Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Cinco brasileiros nas oitavas de final do ASP 6-Star das Ilhas Canárias

25 de outubro de 2012 0

O Brasil é maioria entre os dezesseis classificados para as oitavas de final do ASP 6-Star Islas Canarias Santa Pro. Cinco passaram pelas duas rodadas de baterias realizadas na quinta-feira de boas ondas de 2-3 pés em San Juan, Lanzarote, nas Ilhas Canárias. O catarinense Willian Cardoso foi um dos destaques pelo segundo dia consecutivo e vai reeditar a decisão do ASP 6-Star de Newcastle, na Austrália, contra o paulista Filipe Toledo na quinta oitava de final. O cearense Heitor Alves está na primeira, o catarinense Jean da Silva na quarta e a grande surpresa, o jovem carioca Lucas Silveira, na sexta bateria.

Como nos dois primeiros dias, um brasileiro fez o maior placar também na quinta-feira, desta vez o paulista Filipe Toledo, que já tem sua vaga garantida na elite dos top-34 para o ASP World Tour do ano que vem. Filipinho ganhou nota 9,53 em sua melhor onda e atingiu 17,86 pontos na dobradinha ubatubense com Hizunomê Bettero na terceira fase da competição. No entanto, a maior nota do dia foi a 9,67 recebida pelo português Tiago Pires no penúltimo confronto da quinta-feira nas Ilhas Canárias.

Com a classificação, Tiago Pires entrou no grupo dos dez surfistas indicados pelo ranking mundial unificado para o WCT. Ele já é da elite, mas está fora da lista dos 22 que são mantidos pelo ranking principal e tirou a última vaga do ASP World Ranking do norte-americano Nathan Yeomans com a vitória sobre o francês Vincent Duvignac e o australiano Chris Friend. Os catarinenses Jean da Silva e Willian Cardoso também subiram no G-10 com a passagem para as oitavas de final, assim como o cearense Heitor Alves, que tinha despencado para o 21.o lugar no WCT em Portugal e já ganhou sete posições no ranking unificado.

Heitor Alves (Foto: Masurel / ASP Europe)

Heitor Alves vai abrir a sexta-feira em Lanzarote disputando a primeira vaga nas quartas de final do último 6 estrelas do ano com o norte-americano Gabe Kling. Depois, tem Jean da Silva na quarta bateria com o surfista das Ilhas Canárias, Jonathan Gonzalez. No duelo seguinte, enfrentam-se Willian Cardoso e Filipe Toledo, que perdeu a final do ASP 6-Star de Newcastle por ter cometido uma interferência logo no início da bateria. Fechando a participação brasileira nas oitavas de final, Lucas Silveira faz um confronto da nova geração com o sul-africano Beyrick De Vries na sexta bateria.

Esta é apenas a quarta etapa do ASP World Star que o jovem carioca participa neste seu primeiro ano no Circuito Mundial Profissional. Ele se classificou em duas dobradinhas brasileiras na quinta-feira em San Juan. A primeira foi com o invicto Willian Cardoso nas Ilhas Canárias, quando despachou dois surfistas bem mais experientes, o australiano Jay Thompson e o espanhol Hodei Collazo. E na segunda, ele superou até o já top do WCT 2013, Filipe Toledo, com ambos eliminando o porto-riquenho Brian Toth, que estava bem próximo da zona de classificação para o ASP World Tour.

CHILENOS NAS CANÁRIAS – Dois chilenos também fizeram bonito nas Ilhas Canárias, mas foram barrados na rodada que valia passagem para as oitavas de final. Guillermo Satt parou no espanhol Aritz Aranburu e no norte-americano Gabe Kling, enquanto Manuel Selman não conseguiu impedir uma dobradinha francesa de Marc Lacomare e Adrien Toyon no último confronto do dia na quinta-feira. Os dois terminaram empatados com o paulista Hizunomê Bettero em 17.o lugar no Islas Canarias Santa Pro, com cada um recebendo 2 mil dólares de prêmio e 625 pontos no ASP World Ranking.

Antes, na terceira fase, ambos tiraram da competição dois surfistas que estavam na briga direta pelas últimas vagas no G-10. Guillermo Satt ganhou de Granger Larsen a briga pela segunda vaga na sua bateria. O havaiano ocupava a 33.a posição no ranking que estava garantindo no WCT até o 31.o colocado, Nathan Yeomans. E o próprio norte-americano foi batido por Manuel Selman na disputa vencida por Tiago Pires, que lhe tirou a última posição na lista dos 10 indicados pelo ranking unificado para completar a elite dos top-34 da ASP.

OITAVAS DE FINAL – 9.o lugar – US$ 2.300 e 920 pontos:

1.a: Heitor Alves (BRA) x Gabe Kling (EUA)

2.a: Romain Cloitre (FRA) x Aritz Aranburu (ESP)

3.a: Nat Young (EUA) x Nathaniel Curran (EUA)

4.a: Jean da Silva (BRA) x Jonathan Gonzalez (CNY)

5.a: Willian Cardoso (BRA) x Filipe Toledo (BRA)

6.a: Beyrick De Vries (AFR) x Lucas Silveira (BRA)

7.a: Tiago Pires (PRT) x Adrien Toyon (FRA)

8.a: Vincent Duvignac (FRA) x Marc Lacomare (FRA)

Fonte: João Carvalho – Assessoria de Imprensa da ASP South America

Envie seu Comentário