Leiam também: Meus sentimentos aos orkuteiros de plantão

Bookmark and Share

Meus sentimentos aos orkuteiros de plantão

01 de julho de 2014 0

Em um post aqui no blog de 8 de julho do ano passado, escrevi o seguinte:

“O legado do Orkut é TÃO IMPORTANTE para a internet brasileira que, na minha opinião, o Orkut merecia um pouquinho de dignidade – ou seja, sair de campo de cabeça em pé, enquanto ainda dá tempo.”

Obviamente, fui xingada. De um lado, os que diziam que falar de decadência do Orkut é assunto velho. De outro, os usuários cativos do Orkut.

Pois é, o Orkut nos desperta emoções fortes. No meu caso, é uma mistura de desprezo pelo que se tornou e de saudosismo pelo que representou um dia na internet brasileira.

Mas eu entendo e respeito a dor de quem ainda hoje usa o Orkut para valer. E não é meia dúzia de gato pingado, tanto que não me surpreende que um abaixo-assinado online contra a extinção do Orkut já tenha mobilizado mais de 60 mil pessoas.

Imagino a reação dessas pessoas ao receber nesta semana a notícia de que o Google encerrará o Orkut em 30 de setembro. Primeiro tu te recusas a acreditar, depois a sensação é de desespero e, por fim, ódio. Foi isso que senti, por exemplo, quando o Google matou um dos meus serviços preferidos, o leitor de RSS Google Reader.

Não vou sentir falta do Orkut, mas quero deixar aqui minha solidariedade aos orkuteiros de plantão.

E caso sirva de consolo, o Orkut está, sim, dando adeus com dignidade.

orkutFoto de Adriana Franciosi, banco de dados, ZH

Bookmark and Share

Yo

30 de junho de 2014 0

O app Yo parece algo tão inútil que, não duvide, pode até revolucionar a comunicação online. Com o aplicativo de mensagens, é possível enviar apenas uma palavra aos contatos: yo.

yoLançado em abril, o Yo andou causando frenesi online recentemente ao ter angariado mais US$ 1 milhão de investidores. O espanto e a curiosidade que está despertando levaram a uma corrida para baixar o aplicativo, que ultrapassou na última semana a marca de um milhão de downloads.

A aposta na simplicidade lembra, de certa forma, os primórdios do Twitter. Lá por 2008, quando se falava em Twitter, entre os poucos que sabiam do que se tratava, muitos torciam o nariz: que coisa mais boba um site para se dizer o que está fazendo em 140 caracteres. Mas as pessoas foram dando novos usos ao Twitter que, vejam só, hoje é uma das ferramentas de comunicação mais respeitadas na internet.

Isso não significa que o Yo irá emplacar. Não dá para esquecer que ele lembra um pouco a proposta do Facebook Poke, que já foi até descontinuado. A ideia é que se use o app com base em contexto, como o envio de um “yo” para avisar que está acordado, ou que chegou em casa, ou então apenas para mostrar que está pensando na pessoa. Mas a ferramenta pode se tornar interessante se, por exemplo, no futuro, você puder receber “yos” a cada vez que seu time fez um gol ou quando um novo post foi publicado em um dos seus blogs preferidos. Uma possível reinvenção do sistema de notificações nesta era smartphone pode até não ser garantia de sucesso, mas indica que o app, hoje aparentemente inútil, tem potencial.

Dá para baixar o Yo para iOS e Android em www.justoyo.co.

* Texto publicado inicialmente na minha coluna na ZH impressa

Bookmark and Share

Resumão tech da semana

29 de junho de 2014 0

Confira alguns assuntos da semana no mundinho tech:

* O marco civil da internet entrou em vigor na última segunda-feira. Entenda as principais mudanças aqui.

* A Amazon lançou no mercado brasileiro o Kindle PaperWhite com 3G gratuito, por R$ 699.

* O Slingshot, app do Facebook que concorre com o Snapchat, agora também está disponível no Brasil. Download em www.sling.me.

* A mordida do uruguaio Luis Suarez na Copa acabou inspirando a criação do BiteMan, joguinho online aos moldes de um clássico: PacMan. O endereço é bitemangame.com.

* A Microsoft anunciou o Nokia X2, smartphone que roda Android, sistema operacional do concorrente Google. Confere aí:

* O Google lançou o Domains (domains.google.com), serviço para registro e gerenciamento de domínios de internet.

* O Google anunciou que o Drive ganhará uma nova interface. Espia só uma prévia:

* Em sua conferência de desenvolvedores nesta semana, o Google apresentou a nova geração do seu sistema operacional para dispositivos móveis, o Android L. A companhia também apresentou o Android One, uma iniciativa para incentivar o desenvolvimento de smartphones mais baratos em mercados emergentes. O Google também falou bastante do Android Auto, versão do seu sistema operacional para carros.

Bookmark and Share

Antivírus no meu telefone? Não!!!

23 de junho de 2014 1

Nos nove anos em que escrevo sobre tecnologia, segurança sempre foi um dos meus assuntos preferidos, mas a ironia é que não uso antivírus no dispositivo em que mais passo tempo, o meu telefone. E não é por falta de opções, ou de preocupação com os meus dados.

Com o boom das ameaças para smartphones, marcas que se tornaram famosas por seus antivírus para computadores correram em oferecer apps de segurança também para dispositivos móveis. 

Alguns exemplos:

>>> Norton 360 Multi-Device (br.norton.com/norton-360-multi-device/)

>>> AVG (www.avgbrasil.com.br/seguranca-para-celular-e-tablets)

>>> Trend Micro (www.trendmicro.com.br/br/casa/produtos/mobile-security/index.html)

>>> Avast (só para Android: www.avast.com/pt-br/free-mobile-security)

>>> BitDefender (só para Android, www.bitdefender.com.br/solutions/antivirus-free-for-android.html e www.bitdefender.com.br/solutions/mobile-security-android.html)

Só que na hora de proteger o celular, considero que há outras medidas bem mais úteis do que ter um antivírus. Como um dos grandes perigos é ter o aparelho furtado ou perdido, apps como o “Buscar Meu iPhone” (da Apple) e o “Gerenciador de Dispositivos Android” (do Google) podem ser a sua salvação. Eles permitem localizar o aparelho e até apagar remotamente todo o seu conteúdo, evitando que seus dados caiam em mãos erradas. Outra medida que não deve ser ignorada é a exigência de senha para destravar o aparelho – ou então configure recursos como o Touch ID (para identificação via impressão digital no iPhone 5S) e o Face Unlock (para reconhecimento facial no Android).

No caso específico de um antivírus, a necessidade varia mesmo de acordo com o tipo de uso do telefone. Por ser a plataforma móvel mais popular do planeta, o Android é o principal alvo de ameaças. No caso do iPhone, um antivírus faz mais sentido se você fez um jailbreak para baixar aplicativos por fora do controle da loja oficial da Apple.

* Texto publicado no sábado na ZH impressa

Bookmark and Share